Você está na página 1de 42

Ciências da Natureza e suas

Tecnologias - Ciências
Ensino Fundamental, 9º Ano
Conceito de onda e som, destacando os aspectos
físicos, biológicos e tecnológicos
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Algumas curiosidades...
1. Como os morcegos conseguem localizar
um inseto mesmo enxergando tão mal?
2. Como é formada uma imagem numa
ultrassonografia?
3. Por que, quando uma ambulância se
aproxima de nós com a sirene ligada,
o som parece estar oscilando mais do
que quando ela se afasta? Imagem: Autor desconhecido / disponibilizado por
Isis / Public domain.

4. Como o sonar, que é tão fundamental


na navegação ou localização, funciona?
5. Por que, quando cai um raio, só
ouvimos o trovão depois de certo
tempo?
Mas antes de respondê-las, precisaremos
conhecer alguns conceitos fundamentais da Imagem: Autor Scott Sanchez / Public domain

Física ...
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Um dos espetáculos mais


Ondas famosos e incríveis durante
as competições esportivas é
a “ola” da torcida.

Visto de longe, a impressão é que a massa humana se move toda para


um lado das arquibancadas. Mas sabemos que isso não é verdade: cada torcedor
se move na direção vertical, e apenas quando recebe o ‘sinal’, cada integrante da
torcida responde à perturbação e, por assim dizer, ‘oscila’ em torno de sua posição
de equilíbrio, de modo que o que se desloca na arquibancada não são os
torcedores, mas o sinal ou perturbação.
Paul G. Hewitt. Física Conceitual, 9ª Edição.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Assim como as “olas”, as Ondas

Ondas são perturbações que se propagam em


um meio. Na propagação APENAS A
ENERGIA É TRANSPORTADA, não
havendo transporte de matéria.

Imagem: Autor desconhecido / Disponibilizado por M.arunprasad /


GNU Free Documentation License
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

As ondas no cotidiano
As ondas estão sempre presentes nos mais diversos fenômenos e situações do cotidiano.

O som de um violão. O reflexo de uma paisagem. Uma radiografia.

Imagem: Meanos / Creative Imagem: Miguel303xm / Creative Imagem: Nevit Dilmen / GNU Free
Commons Attribution-Share Alike 2.5 Commons Attribution-Share Alike 2.5 Documentation License
Generic Generic
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Natureza das Ondas


As Ondas podem ter natureza Mecânica ou Eletromagnética

Ondas Mecânicas: Ondas que necessitam de um meio material para se


propagarem. Resultam de deformações provocadas em meios elásticos.
Transportam apenas energia mecânica.
Ex.: Ondas em cordas, ondas na superfície de um líquido, ondas sonoras, ondas sísmicas, etc.

Imagem: Autor CK-12 Foundation / Creative


Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Natureza das Ondas


Ondas Eletromagnéticas: Ondas que NÃO necessitam de um meio
material para se propagarem. Resultam de vibrações de cargas elétricas.
Transportam “pacotes” de energia que são os Fótons ou Quanta de energia.
Ex.: Ondas luminosas (luz), ondas de rádio ou de TV, micro-ondas, raios X, etc.

Imagem: Autor Philip Ronan / Creative


Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Tipos de Ondas
Ondas Unidimensionais: Quando se
propagam numa só direção (uma dimensão -
1d).
Ex.: Som se propagando numa linha, ondas em uma
corda, etc.
Imagem: Autor CK-12 Foundation / Creative
Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported

Ondas Bidimensionais:
Quando se
propagam ao longo de um plano (duas
dimensões – 2d).
Ex.: Ondas na superfície da água.

Imagem: Autor Roger McLassus / GNU Free


Documentation Licens
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Tipos de Ondas
Ondas Tridimensionais: Quando se propagam em tosas as direções (três
dimensões – 3d).
Ex.: Ondas Sísmicas, ondas sonoras (SOM) no ar, etc.

epicentro

foco

ondas
falha

Imagem: Autor Dollynarak / Public domain.


CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Classificação das Ondas


Ondas Transversais:
Ondas em que a direção de vibração é
PERPENDICULAR à de propagação.
Ex.: Ondas em uma corda, ondas eletromagnéticas, a “ola” comentada no início da
aula, etc.

Direção de
vibração

Propagação

Ondas Longitudinais: Ondas em que a direção de vibração é a MESMA que


a de propagação.
Ex.: Ondas sonoras (Som), onda em uma mola vertical sustentando um peso, etc.

Propagação

Direção de vibração
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Componentes de uma Onda

Imagem: AnselmoLacerda / GNU Free Documentation License


CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Fenômenos ondulatórios
Reflexão obstáculo

ondas refletidas
A A’

As ondas que se propagam num meio


material "batem" em obstáculos e "voltam"
para esse mesmo meio sem sofrer perdas
consideráveis de energia.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Fenômenos ondulatórios
Refração
Quando a Onda passa de um meio
para outro com propriedades
distintas, mudando sua
velocidade de propagação e
comprimento de onda, mas
mantendo constante sua
frequência, sofre DESVIOS.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Fenômenos ondulatórios
Difração
Capacidade que as
ondas têm de contornar
obstáculos que
possuem a mesma
ordem de grandeza de
seu comprimento de
onda, modificando sua
Imagem: Autor Barakitty / GNU Free Documentation License
direção de propagação.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Fenômenos ondulatórios
Polarização

Imagem: Efeito de um filtro polarizador em uma fotografia. A Foto da direita utiliza o filtro /
PiccoloNamek / GNU Free Documentation License

Polarizar uma onda significa ORIENTÁ-LA


em uma única direção ou plano.
OBS.: A Polarização só ocorre com Ondas
Transversais!
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Fenômenos ondulatórios
Interferência

Imagem: Autor Sakurambo / Public domain

Quando duas ou mais ondas que se


propagam num meio se superpõem,
havendo uma “soma” de suas amplitudes.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Interferência
1. Quando ocorre o encontro de duas cristas, ambas
aumentam sua amplitude.

2. Quando dois vales se encontram sua amplitude é


igualmente aumentada e os dois abaixam naquele
ponto.
+ =
3. Quando um vale e uma crista
se encontram, ambos irão
querer puxar cada elevação para
+ =
o seu lado. Se as amplitudes
forem iguais, elas se cancelam
(A = 0). Se diferentes, elas se + =
subtraem.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Velocidade da Onda
A velocidade de uma onda é a distância percorrida por uma onda por
unidade de tempo. É a velocidade com que uma perturbação se propaga
num determinado meio.

𝜆
𝑣 =𝜆∙𝑓 𝑜𝑢
𝑣=
𝑇

𝒗 ≡ 𝑽𝒆𝒍𝒐𝒄𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆 𝒅𝒂 𝒐𝒏𝒅𝒂 (𝒎Τ𝒔 → 𝒎𝒆𝒕𝒓𝒐𝒔 𝒑𝒐𝒓 𝒔𝒆𝒈𝒖𝒏𝒅𝒐𝒔)


𝜆 ≡ 𝑪𝒐𝒎𝒑𝒓𝒊𝒎𝒆𝒏𝒕𝒐 𝒅𝒆 𝒐𝒏𝒅𝒂 𝒎 → 𝒎𝒆𝒕𝒓𝒐𝒔
𝒐𝒏𝒅𝒆
𝒇 ≡ 𝑭𝒓𝒆𝒒𝒖ê𝒏𝒄𝒊𝒂 𝒅𝒂 𝒐𝒏𝒅𝒂 𝑯𝒛 → 𝒉𝒆𝒓𝒕𝒛
𝑻 ≡ 𝑷𝒆𝒓í𝒐𝒅𝒐 𝒅𝒂 𝒐𝒏𝒅𝒂 𝒔 → 𝒔𝒆𝒈𝒖𝒏𝒅𝒐𝒔
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Som
• O que é o som e como ele é produzido?

• O som é a propagação de uma


perturbação num meio mecânico.
• Obs.: Os sons são Ondas Mecânicas,
Longitudinais e Tridimensionais.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Produzindo uma onda sonora

Imagem: Wollschaf / GNU Free Documentation License

Diapasão

Regiões de Alta
e Baixa Pressão
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Como ouvimos um som?


• As moléculas do ar junto à
membrana do tímpano vibram,
fazendo com que a membrana
também comece a vibrar.

• A vibração do tímpano é
transmitida ao sistema
ósseo, constituído pelo
martelo, bigorna e estribo
(menores ossos do corpo
humano), passando pelos
canais semicirculares que
fazem a ligação ao nervo
auditivo.

• A vibração é convertida em
impulso elétrico que é
comunicado ao cérebro.
Imagem: Mike.lifeguard / GNU Free Documentation License
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Fenômenos sonoros
Persistência auditiva: tempo que leva para deixarmos de perceber
um som (0,1 s).
Eco: ocorre quando a pessoa percebe o som por ela emitido duas
vezes distintas.
Reverberação: Em grandes salas fechadas, ocorre o encontro do
som com as paredes. Esse encontro produz reflexões múltiplas que,
além de reforçar o som, prolongam-no durante algum tempo
depois de cessada a emissão.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Algumas tirinhas
interessantes
http://www.monica.com.br/comics/tirinhas/i
mages/tira336.gif

http://www.monica.com.br/comics/tirinhas/i
mages/tira147.gif
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

A Frequência do Som
Infrassom: sons com frequências abaixo de 20 Hz.
Ultrassom: sons com frequências acima de 20 KHz.
Som audível: sons com frequências perceptíveis ao ser humano (20 Hz a 20
KHz).
Espectro Sonoro

20 20 000 frequência

infra-sons Sons audíveis Ultra-sons

Sons
5 000

Sons
musicais desagra-
dáveis

Imagens:(aranha) Autor johnny automatic / CC0 1.0 Universal Public Domain Dedication; (orelha) Autor David Benbennick / GNU Free
Documentation License; (morcego) Autor Ebaychatter0 / Creative Commons CC0 1.0 Universal Public Domain Dedication.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Para refletir um pouco: As explosões no espaço são


sempre mostradas nos cinemas acompanhadas de
grandes estrondos. Isso acontece realmente? Ou
seja, é possível ouvir o som de uma explosão no
espaço?

Lembre: Sendo o som uma onda


mecânica, ela não pode se propagar no
vácuo!
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

A Velocidade do Som
A velocidade de propagação das ondas sonoras é
independente da fonte sonora, dependendo apenas da natureza do
meio material elástico que vibra.
Como o som se
Menor velocidade Maior velocidade
propaga de molécula para de propagação de propagação
molécula, então, QUANTO
MAIOR A DENSIDADE do
Gasoso Líquido Sólido
meio material em que o som
se propaga, MAIOR A SUA
VELOCIDADE nesse meio,
visto que as moléculas  Densidade  Velocidade 
estão mais próximas entre
si, facilitando a propagação Vsólido > Vlíquido > Vgasoso
dessa perturbação.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

A Velocidade do Som
No ar, a 20 ºC, a velocidade do som é 343 m/s.

http://cfq8.wikispaces.com/file/view/Calvin_
Velocidade_Som.png/31315839/Calvin_Vel
ocidade_Som.png
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos
Qualidades do Som

Altura do Som
Qualidade que permite diferenciar um som agudo (alta frequência)
de um som grave (baixa frequência).
Obs.1: A altura do som depende Obs.2: As notas musicais possuem
apenas da frequência da fonte alturas sonoras diferentes, isto é,
emissora. cada nota possui uma frequência
característica.

Frequência baixa – som grave Frequência baixa – som agudo


CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Qualidades do Som
Timbre do Som
Qualidade que permite diferenciar duas ondas sonoras de
mesma altura e mesma intensidade, emitidos por fontes distintas. É
a “Identidade do som”.
Obs.: O timbre está relacionado à forma da onda
emitida pelo instrumento.

Flauta Xilofone

Imagens: Autor desconhecido / disponibilizado por Cralize / GNU Free Documentation License.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Qualidades do Som
Intensidade do Som
Qualidade que permite diferenciar
Som forte
um som forte de um som fraco.
Som

Amplitude
fraco
Obs.: A intensidade do som está
Tempo
relacionada com a energia que a
onda transfere e com a amplitude
da onda.
Um som de Uma onda sonora de Maior transporte de
maior volume maior amplitude. energia pela onda

Som de maior intensidade


CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Nível Sonoro
140 Decolagem de
130 125 um avião
Limiar da dor
120 115
110 105
Walkman Banda rock
100
95
É a intensidade 90 85
80
sonora percebida ou Trânsito
70
75
65
intenso Escritório
detectada pelo sistema 60 55
50 45
auditivo humano. É 40 35
Conversa Biblioteca
medida em decibel (dB). 30 25 Quarto
15
10 5 Parque

0 Limiar da audição
(dB)
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Entre 30 e 60 dB:
Efeitos Fisiológicos do som

- distúrbios psíquicos de
irritação;

- perda de atenção;

-em alguns casos: diminuição e perda


da libido e da potência sexual.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Entre 60 e 90 dB:
Efeitos Fisiológicos do som

- reações - aceleração do
neurovegetativas; ritmo cardíaco;
- aumento da - surgimento da
tensão arterial; fadiga.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Acima de 90 dB os riscos são


considerados críticos.

Efeitos Fisiológicos do som

A partir de 140 dB podem produzir


surdez irreversível, ainda que de curta
duração.
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Vamos Exercitar?
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Para responder
(UNIRIO) Dois operários, A e B, estão parados no pátio
de uma fábrica. Em certo instante, a sirene toca. O
operário B ouve o som da sirene 1,5 s após o operário A
tê-lo ouvido. Considerando a velocidade do som constante
e de módulo 340 m/s, a distância, em metros, entre os
dois operários é:
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Solução
VSom
tSom

t Som  1,5 s


𝒅 𝒅 
𝒗𝒔𝒐𝒎 = ⟹ 𝟑𝟒𝟎 = Dados VSom  340 m s
∆𝒕𝒔𝒐𝒎 𝟏, 𝟓 d  ?

𝒅 = 𝟓𝟏𝟎 𝒎
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Extras
VÍDEOS DO YOUTUBE
O Mundo de Beakman - O Som, Beakmania e Explosões S01EP8 Parte 1
Link: http://www.youtube.com/watch?v=MoI_TL7C5cQ&feature=related
De onde vem a onda.
Link: http://www.youtube.com/watch?v=yR0bIInBHhc

SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL
Onda numa corda
Link: http://phet.colorado.edu/sims/wave-on-a-string/wave-on-a-string_en.html
Som
Link: http://phet.colorado.edu/en/simulation/sound

LABORATÓRIO VIRTUAL
Feira de Ciências
Link: http://www.feiradeciencias.com.br

MÚSICA
Como uma onda – Lulu Santos
Link: http://letras.terra.com.br/lulu-santos/47132/

CURIOSIDADE
Som e o corpo humano
Link: http://www.feiradeciencias.com.br/sala10/10_51.asp

EXPERIÊNCIAS/ EXPERIMENTOS
Projete sua voz
Link: http://www.feiradeciencias.com.br/sala10/10_54.asp
CIÊNCIAS, 9º ANO
Conceito de Onda e Som, destacando os aspectos físicos,
biológicos e tecnológicos

Bibliografia
• BENIGNO, Barreto Filho; XAVIER, Cláudio da Silva. Física aula por aula. 1. ed.
Vol. 02. São Paulo: Editora FTD, 2010.
• GASPAR, Alberto. Compreendendo a Física. Vol. 02. São Paulo: Editora Ática,
2011.
• GUALTER; HELOU; NEWTON. Física. Vol. 02. São Paulo: Editora Saraiva, 2011.
• MÁXIMO, Antônio; ALVARENGA, Beatriz. Curso de Física. 1. ed. Vol. 02. São
Paulo: Editora Scipione, 2011.
• <http://educar.sc.usp.br> Acesso em 23/05/2012.
• <http://pt.wikipedia.org> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.ciencia-cultura.com/Pagina_Fis> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.coladaweb.com/fisica> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.fisica.ufs.br> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.fisicafacil.pro.br> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.if.ufrj.br> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.infoescola.com/fisica> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.mundoeducacao.com.br> Acesso em 23/05/2012.
• <http://www.sofisica.com.br/conteudos> Acesso em 23/05/2012.
Tabela de Imagens
n° do direito da imagem como está ao lado da foto link do site onde se consegiu a informação Data do
slide Acesso

2a Autor desconhecido / disponibilizado por Isis http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Eco.jpg 19/11/2012


/ Public domain.
2b Autor Scott Sanchez / Public domain http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Red_Lights_ 19/11/2012
and_Sirens.jpg
4 Autor desconhecido / Disponibilizado por http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Arun_image 30/10/2012
M.arunprasad / GNU Free Documentation 30.jpg
License
5.a Meanos / Creative Commons Attribution- http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bend_guitar 30/10/2012
Share Alike 2.5 Generic .jpg
5.b Miguel303xm / Creative http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Circo_y_cim 30/10/2012
Commons Attribution-Share Alike 2.5 Generic a_de_Pe%C3%B1alara1.JPG
5.c Nevit Dilmen / GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Medical_X- 30/10/2012
License Ray_imaging_MPM06_nevit.jpg
6, 8a Autor CK-12 Foundation / Creative http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Wave_in_a 19/11/2012
Commons Attribution-Share Alike 3.0 _rope.png
Unported
7 Autor Philip Ronan / Creative http://commons.wikimedia.org/wiki/File:EM_spectru 19/11/2012
Commons Attribution-Share Alike 3.0 m_es.svg
Unported
8b Autor Roger McLassus / GNU Free http://commons.wikimedia.org/wiki/File:2006-01- 19/11/2012
Documentation Licens 14_Surface_waves.jpg?uselang=pt-br
Tabela de Imagens
n° do direito da imagem como está ao lado da foto link do site onde se consegiu a informação Data do
slide Acesso

9 Autor Dollynarak / Public domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Epicenter.gi 19/11/2012


f
11 AnselmoLacerda / GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Onda.png 30/10/2012
License
14 Autor Barakitty / GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Diffraction_
License of_laser_beam_on_grating.JPG
15 Efeito de um filtro polarizador em uma http://en.wikipedia.org/wiki/File:CircularPolarizer.jpg 30/10/2012
fotografia. A Foto da direita utiliza o filtro /
PiccoloNamek / GNU Free Documentation
License
16 Autor Sakurambo / Public domain http://commons.wikimedia.org/w/index.php?title=Fil 19/11/2012
e:Young_diffraction.svg&page=1
20 Wollschaf / GNU Free Documentation License http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Stimmgabel 30/10/2012
.jpg
21 Mike.lifeguard / GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/w/index.php?title=Fil 30/10/2012
License e:Anatomia_do_Ouvido_Humano.svg&page=1
24a (aranha) Autor johnny automatic / CC0 1.0 http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Brown_spid 19/11/2012
Universal Public Domain Dedication er.svg
24b (orelha) Autor David Benbennick / GNU Free http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Ear.jpg 19/11/2012
Documentation License
Tabela de Imagens
n° do direito da imagem como está ao lado da foto link do site onde se consegiu a informação Data do
slide Acesso

24c (morcego) Autor Ebaychatter0 / Creative http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bat_icon.sv 19/11/2012


Commons CC0 1.0 Universal Public Domain g?uselang=pt-br
Dedication
29a Autor desconhecido / disponibilizado por http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Onda_flaut 19/11/2012
Cralize / GNU Free Documentation License. a.png
29b Autor desconhecido / disponibilizado por http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Onda_xilofo 19/11/2012
Cralize / GNU Free Documentation License. ne.png