Você está na página 1de 13

PESQUISA OPERACIONAL NA FORMAÇÃO

PROFISSIONAL DO TECNÓLOGO EM
LOGÍSTICA: APRENDIZAGEM DOS ALUNOS À
LUZ DA TEORIA DA ATIVIDADE
Lara Sossai Correa da Costa e Lauro Chagas e Sá

Trabalho apresentado durante o I Simpósio de Pesquisa em


Educação em Ciências do Espírito Santo (I SIMPEC-ES)
Motivação
• Dar continuidade aos estudos sobre a integração de componentes
curriculares da Educação Profissional de Nível Superior, a partir de
estudos em Pesquisa Operacional;
• Discussão sobre a Educação Matemática de alunos da Educação
Profissional segundo a Teoria da Atividade;
• Analise do desempenho das primeiras turmas do curso tecnólogo em
logística a partir do estudo de Pesquisa Operacional.
Impacto do grupo de pesquisa
• A pesquisa foi iniciada a partir da
disciplina ministrada aos alunos da
primeira e segunda turmas noturnas
do curso de tecnologia em logística
IFES, campus Viana.

• Foram coletados os trabalhos


realizados nas duas turmas e os
depoimentos escritos da primeira
para subsidiar o estudo.
Pesquisa Operacional
• Pesquisa operacional (PO), é um ramo interdisciplinar da matemática
aplicada que faz uso de modelos matemáticos, estatísticos e de
algoritmos na ajuda à tomada de decisão. É usada sobretudo para
analisar sistemas complexos do mundo real, tipicamente com o
objetivo de melhorar ou otimizar a performance.

• A PO é a aplicação da ciência à solução de problemas gerenciais e


administrativos, e centra-se no desempenho de sistemas organizados
como um todo, em vez de suas partes tomadas separadamente
Tecnólogo em Logística
• O Tecnólogo em Logística é o profissional especializado em armazenagem,
distribuição, transporte, processamento de pedidos, manuseio e embalagem. É
responsável por gerar recursos e dados a empresa. Está ligado a economia,
administração, estatística e contabilidade.

• "Gerenciamento logístico é a parte do gerenciamento da cadeia de suprimento


que planeja, implementa e controla, de maneira eficiente e eficaz, o fluxo direto e
reverso e armazenagem de bens e serviços e informações relacionadas, entre o
ponto de origem e o de consumo, com vistas ao atendimento das necessidades
dos consumidores".
Estudo de caso - Disciplina
A disciplina de P.O foi lecionada para ambas as turmas do curso
superior em logística noturno – 2015/02 e 2016/01 – ambas no
penúltimo período do curso.

Na disciplina, os alunos, em grupos, desenvolviam diversos trabalhos


de resolução de problemas reais por meio de um Modelo de P.O, Teoria
de Grafos e seus diversos algoritmos. Realizava-se a leitura de artigos
correlatos a fim de facilitar a confecção dos grafos.
Estudo de caso - Disciplina
Eram atividades, como, por exemplo, eleger a melhor localização para
terminais de distribuição ou de ônibus; Menor rota para entrega de
malotes de correspondência, etc.

Entretanto, algumas particularidades foram observadas entre os grupos:


alguns entregavam trabalhos muito mais completos do que outros, ou
seja, iam além do solicitado por conta própria. Outros ainda faziam
assimilações com suas rotinas reais de trabalho.
Teoria da Atividade -Leontiev

Então, por que isso ocorre com alguns alunos da mesma turma e
curso enquanto que outros se atem somente ao solicitado?

Para Leontiev (1978), as atividades humanas são consideradas formas


de relação do homem com o mundo e são dirigidas por motivos, por
fins a serem alcançados, de modo que o homem orienta-se por
objetivos, agindo de forma intencional, por meio de ações planejadas.
Teoria da Atividade - Leontiev
• No cerne da teoria da atividade está :

1) A atividade entregue representa a ação do aluno, sujeito da


atividade, em relação ao conteúdo ministrado com a
finalidade da entrega de um resultado;
2) O desenvolvimento da atividade por cada aluno, tem sua
origem nas relações sociais do indivíduo em seu contexto
social e cultural. Logo, variável
Teoria da Atividade – Leontiev

Entre outras palavras, por mais que os alunos tenham recebidos igual
estimulo em sala de aula e precisem realizar as mesmas tarefas
(mesma motivação externa), a executarão de modo diferenciado e,
por consequência, com resultados diferenciados, pois a motivação
interna de cada um e influenciada pelo seu contexto historico
cultural.
EXEMPLO PRATICO DA PESQUISA
A turma 2016/1 dentre todas as atividades, precisava realizar a a visita
do reitor a todos os campi do IFES, no menor trajeto possível,
partindo da reitoria e utilizando algum dos algorítimos ministrados.
Meu grupo, por exemplo, utilizou o problema do caixeiro viajante, mas
muitos outros grupos utilizaram outros algorítimos e foram além
elegendo modelo de veiculo, consumo de combustível e valores
finais.
EXEMPLO PRATICO DA PESQUISA

A motivação destes alunos em produzir de forma eficaz transcendeu a


entrega do trabalho. E agora a pesquisa analisará todos os resultados
entregues por ambas as turmas a fim de traçar possibilidades sobre a
influencia da aprendizagem de P.O na formação destes profissionais
mediante a motivação de cada um.
Obrigado!