Você está na página 1de 28

Saúde do Trabalhador

Enfº Wesley Lima


Segurança do trabalho

 É o estudo e a execução de medidas que


visam à remoção das condições inseguras,
dos atos inseguros e dos riscos de trabalho,
a fim de eliminar ou reduzir o número e/ou a
gravidade dos acidentes de trabalho e das
doenças ocupacionais.
Acidente do trabalho

 É o acidente que decorre no exercício do


trabalho, a serviço do empregador ou no
trajeto de ida e volta do emprego,
provocando lesão corporal, perturbação
funcional ou doença que cause a morte,a
perda ou a redução, permanente ou
temporária, da capacidade para o trabalho.
Atualmente:

400.000 acidentes de trabalho, por ano, com


4.000 mortes.
 Estima-se que o país gaste aproximadamente 6
bilhões de dólares, por ano, para custear as
despesas decorrentes dos acidentes de trabalho
e das doenças ocupacionais: tratamentos,
multas, afastamentos, indenizações, etc.
Doença do trabalho

 Equipara-se ao acidente de trabalho para fins


legais. Elas são classificadas como: doenças
do trabalho típicas e atípicas.
RISCOS FÍSICOS
 Ruído – Temperatura – Vibração – Radiação
– Pressão
RISCOS QUÍMICOS
 Elementos gasosos, líquidos ou sólidos que
se absorvidos pelas vias respiratórias,
cutâneas ou digestivas provocam reações
tóxicas.
RISCOS BIOLÓGICOS

 São os micro-organismos (bactérias, fungos,


vírus, bacilos, parasitas, entre outros)
presentes nos ambientes de trabalho.
RISCOS ERGONÔMICOS:

 A Ergonomia dedica-se aos seguintes aspectos


das condições de trabalho: levantamento,
transporte e descarga de materiais, mobiliário,
equipamentos, condições ambientais do posto
de trabalho, organização do trabalho.
RISCOS DE ACIDENTES

 Arranjo físico deficiente, máquinas e


equipamentos sem proteção, ferramentas
inadequadas ou defeituosas, iluminação
inadequada, armazenamento inadequado,
outras situações que possam gerar
acidentes.
As causas básicas do acidente de trabalho são:

 ATO INSEGURO:É o comportamento do


trabalhador contrário às normas de
segurança, que coloca em risco a sua saúde
ou a sua integridade física, ou a de terceiros.
O próprio funcionário é quem causa o
acidente de trabalho.

 Correria, não uso de EPIs, preconceito, gosto


pelo risco, desrespeito às normas de
segurança, imprudência, negligência,
imperícia, distração, pressa, indisciplina, etc.
As causas básicas do acidente de trabalho são:

 CONDIÇÃO INSEGURA:São irregularidades nas


instalações, máquinas ou equipamentos de trabalho
que causam acidentes. A empresa é a responsável
pelo acidente de trabalho.

 Ferramentas defeituosas, pisos escorregadios,


exalação de gases tóxicos, falta de EPIs, instalações
inadequadas (construção improvisada, ventilação e
iluminação inadequada, falta de limpeza e sanitários
deficientes), horário excessivo de trabalho, máquinas
mal protegidas e mal mantidas.
Perdas
As perdas são os resultados de um
acidente, que geram vários tipos de perdas:
às pessoas, à propriedade, aos produtos, ao
meio ambiente e aos serviços.
Acidente e incidente
Os incidentes são eventos que antecedem as
perdas, isto é, são os contatos que poderiam
causar uma lesão ou dano.

Quando se permite que tenham condições


abaixo do padrão ou atos abaixo do padrão,
aumentam as chances de ocorrerem incidentes
e acidentes.
Trabalho sem segurança ainda é muito comum.......
ONDE ESTÁ A SEGURANÇA??????
ONDE ESTÃO OS EPIs?????????????
ESSE IMPROVISO NÃO VAI DAR CERTO.........
EPIs / EPCs
E NA ÁREA RURAL?...
VOCÊ É O MAIOR RESPONSÁVEL
PELA SUA SEGURANÇA
OBRIGADO!

Interesses relacionados