Você está na página 1de 31

INTRODUÇÃO

LEGISLAÇÃO
I - NOÇÕES BÁSICAS DO DIREITO
1) CONCEITO.

DIREITO: (latim) DIRECTUM


Aquilo que é reto.

Num sentido figurado, DIREITO passou ser


sinônimo :
de regra, de norma, de lei.
Leis físicas indicam aquilo que, na natureza,
necessariamente é.

Leis jurídicas indicam apenas aquilo que na


sociedade deve ser.

Direito é a ciência do deve ser.


A sociedade é o berço do Direito:
Onde está o homem, está o Direito,
ubi homo, ibi jus.
George Santayana (filósofo - Madri- 1863):

"O homem é um ser gregário, muito mais do

ponto de vista mental do que físico; embora

goste de dar sozinho uma caminhada,

sempre deseja que suas opiniões sejam

compartilhadas".
RAMOS DO DIREITO:

DIREITO NATURAL :

“Ordenamento ideal, corresponde a uma justiça


superior e suprema”
DIREITO POSITIVO :

“É o conjunto de normas de conduta e de organização


que consagradas pelo Estado, se impõem coativamente,
visando a disciplina da convivência social”.

"Direito é a regra de conduta, com força coativa".

Característica : COAÇÃO
DIREITO OBJETIVO:

É o mesmo do Direito Positivo, ou seja, imposto pelo


Estado e dirigida a todos, como norma geral de agir.

- norma agendi -
DIREITO SUBJETIVO:

É a faculdade que tem o indivíduo de exigir que o


Direito Objetivo seja acionado para a garantia de
seus interesse pessoais.

- facultas agendi -
2) FONTES do DIREITO:

Diretas Lei
Fontes Costume
do
Direito Doutrina
Indiretas
Jurisprudência
a) LEI:

“A norma imposta pelo Estado e tornada obrigatória


na sua observância, assumindo forma coativa”
( segundo Ruggiero- Maroi )
b) COSTUME:

É a reiteração constante de uma conduta, na

convicção de ser a mesma obrigatória. Na falta de lei

o juiz, pode decidir a questão de acordo com costume.


c) DOUTRINA:

É a interpretação da lei, feita pelos estudiosos da

matéria, em comentários, aulas, tratados, pareceres,

monografias, etc.
d) JURISPRUDÊNCIA:

É o modo pelo qual os juízes e tribunais se orientam

nas soluções das diferentes questões. Firma-se por

sentenças (decisões, resoluções) ou acórdãos

proferidos nas demandas”.


PROCESSO LEGISLATIVO:
É o conjunto de regras que informa a elaboração da
lei.

EMENDAS À CONSTITUIÇÃO:
_ São leis constitucionais que modificam parcialmente
a Constituição.
_ Discussão e votação: em cada Casa do Congresso,
em 2 turnos .
_ Aprovação: precisa de 3/5 dos votos dos respectivos
membros.
LEIS COMPLEMENTARES:

_ Elaboração:
já indicada ou sugerida na própria Constituição.

_ Aprovação:
maioria absoluta dos votos, das duas Casas do
Congresso.
LEIS ORDINÁRIAS:

_ São as leis comuns.

_Formulação: Congresso Nacional, Assembléia


Legislativa e Câmara dos Vereadores.
FASES DE ELABORAÇÃO DA LEI ORDINÁRIA :

a)- INICIATIVA : Projeto de Lei


Ex.: Lei Federal : Poder Legislativo - Congresso
Nacional Poder Executivo

b)- APROVAÇÃO da LEI:-

PROJETO DE LEI LEI


( Estudos, Debates, Discussões e Deliberação )
c)- SANÇÃO (OU VETO):
Formulação da Proposição

d)- PROMULGAÇÃO:-
Quando incorpora ao Direito.

e)- PUBLICAÇÃO:-
Em Diário Oficial
MEDIDAS PROVISÓRIAS:

_ são normas com força de lei baixada


pelo Presidente da República, em caso de
relevância e urgência. Têm de ser
submetidas de imediato ao Congresso
Nacional. Perdem a eficácia em 60 dias da
publicação se não forem convertidas em lei
ordinária.
HIERARQUIA DAS LEIS:
PIRÂMIDE
KELSENIANA
VIGÊNCIA DA LEI:

_ Conhecimento público: publicação no


Diário Oficial.
_ Costumam indicar a data em que
entrarão em vigor.
_ Caso contrário, entrarão em vigor 45
dias após publicação.
- REVOGAÇÃO DA LEI:-

_ declara expressamente
_ matéria incompatível
_ regula inteiramente a matéria
anterior
IRRETROATIVIDADE DA LEI:-

- Em princípio, a lei não deve ser


retroativa. Regula situações presentes
e futuras.

- Por exceção, terá que respeitar sempre o


direito adquirido.
ATOS ADMINISTRATIVOS NORMATIVOS:
- Segundo Hely Lopes Meireles, "são aqueles
que contêm um comando geral do executivo,
visando a correta aplicação da Lei".
Decretos: _ são atos da alçada do chefes do
Executivo.
Regulamentos: _ são regras disciplinadoras de
certos assuntos, baixadas por decreto.
Regimentos:_ são normas de organização
interna.
ATOS ADMINISTRATIVOS NORMATIVOS
Resoluções administrativas:
são comandos da alçada de autoridades
superiores.
Deliberações:
são determinações de órgãos colegiados.

Instruções, Circulares, Portarias, Ordens de


serviços, etc.:
são determinações administrativas semelhantes,
que visam a ordenação dos serviços.
3) ATOS JURÍDICOS:-

“São manifestações da vontade produzindo


efeitos que o DIREITO regulamenta”.

Classificação : Quanto à natureza:


_ Unilaterais e Bilaterais -
_ Lícitos e Ilícitos
3) ATOS JURÍDICOS:-

ATO ILÍCITO: (Cód. Civil ) “É todo ato que


por ação ou omissão voluntária, negligência
ou imprudência violar o Direito ou causar
prejuízos a outrem”.
ATO ILÍCITO DIREITO CIVIL
CRIME DIREITO PENAL

Art. 159 - Cód. Civil : “Aquele que por ação ou


omissão voluntária, negligência ou imprudência
violar o Direito ou causar prejuízo a outrem, fica
obrigado a reparar o dano”.
Ato Ilícito Dano ou Prejuízo

Responsabilidade Compensação
Civil Financeira
DOLO : “Quando tem pleno conhecimento do
mal e o propósito consciente de o praticar”.

CULPA: “Imprevisão do previsível”.


MODALIDADES DE CULPA

1- IN ELIGENDO : Proveniente da má escolha de


representantes.
2- IN VIGILANDO : Falta de fiscalização do
responsável.
3- IN CUSTODIENDO: Falta cautela ou atenção em
torno da coisa ou pessoa sob
seus cuidados.
4- IN COMMITENDO : Proveniente de imprudências.
5- IN OMITTENDO: Proveniente de negligência /
omissão.