Você está na página 1de 51

Botânica

 Ramo da Biologia que estuda as plantas.


 Reino Plantae ou Metaphyta
Características das Plantas
 Multicelulares
 Eucariontes
 Parede celular de celulose
 Autotróficos fotossintetizantes
 Clorofilas a e b
 Originadas das algas verdes (Chlorophyta)
Evolução das plantas
Algas verdes
(Chlorophyta) Briófitas Pteridófitas Gimnospermas Angiospermas

Flores e frutos
Sementes
Vasos condutores de seiva
Embrião retido no gametângio feminino
Gametângios revestidos por células estéreis
Definições
 Talófitas: zigoto se transforma em talo
 Embriófitas: reprodução sexuada resulta num embrião
 Traqueófitas: possuem vasos condutores de seiva
(contrário às plantas avasculares)
 Espermatófitas: produzem sementes
 Antófitas: produzem flores
 Criptógamas: (cripto, adulto, e gamos, reprodução)
apresentam os órgãos reprodutores não visíveis
 Fanerógamas: (fanero, visível) apresentam os órgãos
reprodutores visíveis
Divisões (filos) mais representativas das plantas
Grupo Divisão Representantes
Hepatophyta Hepáticas
Briófitas Anthocerophyta Antóceros
Bryophyta Musgos
Lycophyta Licopódios e selaginelas
Pteridófitas Sphenophyta Equissetos ou cavalinhas
Pteridophyta Samambaias e filicíneas
Cycadophyta Cicadáceas
Ginkgophyta Ginkgo biloba
Gimnospermas
Coniferophyta Coníferas: pinheiros, cipestres e sequoias

Gnetophyta Gnetáceas

Angiospermas Anthophyta Plantas com flores e frutos


Briófitas
 Antóceros, hepáticas e musgos
 Lugares úmidos
 Pequeno porte (alguns centímetros)
 Avasculares
 Dioicas (gametófitos masculinos e femininos
independentes)
 Gametângios : anterídio (masc.) e arquegônio (fem.)
 Gametófito predominante sobre o esporófito
 Hepáticas e antóceros ainda apresentam talo
Partes de um musgo
Esporófito

Filoides

Cauloide

Rizoides
Ciclo reprodutor dos musgos
Ecologia
 Limo
Pteridófitas
 Primeiras plantas vasculares
 Xilema transporta seiva bruta e floema, seiva elaborada
 Impregnação de lignina (vasos lenhosos)
 Proteção dos esporos por esporopolenina
 Possuem raízes, folhas e caules
 Esporófito predominante sobre o gametófito
Partes de uma samambaia

Folha

Rizoma (caule subterrâneo)

Raízes
Reprodução das samambaias
Reprodução das samambaias

SOROS
Variedade
 Aquáticas
Variedade
 Xaxim
Variedade
 Samabaiaçu – até 20m de altura
Carbonífero
 360 milhões a.a.
Gimnospermas
 Vasos condutores (traqueófitas)
 Sementes (espermatófitas)
 Sem fruto (gimno = nu, sperma = semente)
 Esporófito dominante
 Esporófito desenvolve estróbilos (ou cones), ramos
modificados com função na reprodução sexuada
 Gametófito se desenvolve dentro do esporófito
 Reprodução independente da água
Principais grupos
 Coníferas
Principais grupos
 Cicanídeas
Principais grupos
 Ginkgophyta
 Gynkgo biloba
Estróbilo
Estróbilo
 Estróbilos masculinos produzem pólen.
 Estróbilos femininos produzem óvulos.
 O vento dispersa os grãos de pólen
(anemofilia).
 Ao chegar ao estróbilo feminino, o
pólen germina num tubo polínico,
que tem a função de levar o gameta
masculino (célula espermática) até
o feminino (oosfera)
Reprodução das Gimnospermas
Reprodução
A semente
Importância econômica
Angiospermas
 Angio = urna, sperma = semente
 Plantas com flores e frutos
 250 mil spp. Entre as 350 mil spp. de plantas
 Esporófito dominante: gametófito cresce dentro do
esporófito
 Flores: folhas modificadas com função reprodutiva
 Fruto: desenvolvimento da flor com função de
dispersão por zoofilia
A flor
Polinização
 Processo de transporte do pólen para as estruturas de
reprodução feminina
Reprodução das angiospermas
A semente
 São exemplos de angiospermas monocotiledôneas:
capim, cana-de-açúcar, milho, arroz, trigo, aveias,
cevada, bambu, centeio, lírio, alho, cebola, banana,
bromélias e orquídeas.

 São exemplos de angiospermas dicotiledôneas: feijão,


amendoim, soja, ervilha, lentilha, grão-de-bico, pau-
brasil, ipê, peroba, mogno, cerejeira, abacateiro,
acerola, roseira, morango, pereira, macieira,
algodoeiro, café, jenipapo, girassol e margarida.

Interesses relacionados