Você está na página 1de 18
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE ENGENHARIA E GEOCIÊNCIAS PROGRAMA EM CIÊNCIAS DA TERRA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ

INSTITUTO DE ENGENHARIA E GEOCIÊNCIAS PROGRAMA EM CIÊNCIAS DA TERRA GEOLOGIA MAPEAMENTO GEOLÓGICO II

METAMORFISMO EM ZONAS DE SUBDUCÇÃO

     
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE ENGENHARIA E GEOCIÊNCIAS PROGRAMA EM CIÊNCIAS DA TERRA
 
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE ENGENHARIA E GEOCIÊNCIAS PROGRAMA EM CIÊNCIAS DA TERRA

AUMIR DA SILVA VIANA DANILO COSTA PINHEIRO GILMARA SANTOS DA CRUZ

ILLANA PAULA NOGUEIRA DE SOUSA

Santarém, PA Junho de 2018

  • Introdução

Roteiro

Principais tipos de metamorfismo

  • Metamorfismo em Zonas de Subducção

Características gerais Principais fácies metamórficas Evolução do metamorfismo em zonas de subducção

  • Metamorfismo em zonas de colisão

  • Referências

 Calor interno da Terra Principal componente para geração de processos metamórficos. A pressão e temperatura
  • Calor interno da Terra

Principal componente para

geração de processos metamórficos.

A pressão e temperatura aumenta

com a profundidade em todas as

regiões.

Fonte: Adaptado de

3 PRESS et. al., Rochas
3
PRESS
et.
al.,
Rochas

metamórficas. Para Entender a Terra.

Metamorfismo Metamorfismo de Contato Regional Metamorfismo de Soterramento Metamorfismo de Impacto Principais tipos de metamorfismo com

Metamorfismo

 

Metamorfismo

de Contato

 

Regional

Metamorfismo Metamorfismo de Contato Regional Metamorfismo de Soterramento Metamorfismo de Impacto Principais tipos de metamorfismo com
Metamorfismo Metamorfismo de Contato Regional Metamorfismo de Soterramento Metamorfismo de Impacto Principais tipos de metamorfismo com

Metamorfismo de

Soterramento

Metamorfismo Metamorfismo de Contato Regional Metamorfismo de Soterramento Metamorfismo de Impacto Principais tipos de metamorfismo com

Metamorfismo

de Impacto

Principais tipos de

metamorfismo com

base no ambiente tectônico

Metamorfismo Metamorfismo de Contato Regional Metamorfismo de Soterramento Metamorfismo de Impacto Principais tipos de metamorfismo com

Metamorfismo em

Zonas de Falha

Metamorfismo Metamorfismo de Contato Regional Metamorfismo de Soterramento Metamorfismo de Impacto Principais tipos de metamorfismo com

Metamorfismo de fundo oceânico

Metamorfismo Metamorfismo de Contato Regional Metamorfismo de Soterramento Metamorfismo de Impacto Principais tipos de metamorfismo com

Limites

convergentes

Zonas de subducção 4
Zonas de
subducção
4
Metamorfismo regional Metamorfismo de impacto Metamorfismo regional de alta pressão Metamorfismo de contato Metamorfismo de fundo
Metamorfismo regional
Metamorfismo de
impacto
Metamorfismo regional de alta pressão
Metamorfismo de
contato
Metamorfismo de
fundo oceânico
6
Metamorfismo de
soterramento
Fonte: Adaptado de
PRESS
et.
al.,
metamórficas. Para Entender a Terra.

Rochas

Rochas metamórficas

Pressão vs. Temperatura

 Rochas metamórficas • Pressão vs. Temperatura 7
7
7

Metamorfismo em Zonas de Subducção

     
Metamorfismo em Zonas de Subducção  Principais características • Geoterma de Alto gradiente de P/T; •
 
Metamorfismo em Zonas de Subducção  Principais características • Geoterma de Alto gradiente de P/T; •
  • Principais características

Geoterma de Alto gradiente de P/T; Crosta oceânica subductada torna-se mais densa que o manto ao redor - maior densidade

dos eclogitos; Xistos azuis indicam existência de uma antiga zona de subducção;

8
8

As condições desenvolvidas de pressão e temperatura ao longo das zonas de subducção são responsáveis por grupos clássicos de rochas metamórficas, definidas por Miyashiro (1973):

Metamorfismo em

zonas de subducção

Altas pressões e baixas temperaturas

 As condições desenvolvidas de pressão e temperatura ao longo das zonas de subducção são responsáveis

Gradientes geotérmicos inferiores a 10°C/km

 As condições desenvolvidas de pressão e temperatura ao longo das zonas de subducção são responsáveis
 As condições desenvolvidas de pressão e temperatura ao longo das zonas de subducção são responsáveis

Pressões baixas e temperaturas altos

 As condições desenvolvidas de pressão e temperatura ao longo das zonas de subducção são responsáveis

Gradientes geotérmicos acima de 40°C/km

Com andaluzita e sillimanita, na zona do arco propriamente dita.

Pressões e

temperaturas médias

 As condições desenvolvidas de pressão e temperatura ao longo das zonas de subducção são responsáveis

Gradientes geotérmicos

entre 20 e 30°C/km

Com cianita e sillimanita.

Zonas do prisma acrescionário, com glaucofana e jadeita, fácies dos xistos azuis.

10
10
  • Algumas considerações importantes

Xistos verdes, anfibolito e fácies granulito são os grupos mais comuns de rochas associadas a o metamorfismo de baixa pressão e temperatura mais alta.

A transição entre as fácies xisto verde e anfibolito se dá pelo acréscimo de T, P e presença de fluidos

 Algumas considerações importantes • Xistos verdes, anfibolito e fácies granulito são os grupos mais comuns

No basalto, isso ocorre pela troca de actnolita

para hornblenda

 Algumas considerações importantes • Xistos verdes, anfibolito e fácies granulito são os grupos mais comuns

T: Anfibolito

 Algumas considerações importantes • Xistos verdes, anfibolito e fácies granulito são os grupos mais comuns

Granulito (formado por minerais anidros)

11
11

Metamorfismo em Zonas de Subducção

     
Metamorfismo em Zonas de Subducção  Fácies Metamórficas Aumento do grau metamórfico 12
 
Metamorfismo em Zonas de Subducção  Fácies Metamórficas Aumento do grau metamórfico 12
  • Fácies Metamórficas

Aumento do grau metamórfico 12
Aumento do grau metamórfico
12
1 4 14
1
4
14
  • Metamorfismo em zonas de colisão

As fontes de calor que promovem o metamorfismo em orógenos são as intrusões magmáticas, underplaiting, fluidos convectivos, e o decaimento radioativo U, Th e K.

(continente - continente)

 Metamorfismo em zonas de colisão As fontes de calor que promovem o metamorfismo em orógenos
15
15

DOMÍNIO BACAJÁ ROCHAS QUE SE ENCAIXAM DE SUBDUCÇÃO QUAIS AS EVIDÊNCIAS QUE DIZEM QUE AS ROCHAS ESTÃO NO AMBIENTE DE SUBDUCÇÃO

16
16

Referências Bibliográficas

Ernst, W.G. 2010. Subduction-zone Metamorphism, Calc-alkaline Magmatism, and convergent-margin crustal evolution. Gondwana Research v. 18, pp. 8-16

Press, F., Grotzinger, J., Siever, R., Jordan, T. H. Rochas Metamórficas. Para Entender a Terra. 4ª Ed.

17
17

Muito Obrigado! :)

18
18