Você está na página 1de 12

INIBIDORES DO SISTEMA

COMPLEMENTO E APLICAÇÕES
DO SISTEMA COMPLEMENTO
Gabriel Martins
Ana Regina
Lyandra
Sistema Complemento (SC)
◦ O Sistema Complemento foi descoberto por Bordet & Gengou por volta de 1890.

◦ Percebeu-se um componente termo lábil do soro que era capaz de lisar bactérias. E que a
atividade era inativada pelo aquecimento do soro a 56 graus C por 30 minutos.
Definição:
◦ Designa-se SC a um complexo protéico polimolecular constituído por cerca de 30 moléculas que
se encontram no plasma sanguíneo, nas membranas celulares e desempenham um papel
importante em diferentes tipos de reações imunoinflamatórias.

◦ O complemento pode opsonizar bactéria para uma melhor fagocitose; pode recrutar e ativar
várias células incluindo células polimorfonucleares e macrófagos; pode participar na regulação de
respostas de anticorpos e pode auxiliar na eliminação de complexos imunológicos e células
apoptóticas.
◦ Opsonização: fixam-se opsoninas ou fragmentos do complemento na superfície bacteriana,
permitindo a fagocitose (C3b principal opsonina do complemento).
◦ São produzidas por uma variedade de células incluindo, hepatócitos, macrófagos e
células epiteliais do intestino.

◦ Algumas proteínas do complemento ligam-se a imunoglobulinas ou a


componentes de membrana das células.

◦ Outras são proenzimas que, quando ativadas, clivam uma ou mais outras
proteínas do complemento. Com a clivagem algumas das proteínas do
complemento liberam fragmentos que ativam células, aumentam a permeabilidade
vascular ou opsonizam bactéria.
Ativação do complemento

◦ Vídeo realizado pelos discentes da Universidade Federal do vale do São Francisco:


◦ https://www.youtube.com/watch?v=dm3nXwyxDg4
Via Lítica
◦ C5a gerado na via lítica tem várias e potentes atividades biológicas. É a mais
potente anafilotoxina. Além disso, é um fator quimiotáctico para neutrófilos e
estimula a queima respiratória neles e estimula a produção de citocina inflamatória
pelos macrófagos. Sua atividade é controlada pela inativação pela carboxipeptidase
B (C3- INA).

◦ Anafilotoxinas C4a, C3a e C5a (em ordem crescente de atividade) são todas as
anafilotoxinas que causam degranulação celular de basófilos/mastócitos e
contração de células da musculatura lisa.
Produtos do complemento