Você está na página 1de 17

CÂNCER DE MAMA Universidade CEUMA

BIOMEDICINA
TURMA:750216
Disc. PATOLOGIA
Profª Dra: AMANDA ALIANÇA
INTRODUÇÃO:
- O QUE É O CÂNCER DE MAMA?
- O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama como
consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama,
que passam a se dividir descontroladamente. Ocorre o crescimento anormal das
células mamárias, tanto do ducto mamário quanto dos glóbulos mamários.
• Respondendo por 22% dos casos novos a

EPIDEMIOLOGIA
cada ano. Incidência mundial: 1, 5 milhão de
casos novos a cada ano.
• incidência é de 57.000 novos casos por ano
(o segundo em incidência)
• mortalidade de 13.500 óbitos anuais (o
quarto em mortalidade - o primeiro entre
mulheres).
• A incidência do câncer de mama em
mulheres de 25 a 39 anos no Brasil

Os 4 pilares que justificam esse


aumento na incidência do
câncer de mama em mulheres
6 cada vez mais jovens são:
-obesidade, sedentarismo, dieta
pouco saudável e consumo
crescente de bebidas alcoólicas.
ETIOLOGIA DA DOENÇA:
Ocorre o crescimento anormal das células mamárias, tanto do ducto mamário quanto
dos glóbulos mamários.
ESPORADÍCO:
Exposição hormonal: sexo, idade da 1ºmenstruação e menopausa
Papel dos estrógenos: metabolitos estrogênios, direção da ploriferação das lesões
pré malignas e cânceres.
HEREDITARIO:
Antecedentes familiares, mutações genéticas
Papel dos genes BCRA1 e BCRA2 (deficiência)
FATORES DE RISCO
• Ser Mulher;
• Historico familiar;
• Menarca precoce;
• Idade avançada;
• Menopausa tardia;
• Mamas densas;
• Obesidase ;
• Sedentarimos;
• Alcoolismo;
• Tabagismo;
• Uso da terapia de reposição
hormonal
SINAIS E SINTOMAS
Os 12 sintomas de câncer de mama que não devem ser ignorados incluem:

Alterações do tamanho ou forma da mama;

Vermelhidão, inchaço, calor ou dor na pele da mama;

Nódulo ou caroço na mama, que está sempre presente e não diminui de tamanho;

Inchaço e nódulos frequentes nas ínguas das axilas;

Assimetria entre as duas mamas, como, por exemplo, uma muito maior que a outra;

Presença de um sulco na mama, como se fosse um afundamento de uma parte da


mama;

Endurecimento da pele da mama, semelhante a casca de laranja;

Coceira frequente na mama ou no mamilo;

Formação de crostas ou feridas na pele junto do mamilo;

Liberação de líquido pelo mamilo, especialmente sangue;Inversão súbita do mamilo.


NOMENCLATURAS:
DIAGNÓSTICO:
DIAGNÓSTICO HISTOLOGICO:
Grau histológico: qual é a agressividade?
O patologista faz análises macroscópica e
microscópica da peça cirúrgica e define: o
diagnóstico e o tipo de câncer, o grau histológico e
o estágio patológico da doença O câncer pode ser
graduado de acordo com o quanto se assemelha
ao tecido normal . Existem algumas variações
dependendo do tipo de câncer, mas em geral há
três graus.

Diagnóstico Para se descobrir um


câncer de mama, ele pode ter
sido notado no exame clínico
(médico) ou por exame de
imagens (mamografia, ultra-som
ou ressonância). Uma vez tendo a
suspeita o médico mastologista
realizará uma biópsia. Esta
biópsia pode ser uma pequena
cirurgia ou com agulhas.
COMO O BIOMÉDICO PODE ATUAR NESSE CASO?
Os biomédicos habilitados em citologia oncótica podem atuar no diagnostico
de alterações morfológicas e cito patológicas.
Já os habilitados em diagnostico por imagem podem auxiliar no diagnostico
de câncer através da execução de exames tais como ressonância e
tomografia com e sem contraste.
Contando também com exames laboratoriais dos ditos marcadores tumorais.
TRATAMENTO:
COMO DIMINUIR O RISCO DE CÂNCER DE MAMA:
•Para diminuir as chances de desenvolver câncer é importante
•Evitar alimentos pouco saudáveis como enlatados e comidas prontas,
•Evitar outros fatores como estar exposto a fumaça ou ter um IMC superior a 25.
•Além disso, deve-se consumir cerca de 4 a 5 mg por dia de vitamina D,
•Como ovo ou figado e optar por alimentos ricos em fito químicos como carotenoides,
vitaminas antioxidantes, compostos fenólicos ou fibras, por exemplo.
PREVINE-SE FAÇA O AUTO EXAME:
CURIOSIDADES
• FAMOSA HISTORIA DO OUTUBRO ROSA

• CÂNCER DE MAMA EM HOMEM


CUIDE-SE

OBRIGADA!