Você está na página 1de 15

O AMBIENTE DAS

ORGANIZAÇÕES
Estruturas organizacionais e
Modelos de organograma.

Planejamento Empresarial e Empreendedorismo


Renata Oliveira Pires de Souza
ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS

Identificação das atividades e recursos


Análise das atividades e recursos
Ordenação e agrupamento das atividades e recursos

Estrutura organizacional
ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS

COMPONENTES DAS ORGANIZAÇÕES

RECURSOS

• HUMANOS OBJETIVOS
• MATERIAIS
• FINANCEIROS • PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO • PRODUTO
• INFORMAÇÕES • DIVISÃO DO TRABALHO • SERVIÇOS
• ESPAÇO
• TEMPO
Tipos de Organizações

2 Empresas Privadas
1 Empresas Públicas
• Organização de negócios que tem objetivo de
vender produtos e serviços e obter lucro
• Parte do governo
• Lucro = dinheiro que sobra depois das despesas
• Empresas que administram o
Estado e prestam serviços aos • Criada pelo investimento de pessoas físicas e
cidadãos jurídicas que dão uma quantia de dinheiro – capital
• Ex: Caixa Econômica Federal e a • Quem tem o capital é o proprietário da empresa
Empresa Brasileira de Correios e
• Ex: Medley Farmacêutica, Bosh, Samsung.
Telégrafos.
Tipos de Organizações

• Organizações de utilidade publica


• Origem na sociedade
• Organizações não governamentais – ONG
• Sem fins lucrativos – não quer lucro, apenas
uma função social
3 Terceiro Setor • Função social: educação, assistência médica,
desenvolvimento humano
• Ex: Médicos sem fronteiras, hospitalhaços,
greenpeace.
MODELOS DE ORGANOGRAMAS

Organizações tem o mesmo objetivo: fornecer


produtos/serviços para clientes, mas cada empresa o
faz de forma diferente.
Cada departamento é responsável por um grupo de
ORGANOGRAMA tarefa, cliente, produto ou área geográfica.
Relação gráfica entre
órgãos e funções que Departamentalização: é o agrupamento, de acordo com
representa a estrutura um critério específico de homogeneidade das atividades
e correspondente recursos (humanos, financeiros,
organizacional materiais e equipamentos) em unidades organizacionais
Organização por pessoas
Organograma Organização por pessoas:
• Designar responsabilidades para
“humanograma”
pessoas, de acordo com suas
competências João
• Distribuição de tarefa entre
pessoas
Maria Carlos
• Estrutura organizacional muda
conforme mudança de pessoal
Ana Teresa
• Comum em pequenas empresas

José
Organização Funcional

•Atribuir a cada unidade


Organograma Organização Funcional
responsabilidades por uma
função organizacional
ADMINISTRAÇÃO
(operações, marketing,
GERAL
finanças, RH).
•Há um administrador Marketing Finanças Logística RH
principal e logo abaixo os
integrantes de cada escalão. Vendas Adm. Financeira Compras Pessoal
Promoção Tesouraria Armazéns Serviços Gerais
•Para empresas de pequeno Pesquisa Contabilidade Distribuição Segurança

e grande porte Assistência Técnica


Organização Territorial

• Departamentalização com Organograma Organização Territorial


base em critérios
geográficos ADMINISTRAÇÃO
GERAL
• Quando organização opera
em uma área grande ou em
locais diferentes Campinas Jaguariúna Americana Hortolândia
• Cada local precisa de
recursos e certa autonomia Marketing Marketing Marketing Marketing
Produção Produção Produção Produção
• Critério territorial pode ser Finanças Finanças Finanças Finanças
aplicado abaixo do RH RH RH RH
administrador principal ou
mesmo em níveis inferiores
Organização por Produto

• Quando empresa trabalha com


vários produtos ou serviços
diferentes entre si Organograma Organização por Produto
• Cada unidade tem
responsabilidade e autoridade GERENTE GERAL
relativa a um tipo de DE VENDAS
produto/serviço
• Por empresas industriais ou
Produto X Produto Y Peças e serviços
comerciais
• No primeiro escalão ou em
níveis inferiores
Organização por Cliente
• Quando organização atende Organograma Organização por Cliente
diferentes clientes (iguais ou
não) com necessidades ADMINISTRAÇÃO
muito diferentes GERAL
• Forma de garantir satisfação
do cliente Administração e Criação e
Atendimento
Finanças Produção
• Usada em qualquer nível
hierárquico e área funcional
• Usada por lojas de Empresas Bancos
departamentos, fabricantes
de produtos ao consumidor
final, agencias de
Governo
propaganda, bancos.
Organização por Projetos
• Projetos são sequencias de atividades que tem começo e fim Organograma Projetos Funcionais
programados e tem um objetivo particular.
ADMINISTRAÇÃO GERAL
• Objetivo é chamado de resultado ou produto
• Organização por projetos utilizada quando houver um Marketing Consultoria Auditoria
empreendimento temporário que irá resultar em um Finanças
produto singular. Logística Projeto A Projeto C
RH Projeto D
• Projeto pode ser funcional, autônomo, ou estrutura matricial Projeto B

Organograma Estrutura matricial Organograma Projetos Autônomos


ADMINISTRAÇÃO GERAL
ADMINISTRAÇÃO GERAL
Gerente de Projetos
Gerente e
Marketing Finanças Logística equipe de
Marketing Consultoria Auditoria Sistemas de
Finanças Informação Vendas projetos
Pessoas Pessoas Tesouraria Compras
Logística Pessoas Promoção Contabilidade Armazéns
da área da área
RH Pesquisa Distribuição
da área
Organização por Processos

• Organização como conjunto de processos • Cadeia horizontal de processos


interligados
• Orienta todas as funções para a
• Administrar as funções permanentes como solução de um problema
elos de uma corrente

Desenvolvimento
de fornecedores Venda e Serviço
Produção Armazenagem
e aquisição de distribuição pós-venda
matérias-primas
Organização por Unidade de Negócios
Organograma Organização por Unidade de Negócios
• Conforme
organizações
crescem, suas ADMINISTRAÇÃO GERAL
áreas de atuação
se diversificam e
INFORMAÇÃO E AUTOMAÇÃO E MARKETING
é necessário a COMUNICAÇÃO CONTROLE
ENERGIA TRANSPORTES
FINANÇAS
descentralização RH
Redes de Geração de
das atividades e informação e
Automação
energia
Sistemas de
transportes
da autoridade comunicação Soluções e
serviços
Telefonia celular Transmissão
industriais
e distribuição
Tecnologias de energia
Business Service
de Construção
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Estrutura organizacional: uma


abordagem para resultados e competitividade. São Paulo: Atlas, 2006.
CHIAVENATO, Idalberto. Princípios da Administração: O essencial em
Teoria Geral da Administração. 2ed. Monole: Barueri, 2012.
MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Introdução à Administração. 8ed.
Atlas: São Paulo, 2011.

Você também pode gostar