Você está na página 1de 11

TEORIAS OU TEORIA

Do CURRÍCULO?

CURRÍCULO??????????????????
CURRÍCULO?
• O currículo é lugar, espaço, terrítório.
• O currículo é relação de poder.
• O currículo é trajetória, viagem, percurso.
• O currículo é autobiografia, nossa vida, curriculum vitae: no currículo
se forja nossa identidade.
• O currículo é texto, discurso, documento.
• O currículo é documento de identidade.

• DE QUEM? PARA QUEM VALE?


NOSSO!!! PARA UMA SOCIEDADE!
EU SOCIAL

• SOCIEDADE EDUCAÇÃO

• EDUCAÇÃO: Chama-se educação o


processo mediante o
A educação pode ser qual se afeta a uma
Educação é o ato de educar, de
definida como sendo pessoa estimulando-a
instruir, é polidez, disciplinamento.
o processo de para que desenvolva
No seu sentido mais amplo,
socialização dos suas capacidades
educação significa o meio em que
indivíduos. Ao cognitivas e físicas para
os hábitos, costumes e valores de
receber educação, a poder se integrar
uma comunidade são transferidos
pessoa assimila e plenamente na
de uma geração para a geração
adquire sociedade que a rodeia.
seguinte.
conhecimentos.
EDUCAÇÃO: processo de construção social e
individual que leva o indivíduo a novas formas de
pensar, ser e agir, sempre ligado a um
determinado tempo e espaço.
EDUCAÇÃO
• Sistemática: • Assistemática:
• Tem hora, lugar, objetivo, • Não tem hora, nem lugar,
professor, processos professor, formas de ensino e de
metodológicos, formas de avaliação. Pode acontecer a
avaliação, etc. qualquer momento, em
qualquer lugar…

ENSINO: ESCOLA
ESCOLA
• Qual o objetivo da nossa escola?
• De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional no. 9394/96:
• TÍTULO I
• Da Educação
• Art. 1º A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida
familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e
pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas
manifestações culturais.
• § 1º Esta Lei disciplina a educação escolar, que se desenvolve,
predominantemente, por meio do ensino, em instituições próprias.
• § 2º A educação escolar deverá vincular-se ao mundo do trabalho e à prática
social.
• TÍTULO II
• Dos Princípios e Fins da Educação Nacional
• Art. 2º A educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos
ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu
preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.
• Art. 3º O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:
• I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;
• II - liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a arte e o saber;
• III - pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas;
• IV - respeito à liberdade e apreço à tolerância;
• V - coexistência de instituições públicas e privadas de ensino;
• VI - gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais;
• VII - valorização do profissional da educação escolar;
• VIII - gestão democrática do ensino público, na forma desta Lei e da legislação dos sistemas de
ensino;
• IX - garantia de padrão de qualidade;
• X - valorização da experiência extra-escolar;
• XI - vinculação entre a educação escolar, o trabalho e as práticas sociais.
• XII - consideração com a diversidade étnico-racial. (Incluído pela Lei nº 12.796, de 2013)
ESCOLA – PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO/P.P.P.
O PPP é um documento que deve ser elaborado por
cada instituição de ensino para orientar todas as Toda escola tem objetivos
ações da escola. O projeto que deseja alcançar, metas
político pedagógico precisa ter o caráter de um a cumprir e sonhos a
documento formal, mas também deve ser acessível realizar. O conjunto dessas
a todos os integrantes da comunidade escolar. aspirações, bem como os
meios para concretizá-las,
é o que dá forma e vida ao
chamado projeto político-
pedagógico - o
O Projeto Político Pedagógico, famoso PPP.
também conhecido apenas como
projeto pedagógico, é um documento
que deve ser produzido por todas as
escolas, segundo a Lei de Diretrizes e
Bases da Educação Nacional.
O que deve ser levado em conta ao se
elaborar o P.P.P.?
MEU ALUNO; MINHA COMUNIDADE

• BASES LEGAIS:
• LEIS FEDERAIS:
• Constituição Federal de 1988;
• ECA;
• L.D.B. 9394/96;
• PNE/DCN.
• LEIS ESTADUAIS;
• LEIS MUNICIPAIS.
• O que é o projeto político-pedagógico (PPP) O PPP define a identidade da escola e indica caminhos para ensinar com qualidade.
Saiba como elaborar esse documento:
• Fonte: Nova Escola
• por Noemia Lopes http://educaja.com.br/2011/01/projeto-politico-pedagogico-como-elaborar.htm

• Toda escola tem objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. O conjunto dessas aspirações, bem como os
meios para concretizá-las, é o que dá forma e vida ao chamado projeto político-pedagógico – o famoso PPP. Se você prestar
atenção, as próprias palavras que compõem o nome do documento dizem muito sobre ele:
• – É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar durante determinado período de tempo.
• – É político por considerar a escola como um espaço de formação de cidadãos conscientes, responsáveis e críticos, que atuarão
individual e coletivamente na sociedade, modificando os rumos que ela vai seguir.
• – É pedagógico porque define e organiza as atividades e os projetos educativos necessários ao processo de ensino e
aprendizagem.
• Ao juntar as três dimensões, o PPP ganha a força de um guia – aquele que indica a direção a seguir não apenas para gestores e
professores mas também funcionários, alunos e famílias. Ele precisa ser completo o suficiente para não deixar dúvidas sobre essa
rota e flexível o bastante para se adaptar às necessidades de aprendizagem dos alunos. Por isso, dizem os especialistas, a sua
elaboração precisa contemplar os seguintes tópicos:
• – Missão
– Clientela
– Dados sobre a aprendizagem
– Relação com as famílias
– Recursos
– Diretrizes pedagógicas
– Plano de ação
• Estabelecimento de diretrizes pedagógicas. O que são?
Formam o currículo da escola e descrevem os conteúdos e os objetivos de ensino, as metas de
aprendizagem e a forma de avaliação, por série ou ciclo e por disciplina.

• Por que são importantes?


É baseado nelas que a equipe formula planos para implantar programas e projetos e produz indicadores
sobre o impacto das ações. "As estratégias devem ser mantidas ou reformuladas de acordo com os objetivos
da escola", esclarece Regina Célia Lico Suzuki, diretora de Orientação Técnica da Secretaria Municipal de
Educação de São Paulo.

• Onde buscar informações?


Nos dados de aprendizagem da escola, nos referenciais curriculares de Secretarias estaduais e municipais,
nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), nos indicadores de qualidade e no Plano de Desenvolvimento
da Educação (PDE). BNCC- Base Nacional Comum Currícular.

• Como fazer?
Esta é uma seção do PPP que deve ser conduzida pela coordenação pedagógica e pelos professores da
escola, que mantêm contato mais estreito com as necessidades de aprendizagem dos alunos. Assim, o
levantamento sobre a situação atual e o cenário desejável pode começar já no início do processo. Depois,
cabe ao coordenador responsável pela pesquisa redigir os objetivos e conteúdos de cada área ou disciplina,
bem como as expectativas e metas de aprendizagem por série e ciclo, e compartilhar e ajustar o texto com
toda equipe.