Você está na página 1de 8

Vigas Gerber

São vigas decompostas em diversas vigas isostáticas que


as constituem de estabilidade própria e vigas que se apoiam
sobre as demais (sem estabilidade própria).

Fonte : livro Sussekind 1


Vigas Gerber - resolução

As vigas Gerber por serem vigas isostáticas simples,

podem ser calculadas estabelecendo o equilíbrio de cada uma


delas. Resolvendo primeiramente as vigas que não tem equilíbrio
próprio e transmitindo a carga para as vigas com estabilidade
própria. Nas vigas Gerber, as rótulas apresentam momento nulo.

2
Decomposição das vigas Gerber
• A viga AB – instável
• A viga BC – engastada (estável).
• Primeiramente determina-se a reação
em B, a partir da viga instável AB. Esse
valor é transferido como reação (3a lei
de Newton) para a viga BC.

• A viga AB – instável
• A viga BCD – biapoiada (estável).
• Primeiramente determina-se a reação
em B, a partir da viga instável AB. Esse
valor é transferido como reação (3a lei
de Newton) para a viga BCD.
3
Decomposição das vigas Gerber

4
Determinação das reações
 F y 0
RA  RB  20 X 4  40  0
RA  RB  120kN

 M A 0
 40 X 4  3.RB  80 X 2  0
RB  106,7kN ; RA  13,3kN

 F y 0
RC  40  120  0  RC  160kN

 M C 0
MC 120 x1,5  40 x3  0
MC  300kN .m
5
Diagrama Esforço Cortante - vigas Gerber

 F y 0
 F y 0  M A 0
RC  40  120  0  RC  160kN
RA  RB  20 X 4  40  0  40 X 4  3.RB  80 X 2  0
RA  RB  120kN RB  106,7kN ; RA  13,3kN  M C 0
MC 120 x1,5  40 x3  0
MC  300kN .m 6
Diagrama Esforço Cortante - vigas Gerber

Da semelhança entre triângulos é possível determinar AP.

13,3 AP
  AP  0,67 m
46,7 3  AP
7
Diagrama do Momento Fletor - DMF
• Áreas dos triângulos de
P
S
bases AP e PB: (13,3 x
0,67)/2 = 4,4 e (-46,7 x
2,33)/2 = - 54,4

• Área do triângulo de base


SR1: 40x1/2 = 20

• Área do trapézio:
• Nas rótulas, momento fletor nulo. (- 40 - 160)x3/2 = -300
• Lembrando que para cargas distribuídas, o
DMF é uma parábola. 8