Você está na página 1de 14

Dúvidas?

Exemplos
• Yuri : história de amor entre meninas. Exemplo: Kannazuki
no Miko.
• Yaoi : história de amor entre homens. Exemplo: Sekai-ichi
Hatsukoi, .
• Harém : rapaz cercado de garotas. Exemplo: Love hina,
Negima!.
• Mecha : os robôs têm presença significativa em muitas
ocasiões gigantes e tripulada por seres humanos. Exemplos
Tengen Toppa Gurren Lagann, Gundam, Code Geass e
Escaflowne.
• Hentai, Seijin Mangá ou Ero-Mangá: mangás
pornográficos, a maioria, heterossexual.
• Aniparo: paródias de animes, mangás entre outros, muito
comum em dōjinshis
Gêneros
• A classificação das mangas por gênero torna-se extremamente difícil,
dada a riqueza de produção japonesa, na qual uma mesma série pode
abranger vários gêneros e sofrer mutações ao longo do tempo.

• Nekketsu : tipo de mangá em que as cenas de ação, onde os


personagens defendem os valores da amizade e do treinamento.
Exemplos: Dragon Ball, Hokuto no Ken, One Piece, Bleach, Naruto,
Saint Seiya.
• Spokon : mangá esportivo. O termo vem de contração da palavra
inglesa "sport" com a japonesa "konjō" que significa "coragem".
Exemplos: Inazuma Eleven, Eyeshield 21, Captain Tsubasa
• Gekiga : mangás adulto e temas dramáticos Exemplos: Lobo Solitário,
Crying Freeman, A Lenda de Kamui.
• Magical Girl : meninas ou rapazes que têm algum objeto mágico ou
poder especial. Exemplos: Sailor Moon, Sakura Card Captor, Mahou
Shoujo Madoka Magica, Black Rock Shooter.
Demografia
• É comum para os fãs de mangás, em vez de usar
as classificações por gênero, classificarem os
títulos pela demografia.

• Kodomo , destinado a crianças de tenra idade.


• Shonen , destinado a garotos adolescentes.
• Shoujo , destinado a garotas adolescentes.
• Seinen , destinado a homens jovens e adultos.
• Josei , destinado a mulheres jovens e adultas.
Publicação
• Os mangás são publicados no Japão originalmente em revistas antológicas
impressas em papel-jornal parecidas com listas telefônicas. Essas revistas
com cerca de 300 à 800 páginas são publicadas em periodicidades diversas
que vão da semana ao trimestre. Elas trazem capítulos de várias séries
diferentes. Cada capítulo normalmente tem entre dez e 40 páginas. Além
disso, o conteúdo é impresso em preto e branco, contendo esporadicamente
algumas páginas coloridas, geralmente no início dos capítulos, e em papel
reciclado tornando-o barato e acessível a qualquer pessoa.

• Assim que atingem um número de páginas em torno de 160~200, é


publicado um volume encadernado, chamado tankohon ou Tankōbon, no
formato de bolso, que então contém apenas histórias de uma série. Esses
volumes são os vendidos em diversos países dependendo do sucesso
alcançado por uma série, ela pode ser reeditada em formato bunkoubon ou
bunkouban (完全版?) (mais compacto com maior número de páginas) e
wideban (ワイド版?) (melhor papel e formato um pouco maior que o de
bolso).
• Os olhos, boca, sobrancelhas e nariz são desenhados de
maneira bastante exagerada para aumentar a
expressividade das personagens. Esse estilo de desenho
exagerado foi criado por Osamu Tezuka que se inspirou
nos desenhos da Disney.

• Outra característica das HQs nipônicas sempre


presente é o fato de serem produzidas em preto-e-
branco e publicadas em papel jornal. Isso torna o
produto mais barato e acessível à todos os tipos de
leitores – desde crianças à executivos, de
estudantes à donas de casa.
• Assim, como as hq’s ocidentais, o mangá
apresenta os elementos básicos de uma narrativa
– enredo, personagens, tempo, lugar e desfecho.

• As histórias são compostas por quadros, que


contém imagens e balões. As falas das
personagens ficam contidas nos balões

• Há uma grande utilização de onomatopeias.


Características
• O mangá (em japonês: 漫画, manga?, lit. “história em
quadrinhos”), é a palavra usada para designar história
em quadrinhos feita no estilo japonês. No Japão, o termo
designa quaisquer histórias em quadrinhos.

• A ordem de leitura dos quadrinhos japoneses é


diferente daquela que estamos acostumados. Uma HQ
japonesa começa onde seria o fim de uma publicação
ocidental. Além disso, o texto é disposto da direita
para a esquerda.
Instituto Federal do Sul de Minas Gerais

Gêneros Textuais
Victor Ferraz e Vítor Ramos

Mangá