Você está na página 1de 11

Pontifícia Universidade

Católica de Goiás

ÁGUA NO SOLO

Disciplina: Geotecnia 1
Geotecnia I

Profa. : Melina Freitas Rocha


Água no solo

A água pode estar presente no solo de várias formas:

• Água de constituição
É a água presente dentro da constituição física do material, há
água compondo sua estrutura;

• Água adsorvida
É uma quantidade pequena de água ligada à parede do grão,
sendo retirada a altíssimas temperaturas;

• Água higroscópica
Geotecnia I

É uma quantidade de água que encontra-se envolta ao grão e


não conseguimos retirá-la na temperatura ambiente, necessita-se
de uma estufa;
2
Água no solo

• Água livre
É a água que se encontra solta, livre do grão, onde não há
ligação nenhuma. Essa conseguimos retirar na temperatura
ambiente;

• Água capilar
Capilaridade é a capacidade que a água tem em aderir a uma
superfície por tensão superficial;
Geotecnia I

3
Água no solo

• variação no tamanho
do poro;

• diminuindo o poro a
ascensão capilar
aumenta e o raio do
menisco diminui.
Geotecnia I

4
Água no solo

• quanto menor o
raio do poro,
maior a ascensão
capilar, maior a
sucção.
2Ts
(u a  u w ) 
Rs
Geotecnia I

4Ts 2Ts
hc  ou hc 
D w  w Rs
5
Água no solo

• A altura de ascensão capilar é, portanto, inversamente


proporcional ao raio do tubo.

• A tensão superficial da água, a 20°C, é de 0,073 N/m² .


Conclui-se que, em tubos com 1mm de diâmetro, a altura de
ascensão é de 3 cm. Para 0,1mm é 30cm; para 0,01mm é 3m...

A teoria do Tubo Capilar:


 Quando um tubo de vidro é colocado em contato com a
Geotecnia I

superfície livre de água, esta sobe pelo tubo até atingir uma
posição de equilíbrio;
Essa elevação da água é resultante do contato vidro-água-ar e da
tensão superficial da água.
6
Água no solo

• A curvatura é f(tipo de material e grau de limpeza)

-Fatores que influenciam na movimentação de água:


Geotecnia I

Vazios formam “tubos irregulares”;


No caso de solo não saturado, podem existir bolhas de ar que
impedem a passagem de água.
7
Água no solo

• A altura de ascensão capilar :


-Máxima ascensão capilar
-Limitada pelo comprimento do tubo
Geotecnia I

-Diferença de raio, solo seco a água não consegue vencer o poro


maior
- Para vencer teria que mergulhar o tubo

8
Água no solo

Exemplo 1:

Considerando-se o perfil estratificado apresentado a seguir,


constituído de areias uniformes de diferentes diâmetros, pede-se
determinar a altura de ascensão capilar para os níveis de lençol
freático NA1, NA2, NA3 e NA4, nos alinhamentos A e B.

• Camada 1: areia fina, d = 0,002 cm


• Camada 2: areia média, d = 0,02 cm
• Camada 3: areia fina, d= 0,002 cm
Geotecnia I

Considere a Ts da água a 20°C de 0,073N/m².

9
Água no solo

A B
0m

Camada 1

NA4
1,8 m

2,2 m
2,3 m NA3
Camada 2
NA5
3,0 m
NA2
3,8 m

4,2 m
Geotecnia I

Camada 3
NA1
4,6 m

5,0 m

10
Água no solo

A B
0m

Camada 1
diâmetro

NA4
1,8 m

2,2 m
2,3 m NA3
Camada 2
NA5
3,0 m
NA2
3,8 m

4,2 m
Geotecnia I

Camada 3
NA1
4,6 m

5,0 m

11