Você está na página 1de 8

Discentes: Alexandre Maike Carla Danyelle Moura Santos

PLANOS DE EDUCAÇÃO

EDUCACIONAIS E OS

AS REFORMAS

Daniela de Oliveira Neves

AS REFORMAS EDUCACIONAIS E OS

PLANOS DE EDUCAÇÃO

1920 - Início do processo de industrialização

AS REFORMAS EDUCACIONAIS E OS PLANOS DE EDUCAÇÃO • 1920 - Início do processo de industrialização

reivindicações

dos diferentes movimentos sociais ampliação do atendimento escolar. 1931 - IV Conferência Nacional de Educação.

1932 - Um grupo de educadores lançou um manifesto ao povo e ao governo Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova

A introdução da racionalidade científica na educação

AS REFORMAS EDUCACIONAIS E OS

PLANOS DE EDUCAÇÃO

1934 - A constituição federal absorveu parte do conteúdo do manifesto, definido como principal função do Conselho Nacional de Educação a elaboração do Plano Nacional de Educação. 1937 - Com o Estado Novo, imposto por Vargas a racionalidade estava presente no controle politico-ideológicos por meio da política educacional. 1945 - Até quando Vargas se manteve no poder por conta do golpe de 1937. 1946 a 1964 - Duas tendências entraram em conflito: a do nacionalismo desenvolvimentista com atribuição do Estado e a dos privatistas, que pregavam a liberação do ensino.

AS REFORMAS EDUCACIONAIS E OS

PLANOS DE EDUCAÇÃO

1961 - As duas tendências marcaram presença na (LDB) aprovada e a primeira que se referiu à distribuição de recursos públicos, dos quais a escola privada queria participar.

1962 - Primeiro plano nacional de educação, os planos que sucederam o de 1962 revelara- se mais tentativas frustradas do que efetivas.

1964 a 1985 - Com os militares no poder a concepção tecnicista de educação tornou a ideia de um plano nacional em instrumento de racionalidade tecnocrática, um vez que o ministério da educação se subordinava ao do planejamento.

1965 - Revisão do plano em razão da lei que estabeleceu o salário-educação.

 

1966

-

Revisão

do

plano

criados

os

ginásios

orientados

para

o trabalho.

Constituída um conjunto de metas qualitativas e quantitativas para ser alcançadas em oito anos

AS REFORMAS EDUCACIONAIS E OS

PLANOS DE EDUCAÇÃO

1995 - Posse Fernando Henrique Cardoso. O plano decenal foi abandonado. Iniciou-se o processo de concretização da politica educacional. Programa denominado Acorda Brasil: Está na Hora da Escola com cinco

pontos.

1- Distribuição de verbas diretamente para as escolas; 2- Melhoria da qualidade dos livros didáticos; 3- Formação de professores por meio da educação a distância; 4- Reforma curricular e estabelecimento de parâmetro curricular nacionais (PCN)- e diretrizes curriculares nacional (DCN);

5- Avaliação das escolas.

1997 - (Coned II) Congresso Nacional de Educação em Belo Horizonte em novembro. A DRU fundo de investimentos criado pelo governo estava em vigor desde 1993 as vésperas do plano real, quando o governo instituiu o fundo social de emergência. Transformou-se em Fundo de Estabilização Fiscal (FEF).

1998 - (Inep) Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, esse projeto deu entrada na Câmara dos Deputados em 12 de fevereiro. No dia 10 de fevereiro foi protocolado o encerramento do (Coned).

AS REFORMAS EDUCACIONAIS E OS

PLANOS DE EDUCAÇÃO

1999 - Surgiu a Campanha Nacional pelo Direito à Educação. 2000 a 2003 - Plano Avança Brasil.

2001 - MEC/Inep o projeto foi aprovado apenas em janeiro. PNE foi aprovado em 9 de janeiro.

AS REFORMAS EDUCACIONAIS E OS PLANOS DE EDUCAÇÃO • 1999 - Surgiu a Campanha Nacional pelo

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

OBJETIVOS

A elevação global do nível de escolaridade da população; A melhoria da qualidade de ensino em todos os níveis; A redução das desigualdades sociais e regionais no tocante ao acesso à escola pública e à permanência, com sucesso, nela;

A democratização da gestão

do

ensino

público nos

estabelecimentos oficiais, obedecendo aos princípios da

participação dos profissionais da educação na elaboração

do projeto pedagógico da escola e da participação da comunidades escolar e local em conselhos escolares e equivalentes.

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO OBJETIVOS • A elevação global do nível de escolaridade da população; A
Adicionar Título de Slide – 1
Adicionar Título de Slide – 1