Você está na página 1de 24

Identificação de

Transientes em Painéis
Fotovoltaicos
T H I A G O D E C A R VA L H O R Ê G O

O R I E N TA D O R : F E R N A N D O L U I S D I A S
C O O R I E N TA D O R : J O C E M A R B I A S I PA R I Z Z I

BAGÉ, 12 DE DEZEMBRO DE 2016


Estrutura da Apresentação
1. Introdução
2. Objetivos
3. Metodologia (Teórico/Experimental)
4. Resultados e Discussões
5. Conclusão
Introdução: Motivação
Introdução: Classificação de
Sinais
Objetivos

O objetivo deste trabalho é o mapeamento tempo-frequência de transientes presentes nos sinais


de tensão e corrente que permitem a identificação dos trechos de ocorrências de sombreamento
do painel.
Metodologia:
Teórico/Experimental
Metodologia:
Teórico/Experimental
Metodologia:
Teórico/Experimental
Metodologia:
Teórico/Experimental
Resultados e Discusão: Sinal
Estacionário
Resultados e Discusão: Sinal
Estacionário
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Resultados e Discussão: Sinal
Fotovoltaico
Conclusões
Com os procedimentos de VSTFT é possível afirmar que:

 A presença de sombras de qualquer natureza gera transientes não estacionários que ocasionam falhas na geração de
energia fotovoltaica;
 Comparações da análise tempo-frequência do sinal de tensão e de corrente, evidenciaram que os transientes locais,
induzidos por perturbações tipo sombras sob o painel fotovoltaico, provocam variações mais abruptas na tensão do que na
corrente;
Os trechos de duração dos transientes coincidem com os intervalos de descaracterização do sinal de corrente e de tensão;
 A análise tempo-frequência permite rastrear as perturbações do tipo sombra sob painéis fotovoltaicos, localizando-as de
modo eficiente via o espectrograma e perfil da curtose local;
 O esquema VSTFT se mostrou uma ferramenta eficiente na detecção dos impulsos transientes de curta duração e das
descontinuidades presentes nos sinais analisados.
Pela presença, obrigado!

Contatos:

Thiago de Carvalho Rêgo: thiago.rego@maine.edu


Fernando Luis Dias: fernando.dias@unipampa.edu.br
Jocemar Biasi Parizzi: jocemar.parizzi@unipampa.edu.br

Interesses relacionados