Você está na página 1de 11

FUND SOCIOLÓGICOS DO

COMPORTAMENTO
OBJETIVO: Explicar sobre a Psicologia Social, bem como influências sociais
Para se entender o comportamento.

INTERAÇÃO SOCIAL: Processo que ocorre entre dois ou mais indivíduos, em


que a ação de um deles é ao mesmo tempo resposta a outro indivíduo e estímulo
para as ações deste. As ações de um são, simultaneamente, um resultado e
uma causa das ações do outro.

PSICOLOGIA SOCIAL: Estuda os comportamentos resultantes da interação


entre os indivíduos.

Os comportamentos resultantes da interação social, são chamados interpessoais


ou sociais, que ocorrem de formas diferentes, como ex: um sôco, um abraço, uma
expressão facial ou palavras proferidas oralmente ou escritas.
FUND SOCIOLÓGICOS DO
COMPORTAMENTO
Nota:: o comportamento interpessoal não necessariamente se dá apenas
quando estão juntas dois ou mais indivíduos; pode ocorrer quando você está
sozinho se preparando para encontrar alguém ou depois do encontro.

COMPORTAMENTO SOCIAL DO INDIVÍDUO:

SOCIALIZAÇÃO: processo pelo qual o indivíduo adquire padrões de comportamento


Que são habituais e aceitáveis nos seus grupos sociais. Aprender a ser membro de
uma família, uma comunidade, grupo social, começa na infância. A influência da
cultura, da sociedade em que o indivíduo vive é enorme na formação de sua
personalidade.

PERCEPÇÃO SOCIAL: processo pelo qual formamos impressões a respeito de


uma outra pessoa ou grupo de pessoas. Forma de fazer julgamneto sobre o outra.
FUND SOCIOLÓGICOS DO
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO SOCIAL DO INDIVÍDUO:

ATITUDES: maneira organizada e coerente de pensar, sentir, reagir a um


determinado objeto que pode ser uma pessoa, um grupo de pessoas, uma questão
social, um acontecimento, enfim, qualquer evento, coisa, pessoa, idéia, etc.
Atitude pode ser positiva ou negativa. As atitudes têm três componentes: Cognitivo,
Afetivo e Comportamental.

COGNITIVO: formados pelos pensamentos, crenças a respeito do objeto;


AFETIVO: sentimentos de atração ou repulsão em relação ao objeto;
COMPORTAMENTAL: representação pela tendência de reação da pessoa em
relação ao objeto da atitude.
FUND SOCIOLÓGICOS DO
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO DO GRUPO:

GRUPO: pluralidade de indivíduos que estão em contato uns com os outros, que
se consideram mutuamente e que estão conscientes de que têm algo
significativamente importante em comum (Olmstde, 1970).

GRUPO PRIMÁRIO: é aquele que caracteriza-se pela existência de laços afetivos


íntimos e pessoais unindo seus membros. É pequeno, contato face-a-face, com
comportamento interpessoal informal e espontâneo. Ex: família.
GRUPOS SECUNDÁRIOS: relação é formal e impessoal. O grupo não é um fim em
si mesmo, mas um meio para que seus componentes atinjam fins externos ao
grupo. Pode ser pequeno ou grande. Ex: sala de aula, escritório do trabalho.
FUND SOCIOLÓGICOS DO
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO DO GRUPO:
POSIÇÃO: conjunto de direitos e deveres do indivíduo no grupo. Na posição você
exerce os direitos e deveres. Numa empresa pode existir a posição formal e informal.

STATUS: está relacionado com posição, mas com uma diferença, a qual se refere
ao valor diferencial de cada posição.

PAPEL: comportamento esperado da pessoa que ocupa determinada posição com


determinado. Você pode desenvolver vários papéis na sociedade, por este motivo
Podem surgir conflitos de papéis.
FUND SOCIOLÓGICOS DO
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO DO GRUPO:
LIDERANÇA: influência que certos membros de um grupo exercem sobre os demais.

Mito: Liderança = Inata ou Aprendida? Atualmente niguém é considerado líder, mas


Atua como líder em determinadas situações. Só existe um líder se existir um grupo e
uma pessoa só será lider de um grupo, apenas enquanto o grupo o desejar.

Tipos de liderança:

AUTOCRÁTICO – é aquele que determina toda a atividade do grupo; é o que


acredita que usará autoridade e todos lhe obedecerão, independente de
justiça ou injustiça. Neste contexto as relações interpessoais sofrem
deterioração, sendo manifestado pelos subordinados revoltas, retração,
Resistência.
FUND SOCIOLÓGICOS DO
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO DO GRUPO:
Continuação Tipos de liderança:

DEMOCRÁTICO – é o que dirige um grupo social qualquer com o apoio e


colaboração espontâneo e consciente de seus membros, interpretando e
sintetizando o pensamento e anseios do grupo. Pessoas sob esta liderança
integram-se no trabalho livremente, com otimismo e confiança.

LAISSEZ-FAIRE – é o que concede ao grupo completa liberdade de ação e


não atua como líder. Este tipo de liderança é fonte de atritos, anarquia,
Desorganização e balbúrdia.
PERCEPÇÃO E SENSAÇÃO
PERCEPÇÃO: processo de recepção, seleção, aquisição, transformação e
organização das informações fornecidas através dos nossos sentidos.
(BARBER E LEGGE, 1976)

SENSAÇÃO: simples consciência dos componentes sensoriais e das dimensões


da realidade(mecanismo de recepção de informações).

Sentir e perceber são processos únicos que é da recepção e interpretação das


informações.
Determinantes da Percepção – 1)órgãos receptores, nervos condutores e cérebro;
2) Características do estímulo e 3) estado psicológico de quem percebe.
PERCEPÇÃO E SENSAÇÃO
Perceber é tomar conhecimento de um objeto. A Atenção é uma condição
essencial para que haja percepção. Quem percebe seleciona aspectos do
meio ambiente, porque a pessoa não percebe todos os estímulos do ambiente.
Sendo assim, a percepção é a seleção de estímulos por meio da atenção.

As características do estímulo são as condições externas ao percebedor. Há


estímulos que não são percebidos pelo homem. Portanto a percepção é limitada
ao homem.

Exemplos de algumas características: Intensidade, tamanho, forma, cor e


mobilidade.
A repetição ou a frequência de um estímulo diminui a percepção do mesmo, ex:
deixar de ouvir o ruído de um relógio. A repetição chama atenção quando aparece
algumas vezes.
PERCEPÇÃO E SENSAÇÃO
Estado psicológico de quem percebe – seus motivos, emoções e expectativas
fazem com que perceba , preferencialmente, certos estímulos do meio. Também
quem está com fome sente-se mais atraído por estímulos comestíveis e tende a
percebê-los mais facilmente.

Temos a tendência de percebermos o mundo mais como cremos e queremos


que ele seja do que como nos informam os diferentes estímulos que chegam
aos nossos órgãos dos sentidos.

Aprendizagem e Percepção: a percepção é um processo inato ou aprendido?


A percepção sempre tem um componente aprendido, mas não é uma questão
exclusiva de aprendizagem. A percepção resulta de uma interação complexa
entre tendências inatas, maturação e aprendizagem.
PERCEPÇÃO E SENSAÇÃO

Vejam a figura:
http://www.canalkids.com.br/saude/sentidos/index.htm

Você também pode gostar