Você está na página 1de 23

Legislação Tributária Aplicável às Novas Normas

Contábeis

Tema: Combinação de Negócios

São Paulo, dezembro de 2.014

1 AFRFB Nilson Santana


DRF/Salvador
Investimentos em Participações Societárias
BP da Investida B : Exemplos 1 e 2

Contas Valor em 01/01/x0


Contábil Justo Diferença 60%
(A) (B) (C) = (B) - (A) (D) = 60%(B)
Estoque 200 300 100 180
Terreno 400 700 300 420
Total de Ativos 600 1.000 400 600
Contas a Pagar 100 100 - 60
PL 500 900 400 540
Total de passivos 600 1.000 400 600
Ativos líquidos 500 900 400 540

Obs1: não foram considerados os tributos sobre o lucro (Ver CPC 32)
Obs2: os procedimentos acima são aplicáveis também às coligadas

AFRFB Nilson Santana


2 DRF/Salvador
Investimentos em Participações Societárias
Ex. nº 1: BP da Investidora A - aquisição de 60% com
MV e GD em 01/01/x0 - Momento 1

Banco In.Cont.B - MEP In.Cont.B - MV Ter.


Si) 15.000 700 1) 1) 300 1) 180
14.300
PL - Investidor In.Cont.B - MV Est. In.Cont.B - GD.
15.000 Si) 1) 60 1) 160

Custo de Aquisição do Investimento = 700


Calculo do MEP = 60 % X vlr contábil = 60% X 500 = 300
Cálculo da mais valia
Estoque = 60% X diferença entre vlr justo e vlr contábil = 60% X 100 = 60
Terreno = 60% X diferença entre vlr justo e vlr contábil = 60% X 300 = 180
Cálculo do Goodwill
Custo de aquisição - investimento avaliado ao valor justo = 700 - 540
(correspondente a 300 + 60 + 180) = 160
AFRFB Nilson Santana
3 DRF/Salvador
Investimentos em Participações Societárias
Ex. nº 1: BP da Investidora A - aquisição de 60% com
MV e GD em 31/12/x0 - Momento 2
Banco In.Cont.B - MEP In.Cont.B - MV Ter.
Si) 14.300 Si) 300 Si) 180
PL - Investidor 1) 90 In.Cont.B - GD.
15.000 Si) 390 Si) 160
30 A) In.Cont.B - MV Est. Resultado do MEP
15.030 Si) 60 60 2) 2) 60 90 1)
A) 30 30
Ex. nº 1: BP da Investida B em 31/12/x0 - Momento 2
Caixa Terreno PL da Investida B
Si) 0 Si) 400 500 Si)
1) 350 150 A)
350 Contas a pagar 650
Estoque 100 Si) Apuração do Resultado
Si) 200 200 2) 2) 200 350 1)
A) 150 150
Venda de todo estoque por 350 à vista AFRFB Nilson Santana
4 DRF/Salvador
Investimentos em Participações Societárias
Ex. nº 1: BP da Investidora A - aquisição de 60% com
MVe GD em 31/12/x0 - Momento 2

Lalur
Lucro líquido 30
(+) Adições 60
(-) Exclusões (90)
(-) Compensação -
Lucro real -
Parte B >>> 60 para computo no
ganho/perda de capital quando da
alienação da participação societária
(art. 25 do DL 1.598/77)

AFRFB Nilson Santana


5 DRF/Salvador
Investimentos em Participações Societárias
Ex. nº 2: BP da Investidora - aquisição de 60% com
MV e compra vantajosa em 01/01/x0
Banco In.Cont.B - MEP In.Cont.B - MV Ter.
Si) 15.000 500 1) 1) 300 1) 180
14.500
PL - Investidor In.Cont.B - MV Est. Receita de Comp.Vant
15.000 Si) 1) 60 A) 40 40 1)
40 A)
15.040
Custo de Aquisição do Investimento = 500
Cálculo do MEP = 60 % X vlr contábil = 60% X 500 = 300
Cálculo da mais valia
Estoque = 60% X diferença entre vlr justo e vlr contábil = 60% X 100 = 60
Terreno = 60% X diferença entre vlr justo e vlr contábil = 60% X 300 = 180
Cálculo da compra vantajosa
Custo de aquisição - investimento avaliado ao valor justo = 500 - 540
(correspondente a 300 + 60 + 180) = 40
AFRFB Nilson Santana
6 DRF/Salvador
Investimentos em Participações Societárias
Ex. nº 2: BP da Investidora - aquisição de 60% com
MV e compra vantajosa em 01/01/x0

Lalur
Lucro líquido 40
(+) Adições
(-) Exclusões (40)
(-) Compensação -
Lucro real -
Parte B >>> 40 para computo no
ganho/perda de capital quando
da alienação da participação
societária. (§ 6º do art. 20 do DL
1.598/77)
AFRFB Nilson Santana
7 DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 20 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investida em 01/01/x0
Banco Máquina Capital
Si) 600 Si) 100 700 Si)
Dep. Acum.
Si)
Balanço patrimonial da Investidora em 01/01/x0 com Mais valia
Banco Invest. Cont. - MEP
Si) 15.000 820 1) 1) 700
14.180
Capital Invest. Cont. - Mais Valia
15.000 Si) 1) 120
Aquisição de 100% da Investida por $ 820; sendo que o valor justo da
máquina é $ 220. Como o seu valor contábil é $ 100, há mais valia de $
120
8 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 20 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investida em 31/12/x0
Banco Dep. Acum. LPA
600 I) II) 10 10 1) A) 10
Incorporação
Si) 600 10 III)
I) 600 690 III)
Máquina Capital Desp. - deprec II) 90
Si) 100 100 II) III) 700 700 Si) 1) 10 10 A) 690 690
A Investida foi incorporada pela Investidora em 31/12/x0
Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 com Mais valia
Banco Desp. - MEP Invest. Cont. - MEP Máquina
Si) 14.180 1) 10 Si) 700 10 1) II) 90
I) 600 2) 12 690 690 III) IV) 108
14.780 22 22 A) 198
Capital
15.000 Si) Invest.Cont. – Mais Valia Incorporação
Si) 120 12 2) III) 690 600 I)
LPA
A) 22 108 108 IV) 90 II)
690 690
A Investidora incorporou a Investida em 31/12/x0
9 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 20 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 com Mais valia
Lalur – Parte A
LL (22)
(+) Adição Efeito total na redução futura do Lucro Real
Realização da Deprec. a maior na ECD 108
Exclusão na Lalur 12
Mais Valia 12 Mais valia “inicial” 120
MEP 10
(=) Lucro Real 0
Lalur – Parte B
Para exclusão 12
futura

Tratamento tributário:
Caput do art. 20 da Lei nº 12.973/14 (a Mais valia da data da aquisção da
partcipação societária poderá fazer parte do custo do bem que lhe deu causa
para efeito do cálculo do ganho de capital, depreciação, amortização e exaustão)
10 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 21 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investida em 01/01/x0
Banco Máquina Capital
Si) 600 Si) 100 700 Si)
Dep. Acum.
Si)
Balanço patrimonial da Investidora em 01/01/x0 com Menos valia
Banco Invest. Cont. - MEP
Si) 15.000 670 1) 1) 700
14.330
Capital Invest. Cont. - Menos Valia
15.000 Si) 30 1)

Aquisição de 100% da Investida por $ 670; sendo que o valor justo da


máquina é $ 70. Como o seu valor contábil é $ 100, há menos valia de $ 30

11 AFRFB Nilson Santana


DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 21 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investida em 31/12/x0
Banco Dep. Acum. LPA
Si) 600 600 I) II) 10 10 1) A) 10 10 III) Incorporação
I) 600 690 III)
Máquina Capital Desp. - deprec
Si) 100 100 II) III) 700 700 Si) II) 90
1) 10 10 A)
690 690
A Investida foi incorporada pela Investidora em 31/12/x0
Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 com Menos valia
Banco Result. - MEP Invest. Cont. - MEP Máquina
Si) 14.330 1) 10 3 2) Si) 700 10 1) II) 90 27 IV)
I) 600 7 7 A) 690 690 III) 63
14.930
Capital
15.000 Si) Invest.Cont. – Menos Valia Incorporação
2) 3 30 Si) III) 690 600 I)
LPA
A) 7 IV) 27 27 90 II)
690 690
A Investidora incorporou a Investida em 31/12/x0
12 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 21 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 com Menos valia
Lalur – Parte A
LL (7)
(+) Adição
MEP 10 Efeito total no aumento futuro do Lucro Real
(-) Exclusão Deprec. a menor na ECD 27
Realização da Adição na Lalur 3
Menos valia “inicial” 30
Menos Valia (3)
(=) Lucro Real 0
Lalur – Parte B
Para adição 3
futura
Tratamento tributário:
Caput do art. 21 Lei nº 12.973/14 (a Menos valia da data da aquisição da
participação societária deverá fazer parte do custo do bem que lhe deu causa
para efeito do cálculo do ganho de capital, depreciação, amortização e exaustão)
13 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 22 da Lei nº 12.973/14

Balanço patrimonial da Investida em 01/01/x0


Banco Terreno Capital
Si) 600 Si) 100 700 Si)

Balanço patrimonial da Investidora em 01/01/x0 com Goodwill


Banco Invest. Cont. - MEP
Si) 15.000 780 1) 1) 700
14.220
Capital Invest. Cont. - Goodwill
15.000 Si) 1) 80
Aquisição de 100% da Investida por $ 780; sendo que o valor justo do
terreno é igual ao contábil; logo, não há mais ou menos valia.
Porém, há goodwill de $ 80.
14 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 22 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investida em 31/12/x0
Banco Terreno Capital Incorporação
Si) 600 600 I) Si) 100 100 II) III) 700 700 Si) I) 600 700 III)
II) 100
700 700
A Investida foi incorporada pela Investidora em 31/12/x0
Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 com Goodwill
Banco Invest. Cont. – MEP
Si) 14.220 Si) 700 700 III) Terreno
I) 600 II) 100
14.820 Invest.Cont. – Goodwill
Si) 80 80 IV)
Capital Incorporação
III) 700 600 I)
15.000 Si)
Intangível – Goodwill 100 II)
IV) 80 700 700

A Investidora incorporou a Investida em 31/12/x0


15 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 22 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 com Goodwill
Lalur – Parte A
LL 0
(+) Adição 0 Efeito total na redução futura do Lucro Real
Exclusão no Lalur (1/60) 80
(-) Exclusão 0 Goodwill “inicial” 80

(=) Lucro Real 0


Lalur – Parte B
Para exclusão 80
Futura (1/60)
Tratamento tributário:
Caput do art. 22 Lei nº 12.973/14 (o Goodwill da data da aquisição da
participação societária poderá ser excluído para fins de apuração do Lucro Real
dos períodos de apuração subsequentes à razão 1/60)

16 AFRFB Nilson Santana


DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Balanço patrimonial da Investida em 01/01/x0
Banco Máquina Capital
Si) 600 Si) 100 700 Si)
Dep. Acum.
Si)
Balanço patrimonial da Investidora em 01/01/x0 - compra vantajosa
Banco LPA Invest. Cont. - MEP
Si) 15.000 500 1) 200 A) 1) 700
14.500

Capital Ganho por Compra Vantajosa


15.000 Si) A) 200 200 1)

Aquisição de 100% da Investida por $ 500; sendo que o valor justo da


máquina é igual ao contábil; logo, não há mais ou menos valia.
Porém, houve compra vantajosa de $ 200
17 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios

Art. 23 da Lei nº 12.973/14

Balanço patrimonial da Investidora em 01/01/x0 - compra vantajosa

Lalur – Parte A
LL 200
(-) Exclusão (200)
Para tributação
Futura
(=) Lucro Real 0
Lalur – Parte B
Para adição 200
Futura

18 AFRFB Nilson Santana


DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 23 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investida em 31/12/x0
Banco Dep. Acum. LPA
Incorporação
Si) 600 600 I) II) 10 10 1) A) 10 10 III)
I) 600 690 III)
Máquina Capital Desp. - deprec II) 90
Si) 100 100 II) III) 700 700 Si) 1) 10 10 A) 690 690
A Investida foi incorporada pela Investidora em 31/12/x0
Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 - compra vantajosa
Banco LPA Invest. Cont. - MEP
Si) 14.500 A) 10 200 Si) Si) 700 10 1)
I) 600 190 690 690 III)
15.100 Incorporação
Capital Desp. - MEP Máquina III) 690 600 I)
15.000 Si) 1) 10 10 A) II) 90 90 II)
690 690
A Investidora incorporou a Investida em 31/12/x0
19 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios

Art. 23 da Lei nº 12.973/14


Balanço patrimonial da Investidora em 31/12/x0 - compra vantajosa

Lalur – Parte A
LL (10)
(+) Adição Efeito total no aumento futuro do Lucro Real
MEP 10 Adição no Lalur (1/60) 200
Compra Vantajosa “inicial” 200
(=) Lucro Real 0

Tratamento tributário:
Caput do art. Lei nº 12.973/14 (a Compra Vantajosa da data da aquisição da
participação societária deverá ser adicionada para fins de apuração do Lucro
Real à razão 1/60
20 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 27 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investidora em 01/01/x0 com Compra vantajosa
Banco Terreno Lalur – Parte A
Si) 15.000 I) 1.200 LL 200
Capital Ganho por Compra Vantajosa (-) Exclusão (200)
15.000 Si) A) 200 200 III) (+) Adição 3.3
1.000 II) Incorporação (=) Lucro Real 3.3
16.000 II) 1.000 1.200 I) Lalur – Parte B
III) 200 Para adição 196.7
LPA
1.200 1.200 futura
200 A)
Incorporação de uma empresa por $ 1.000;
Efeito total no futuro do Lucro Real
sendo que o seu valor justo (igual ao
contábil) é de $ 1.200. Como o seu valor Adição no Lalur 196,7
justo é maior do que o valor pago, há Efeito 196,7
Compra vantajosa de $ 200.
Tratamento tributário

Art. 27 da Lei 12.973/14: o ganho por compra vantajosa será computado na apuração do
Lucro Real no período de apuração relativo à data do evento e posteriores à razão de 1/60
mês
21 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
Combinação de Negócios
Art. 28 da Lei nº 12.973/14
Balanço patrimonial da Investidora em 01/01/x0 com Goodwill
Banco Terreno
Si) 15.000 I) 1.000
Efeito total no futuro do Lucro Real
Goodwill LL(*) (300)
Capital III) 300
300
(+) Adição no Lalur (*)
15.000 Si) Efeito líquido 0
1.300 II) Incorporação
16.300 (*) caso o goodwill seja baixado
II) 1.300 1.000 I)
300 III)
1.300 1.300

Incorporação de uma empresa por $ 1.300; sendo que o seu valor justo é de $
1.000. Como o seu valor justo é menor do que o valor pago, há Goodwill de $ 300

Tratamento tributário

Art. 28 da Lei 2.973/14: o Goodwill não será computado na apuração do Lucro


Real, inclusive mediante redução ao valor recuperável.
22 AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador
OBRIGADO

FIM
AFRFB Nilson Santana
DRF/Salvador