Você está na página 1de 31

Cinética

Química

Professor
Bruno Rafael

1
Estuda a rapidez (velocidade) com quem uma R.Q.
acontece, bem como seus fatores que podem
alterar. A equação deve está balanceada.
Vm = [ Final] – [ Inicial ]
∆T
Há uma diminuição dos reagentes, por serem
consumidos e um aumento dos produtos ao serem
produzidos.
Teoria das Colisões
É o choque efetivo entre as partículas no estado
gasoso, por esse motivo é que ocorre um R.Q.
porque ocorre uma quebra e um reagrupamento.
Ex: H2 + I2 → 2HI 2
Condições para ocorrência de uma R.Q.
Afinidade
Contato
Colisão favorável - orientação
Gerar a energia de ativação - Eat
Reagentes iônicos reagem mais que os sólidos
Temperatura – a cada aumento de 10°C duplica
a velocidade
Catalisador: quanto menor a energia de ativação
(Eat) maior a velocidade da R.Q.
O aumento da [ ] dos reagentes aumenta o n° de
partículas e com isso o aumento das colisões 3
Lei da Velocidade
V = K. [ A ]x. [ B ]y...
Obs. Não entra substância no estado sólido ou
líquido e sempre pegar a reação mais lenta se ela
for mais de uma, no caso sucessiva.

4
O que é Cinética Química
 É o estudo da
velocidade das ► Fatores de Cinética Química
reações, de como a
velocidade varia em • Velocidade de uma reação
função das • Natureza dos Reagentes
diferentes
condições e quais • Contato entre Reagentes
os mecanismos de • Teoria de Colisão
desenvolvimento de
uma reação”. • Velocidade de Reação
• Catalisador
• Energia de Ativação
Condições para a ocorrência de reações
• Existem vários fatores responsáveis pela
ocorrência de uma reação. Entre eles, temos:
Superfície de contato, Temperatura,
Concentração dos reagentes, Estado físico,
Concentração dos reagentes, Pressão, Luz entre
outros fatores diretamente ligados as reações.

Natureza dos Reagentes


 Substâncias diferentes podem ou não reagir. Quando
ocorre uma reação dizemos que existe “afinidade” entre os
reagentes. É muito difícil quantificar essa “afinidade”,
mesmo sabendo que ela existe.
Contato entre os Reagentes

• Essa é a condição mais evidente para a


ocorrência de uma reação. Ácidos e bases,
por exemplo, mesmo que apresentem
afinidade, não irão reagir se estiverem
contidos em frascos separados. O contato
entre os reagentes permite que ocorram
interações entre os mesmos, originando os
produtos.
Teoria da Colisão
• Quando colocamos em contato os reagentes, as
partículas que os compõem irão colidir umas com as
outras, e parte dessas colisões, dependendo da sua
orientação e energia, poderão originar produtos. Em
todas as reações, os átomos que formam os reagentes
se rearranjam, originando os produtos. No entanto,
nem todos os choques entre as partículas que
compõem os reagentes dão origem a produtos
[choques não efetivos]. Os choques que resultam em
quebra e formação de novas ligações são
denominados eficazes ou efetivos. No momento em
que ocorre o choque em uma posição favorável,
forma-se uma estrutura intermediária entre os
reagentes e os produtos, denominada complexo
ativado.
Fatores que influenciam na velocidade da
reação:

• Superfície de contato: Quanto maior a superfície


de contato, maior será a velocidade da reação.

• Temperatura: Quanto maior a temperatura,


maior será a velocidade da reação.

• Concentração dos reagentes: Aumentando a


concentração dos reagentes, aumentará a
velocidade da reação.

• Estado físico: O estado físico tambem é de


grande influencia na reação, estados físicos
diferentes reagem de forma não uniforme.
• Concentração dos reagentes: o aumento da
concentração dos reagentes promove o aumento
do número de colisões entre as moléculas. Isso
faz com que a probabilidade de colisões efetivas
acontecerem para a formação do complexo
ativado seja maior.
• Pressão: um aumento de pressão em um sistema
em reação implica uma diminuição em seu
volume, assim com maior numero de partículas,
maior o numero de colisões.
• Luz: a presença de luz de certo comprimento de
onda também pode acelerar certas reações
químicas.
Catalisador
• O catalisador é uma substância que aumenta a
velocidade da reação, sem ser consumida durante tal
processo.
• A principal função do catalisador é acelerar a reação.
Observe
• Inibidor: é uma substância
que retarda a velocidade da
reação.
Veneno: é uma substância
que anula o efeito de um catalisador.
Energia de ativação

• “Energia de ativação é a energia mínima


necessária para que a reação ocorra”
• A energia que uma molécula possui depende da
natureza da molécula. Se a molécula é um único
átomo, ela possui energia cinética devida a sua
movimentação. Ela também possui energia adicional
se alguns de seus elétrons estão em um estado de
maior energia que o estado normal, chamado de
estado original. Um átomo ou molécula é dita como
estando no estado excitado, especificamente um
estado eletrônico excitado, quando ela possui esta
energia adicional.
CINÉTICA QUÍMICA

É o estudo da velocidade das reações e os fatores


que nela influenciam .

13
CINÉTICA QUÍMICA

14
CINÉTICA QUÍMICA

15
CINÉTICA QUÍMICA

16
CINÉTICA QUÍMICA

Cálculo da Velocidade Média de uma Reação: dividir


a velocidade média de consumo ou formação pelo
coeficiente estequiométrico apropriado.

17
CINÉTICA QUÍMICA
Condições de ocorrência de reações
1.Afinidade química
2.Contato entre os reagentes
3.Choques eficazes
Uma reação química ocorre através das colisões efetivas
( eficazes) entre as substâncias reagentes.

Colisão Efetiva = colisão geometricamente perfeita com


energia suficiente para alcançar o complexo ativado,
estrutura intermediária entre reagentes e produtos.
18
TEORIA DAS COLISÕES:

HI + HI

I2 + H2

I2 H2
19
- Complexo ativado (instável e altamente
energético): onde as ligações iniciais se
enfraquecem e as novas ligações começam a
se formar.

20
- Energia de Ativação (Ea): quantidade de
energia fornecida aos reagentes para que
eles se transformem em complexo ativado.

- Quanto menor a
Energia de Ativação
(Ea), maior a velocidade
da reação, e vice-versa.

21
CINÉTICA QUÍMICA
Fatores que influem na
velocidade das reações

SUPERFÍCIE DE CONTATO

22
CINÉTICA QUÍMICA
Fatores que influem na
velocidade das reações

SUPERFÍCIE DE CONTATO

23
CINÉTICA QUÍMICA
Fatores que influem na
velocidade das reações

TEMPERATURA: aumentando a temperatura, aumenta a


energia cinética das moléculas, o que implica maior
número de choques efetivos, aumentando a velocidade da
reação.

NATUREZA DOS REAGENTES: quanto maior o número


de ligações a serem rompidas, menor será a velocidade da
reação. 24
CINÉTICA QUÍMICA
Fatores que influem na
velocidade das reações

CATALISADOR: substância que, adicionada ao sistema,


aumenta a velocidade da reação, sem ser consumida,
diminuindo a energia de ativação.

25
CINÉTICA QUÍMICA
Fatores que influem na
velocidade das reações

CATALISADOR

- o catalisador não fornece energia à reação;


- o catalisador não altera o ΔH da reação.
26
CINÉTICA QUÍMICA
Fatores que influem na
velocidade das reações
INIBIDOR: substância que diminui a velocidade das
reações, por formar um complexo ativado de alta
energia de ativação. O inibidor é consumido pela reação.

27
CATÁLISE
Catálise Homogênea: é aquela em que os reagentes
e o catalisador constituem uma só fase (sistema
monofásico ou solução).

Catálise Heterogênea: é aquela em que os


reagentes e o catalisador constituem um sistema
polifásico. Em outras palavras, há superfície de
separação entre os reagentes e o catalisador.

28
CATÁLISE
- Autocatálise: o catalisador é
um dos produtos da reação.

- Venenos de catalisador: diminuem ou mesmo


destroem a ação do catalisador.

29
LEI DA VELOCIDADE

“A velocidade de uma reação é diretamente


proporcional ao produto das concentrações
molares dos reagentes, elevadas a expoentes
determinados experimentalmente”
- Reações Elementares (uma só etapa): os
expoentes que elevam as concentrações coincidem
com os coeficientes da reação.

30
LEI DA VELOCIDADE

- Reações não-elementares (várias etapas): a


velocidade da reação é determinada pela
velocidade da etapa mais lenta do mecanismo.

31