Você está na página 1de 57

Redes

Ópticas
Professor:
Marcelo Correia
Whatsapp (71) 9 8831-7278

Google Sala de Aula


(Classroom)
pel823e
CONTEÚDO
INTRODUÇÃO A REDE DE COMPUTADORES
Modelos de Computação
- Computação Centralizada
- Computação Distribuída
- Computação Híbrida
Classificação de Redes:
- LAN
- MAN
- WAN
Topologia de Rede:
- Topologia em Anel
- Topologia em Barramento
- Topologia em Estrela\
- Redundância na topologia de rede
Modos de comunicação
- Simplex
- Half Duplex
- Full Duplex
Largura de Banda
Multiplexação
CONTEÚDO
INTRODUÇÃO A REDE DE COMPUTADORES
Topologias Lógicas de Rede:
- Ethernet
- Fast Ethernet
- Giga Ethernet

NORMAS E PADRONIZAÇÕES
Entidades regulamentadoras
- ANSI
- EIA
- TIA
- ISO
- IEEE
- BICSI
Normas aplicadas
- 568 A / 569 A / 598 A / 568 B / 568 B-1 / 568 B-2 / 568 B-3
- 570 A / 578 A / 606 A / 607 A / 758
CONTEÚDO
MODELO OSI
Camadas de Rede:
- 1 Camada Física
- 2 Enlace
- 3 Rede
- 4 Transporte
- 5 Sessão
- 6 Apresentação
- 7 Aplicação
Comunicação entre camadas:
- SDU / PCI / PDU

MODELO INTERNET
Camadas de Pilha TCP/IP:
- 1 Rede;
- 2 Internet;
- 3 Transporte
- 4 Aplicação
CONTEÚDO
PROTOCOLO TCP/IP

TCP/IPv4 32bits:
- Octetos Binários e Representação Decimal
- Endereço IP
Intervalos de IP Reservado
- Classe A
- Classe B
- Classe C
Endereço de IP Válido
- IP de Internet
- www.meuip.com.br
INTRODUÇÃO A REDE
DE COMPUTADORES
MODELOS DE COMPUTAÇÃO

COMPUTAÇÃO CENTRALIZADA
Todo processamento é realizado por único computador utilizado como
servidor, e os demais hosts(computadores) são apenas terminais de trabalho
sem autonomia.
SERVIDOR

TERMINAL DE VÍDEO

TERMINAL DE VÍDEO IMPRESSORA


MODELOS DE COMPUTAÇÃO

COMPUTAÇÃO DISTRIBUÍDA
Tem o processamento distribuído por todos computadores da rede, tendo
estes autonomia para executar tarefas independentes.
MODELOS DE COMPUTAÇÃO

COMPUTAÇÃO HÍBRIDA
O processamento compartilhado entres por todos computadores da rede,
onde dois ou mais computadores realizam uma mesma tarefa.
CLASSIFICAÇÃO DE REDES
Rede LAN (Local Area Network)
Rede que ocupa uma pequena área geográfica, como exemplo uma sala, ou
um andar de um prédio, ou até mesmo um prédio inteiro. Sendo que não
exceda um perímetro de 100 metros.
CLASSIFICAÇÃO DE REDES
Rede MAN (Metropolitan Area Network)
Rede que ocupa uma grande área geográfica, aproximadamente 10
quilômetros. Exemplo disso, são as redes que interligam empresas em locais
separados como, lojas, agencias bancárias, campus universitários e outros.
Para tais possibilidades é necessário links de uma empresa de telecom.
CLASSIFICAÇÃO DE REDES
Rede WAN (Wide Area Network)
É rede que interliga o mundo e não tem limites geográficos, a exemplo disso a
rede de Internet.
TOPOLOGIA DE REDE
TOPOLOGIA DE REDE ANEL

Utiliza estações conectadas por um caminho fechado onde a informação


circula entre todos os terminais no anel. Como estrutura de cabeamento faz
uso de cabo coaxial 50 e 75 Ohms com conectores BNC
TOPOLOGIA DE REDE BARRAMENTO

Utiliza estações conectadas de forma descentralizada, e previne a parada no


funcionamento da rede já que os terminais funcionam independentes no
barramento. Como estrutura de cabeamento também faz uso de cabo coaxial
50 e 75 Ohms com conectores BNC.
TOPOLOGIA DE REDE ESTRELA

Essa topologia segue um padrão centralizado de comunicação com um


controlador supervisor do sistema (concentrador ou DCE). Intermediado por
um (Host) os usuários se comunicam por processadores remotos ou
terminais. Como estrutura de cabeamento também faz uso dos padrões 568
A/B ou até mesmo redes ópticas.
REDUNDÂNCIA NA TOPOLOGIA DE REDE
Utiliza hosts conectados por meio de dispositivos ativos e passivos em
longas distâncias com o objetivo na prevenção de perdas.
MODOS DE
COMUNICAÇÃO
MODOS DE COMUNICAÇÃO
Sistema Simplex
Este modo permite a transmissão de informação em um único sentido com a
operação simples, as transmissões ocorrem em uma única direção.

Tx Rx

Transmissor
Receptor
MODOS DE COMUNICAÇÃO
Sistema Half Duplex
Esse método segue um protocolo de envio de informação, ou comunicação
bidirecional, mas não simultaneamente, a exemplo os rádios transmissores
(rádios amadores).
MODOS DE COMUNICAÇÃO
Sistema Half Duplex
Método completo com qualidade em elementos que permite a entrada e saída
de dados de forma simultânea. O conceito esta muito relacionado com o
campo das comunicações em vivo, indica que se pode ouvir e falar ao mesmo
tempo.
LARGURA DE BANDA

A faixa de frequências transmitidas sem serem fortemente atenuadas denomina-


se largura de banda, ou seja, a medida da capacidade de transmissão de um
determinado meio, conexão, ou rede.
MULTIPLEXAÇÃO
Uma configuração típica de equipamento ADSL

MULTIPLEXAÇÃO DEMULTIPLEXAÇÃO
TOPOLOGIAS LÓGICAS DE REDE
Padrão Ethernet
Também conhecido como 10 Base-T, esse foi o primeiro padrão a ser
desenvolvido da serie Base-T com 1Mbps em 1972, rapidamente evoluiu para
10 Mbps.

(a) 10Base5. (b) 10Base2. (c) 10Base-T


TOPOLOGIAS LÓGICAS DE REDE
Padrão Fast Ethernet
Evolução do padrão Ethernet, todos os sistemas Fast Ethernet usam hubs e
switches com taxa de transmissão de 100Mbps. Cabos multiponto com
conectores de pressão ou conectores BNC não são permitidos.
TOPOLOGIAS LÓGICAS DE REDE
Padrão Giga Ethernet
Evolução do padrão Fast Ethernet, o Giga Ethernet tecnicamente chamado de
1000 Base-T tem taxa de transmissão de 1000 Mbps, Além do cabeamento de
par trançado também utiliza conexão direta com fibras ópticas.
TOPOLOGIAS LÓGICAS DE REDE

Considerações:
NORMAS E
PADRONIZAÇÕES
NORMAS E PADRONIZAÇÕES

Entidades regulamentadoras:

- ANSI (American National Standards Institute)

- EIA (Electronic Industries Association)

- TIA (Telecommunications Industry Association)

- ISO (International Standards Organization)

- IEC (International Electrotechnical Commission)

- IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers)

- BICSI (Building Industry Consulting Service International)


NORMAS E PADRONIZAÇÕES

ANSI/TIA/EIA:
568A
Padrões de cabeamento e é comtemplada por outras normas...

568B
Como instalar cabeamento de telecomunicações em edifícios comercias.

568B1
Requerimentos generais

568B2
Componentes de cabeamento mediante par transado balanceado

568B3
Componentes de cabeados, e Fibras ópticas.

569A
(Infraestrutura) Normas de Rotas e Espaços de Telecomunicações em Edifícios
Comerciais (Como encaminhar a fiação).
NORMAS E PADRONIZAÇÕES

ANSI/TIA/EIA:

570 A
(Cabeamento Residencial) Normas de infraestructura Residencial de
Telecomunicaciones

598 A
Define o Código de cores de cabos de fibra ópticas (Maio 1995).

606 A
(Administração) Regulamentos de gerenciamento de infraestrutura de
telecomunicações em edifícios comerciais.
607 A
(Aterramento) Define os requisitos para instalações de sistemas de
aterramento de telecomunicações em edifícios comerciais.

758
Cliente-Proprietário: planta padrão de fiação de telecomunicações externas.
MODELO OSI
(Open Systems Interconnection)
CAMADAS DE REDE

O modelo de referência OSI (Open Systems Interconnection) foi criado pela ISO
com o intuito de ser um modelo padrão para interconexão de sistemas abertos
[ISO/IEC 7498-1:1994].

Fontes: [Soares et al 1995] (p.132-137), [Odom 2002] (p.60-63), [Forouzan 2008] (p.33-42) e [Tanenbaum and Wetherall
2011] (p.26-28) / [Soares et al 1995] (p.436) e [Stallings and Slyke 1997] (p.359)..
CAMADAS DE REDE
1 CAMADA FÍSICA

Características:
• Classificada como camada inferior
• Acesso à mídia
• Sinalização e transmissão binária
• Sinalização elétrica e cabeamento
• Sinalização eletromagnética e rádio
• Sinalização por feche de luz e cabeamento
CAMADAS DE REDE
2 CAMADA DE ENLACE

Características:
• Classificada como camada inferior de link de dados IEEE 802
- MAC (Media Access Control) controle de acesso ao Meio
- LLC (Logical Link Control) Controle de enlace lógico.
• Controle de acesso ao meio, controlar o fluxo de bits.
• Endereçamento físico, define qual e quando dispositivo pode transmitir
• Correção de erros na transmissão (bits de controle).
• Transmite pacotes de nó para nó com base no endereço da estação.
CAMADAS DE REDE
3 CAMADA DE REDE

Características:
• Classificada como camada inferior.
• Camada de roteamento.
• Roteia dados p/ LANs diferentes,WANs baseada no endereço de rede.
• Determina caminhos alternativos quando contém enlaces corrompidos
ou dispositivos inoperantes.
• Direccionamiento (endereçamento) lógico.
CAMADAS DE REDE
4 CAMADA DE TRANSPORTE

Características:
• Classificada como camada superior.
• Estabelece confiabilidade de ponta-a-ponta (fim-a-fim).
• Garante a entrega de todo o arquivo ou mensagem.
• Controle de conexão, de erros e retransmissão.
• Controle de sequenciamento e controle de fluxo.
• Detecção e eliminação de erros das camadas inferiores.
CAMADAS DE REDE
5 CAMADA DE SESSÃO

Características:
• Classificada como camada superior.
• Estabelecer conexão comunicação entre dispositivos de rede.
• Mantém a ordem, Inicia e para a sessão.
• Gerenciamento de sessões:
- Exemplo: Uma transferência bancária só pode ser efetivada
quando ambos sistemas concordam com uma ação e fazem isso de
maneira sincronizada.
CAMADAS DE REDE
6 CAMADA DE APRESENTAÇÃO

Características:
• Classificada como camada superior.
• Formatação dos dados.
• Conversão de dados: ASCII para EBCDIC, BCD para binário, etc.
• Definir qual será o padrão a ser utilizado na formatação dos dados.
• Tratar da compressão, tradução e da criptografia de dados.
CAMADAS DE REDE
7 CAMADA DE APLICAÇÃO

Características:
• Classificada como camada superior.
• serviços para aplicações Serviços de rede para aplicativos
• Geração de dados.
• Tipo de comunicação: E-mail, Transferência de arquivos, Cliente /
Servidor.
• .
COMUNICAÇÃO ENTRE CAMADAS
Encapsulamento:

DADOS
SDU
DADOS
PCI
DADOS
PDU
Num exemplo de processo de camadas superiores para inferiores a
Informação é encapsulada por cada camada e passa para inferior. Cada
camada não entendendo o cabeçario e o controle da informação redibida
encapsula e coloca sua própria estrutura de controle e repassa para
próxima camada.
COMUNICAÇÃO ENTRE CAMADAS
PC I - Protocol Control Information (Informação de Controle de Protocolo).
SDU - Service Data Unit (Unidade de Dados de Serviço).
PDU - Process Data Unit (Unidade de Dados de Processo).

Exemplo de Quatro Camadas

A PDU

PCI B PCI + SDU = PDU


SDU C PCI + SDU = PDU
PDU D
SDU
A camada “A” envia um PDU para camada “B”, porém a camada “B” enxerga o
PDU da camada “A” como um SDU. Dai Ela pega esse pacote visto SDU
adiciona os seus controles PCI e envia o seu PDU para próxima camada, que
igualmente só enxerga o PDU como SDU ai a sequencia se repete camada por
camada.
COMUNICAÇÃO ENTRE CAMADAS
Encapsulamento:
MODELO INTERNET
Pilha TCP/IP
MODELO INTERNET
MODELO INTERNET
1 CAMADA DE REDE

Características:
• Especifica detalhes, como os dados fisicamente são transmitidos pela
rede, como os bits são eletronicamente transformados em sinais pelo
hardware.

Tecnologias:
• Ethernet
• Wi-Fi

Protocolo:
• Token Ring
• ARPANet
• SATNet
• Packet rádio
• LAN
MODELO INTERNET
2 CAMADA DE INTERNET

Características:
• Lidam com endereçamento do pacote de informação
• Responsável pelo empacotamento dos dados, conhecidos como IP
Datagrama, e o seu roteamento..

Protocolo:
• ICMP
• IP
• ARP
• NAT
MODELO INTERNET
3 CAMADA DE TRANSPORTE

Características:
• Faz o controle de fluxo
• Controle de informação
• Define o nível de serviço e controla o status da conexão utilizada no
transporte dos dados.

Protocolo:
• TCP (Protocolo de controle de transmissão)
• UDP (Manda informações a um destinatário, sem se preocupar se elas
foram recebidas)
MODELO INTERNET
4 CAMADA DE APLICAÇÃO

Características:
• Define o protocolo de aplicação e como o programa realiza a
comunicação com os serviços da camada de transporte.

Protocolo:
• HTTP (Hiper Text Trans Protocol)
• FTP (Transferência de arquivos)
• TLS (Comunicação e criptografia entre servidores de e-mail)
• SIP (Para ligação telefônica)
• NETBIOS (Compartilhamento de arquivos dentro da rede Microsoft)
• SMTP (Protocolo padrão para envio de e-mails através da Internet)
• DHCP (Protocolo TCP/IP, oferece configuração dinâmica de terminais)
• Telnet (Proporcionar uma facilidade de comunicação baseada em texto)
• DNS (Sistema de gerenciamento de nomes hierárquico e distribuído)
PROTOCOLO TCP/IP
TCP/IPV4 32BITS
Este protocolo define a identificação de cada dispositivo numa rede, é
formado por quatro octetos binários, e é representado por números
decimais que não se repete dentro de uma mesma rede.

Possui 32 bits que variam entre posições de zeros ou um.

00000000. 00000000 . 00000000 . 00000000


0 ~ 255 0 ~ 255 0 ~ 255 0 ~ 255

Possibilita limitados e aproximadamente 4 bilhões de combinações,


existe também a versão IPv6 desse protocolo que utiliza representação
hexadecimal.
TCP/IPV4 32BITS

Exemplo:

Os IPs reservados que são utilizados exclusivamente em redes


internas e não são roteáveis.

192. 168. 0. 1
Estes IPs possuem intervalo utilizados para redes internas corporativas
denominados por classe.

Exemplo:
Classe A
Classe B
Classe C
INTERVALOS DE IP RESERVADO
ENDEREÇO DE IP VÁLIDO

São IPs de Internet, ele é único no planeta inteiro, no Brasil


geralmente são iniciados com as referencias abaixo

198. x. x. x
199. x. x. x
200. x. x. x
201. x. x. x
ENDEREÇO DE IP VÁLIDO

www.meuip.com.br
CAMADAS DE REDE

CAMADA DE (ATRIBULAÇÃO)
Também pode ser chamada de
camada de desconstrução e teste de paciência.

CAMADA 8