Você está na página 1de 29

Operações Unitárias

Vinicius Lima
Técnico em Química – CEFETEQ
Técnico de Operação – Petrobras Distribuidora
Engenharia Química – UFRJ
viniciuslimafe@gmail.com
98752-3529
Operações Unitárias

1. Definições:
Operações unitárias é a disciplina que classifica e estuda, separadamente, os principais processos físico-químicos
utilizados na indústria química.

Os processos mais comuns são:


•Destilação atmosférica e a vácuo
•Evaporação
•Absorção
•Adsorção
•Extração líquido-líquido e líquido-gás
•Filtração
Operações Unitárias

2. Balanço material:
“Na natureza nada se cria, nada se destrói, tudo se transforma”, ou seja, a matéria não é criada e muito menos
destruída, e, portanto, num balanço material envolvendo um certo sistema, a massa que entra tem que ser igual a
massa que sai.
Operações Unitárias

3. Balanço energético:
Assim como a matéria, a energia de um sistema não pode ser destruída, somente poderá ser transformada em outros
tipos de energia, como por exemplo, o motor de uma bomba que consome energia elétrica e a transforma em energia
de movimento do líquido.
Operações Unitárias

4. Destilação:
A destilação é uma operação que permite a separação de misturas de líquidos em seus componentes puros ou
próximos da pureza, por meio de evaporação e condensação dos componentes em questão. Na destilação, portanto,
pode-se afirmar que o agente de separação é o calor, pois o vapor formado tem composição diferente da mistura
original.

•Destilação Fracionada: É uma operação de separação de misturas por intermédio de vaporizações e condensações
sucessivas, que, aproveitando as diferentes volatilidades das substâncias, torna possível o enriquecimento da parte
vaporizada, com as substâncias mais voláteis. Estas vaporizações e condensações são efetuadas em equipamentos
específicos, denominados de torres ou colunas de destilação.
Operações Unitárias

O fluido entra líquido e desce, vai para o revaporizador, onde


a parte mais volátil (vapor) volta para a torre com um fluxo
ascendente, e a parte menos volátil (líquido) sai do
revaporizador como resíduo. O vapor que está subindo na
torre vai para o condensador, onde a parte menos volátil
condensa e retorna para a coluna como líquido, e a parte
mais volátil sai do condensador como destilado. Esse
contanto entre o líquido descendente e o vapor ascendente
só aumenta a eficiência do processo, faz com que o
componente menos volátil vá para o líquido e o componente
mais volátil vá para o vapor.
A repetição do processo melhora a purificação, por isso que
se faz vaporizações e condensações sucessivas.

A operação não é perfeita, sempre sai do refervedor um pouco do componente mais volátil, e sempre volta
para a torre um pouco do componente menos volátil.
Operações Unitárias

OBS: Em colunas de destilação temos recheios, e esses recheios melhoram a eficiência na interação entre as fases.

OBS: A seção acima do ponto de alimentação da carga na torre é denominada de seção de absorção e a seção abaixo
do ponto de alimentação da carga da torre é denominada de seção de esgotamento.

•Absorção:
É uma operação em que uma mistura gasosa V1, é colocada em contato com um
Líquido, L1, para nele serem dissolvidos um ou mais componentes que se quer
remover da mistura gasosa. Geralmente, existe uma diferença de volatilidade muito
grande entre os componentes da fase gasosa e da fase líquida. Nesse caso, o líquido
remove da fração gasosa a fração menos volátil que pode estar sendo arrastada.
Operações Unitárias

•Esgotamento: É a operação inversa à da absorção, ou seja, tem como finalidade remover compostos de um líquido,
L1, utilizando uma corrente de gás ou de vapor, V1. Neste caso, são utilizados gases ou vapores totalmente insolúveis
no líquido ou então gases ou vapores com volatilidade muito mais alta do que o líquido em questão.

Na realidade, tanto no processo de absorção, quanto no processo de esgotamento, existe o mecanismo de


transferência de massa de uma fase para a outra. No caso da absorção, há transferência de compostos da fase gasosa
para a fase líquida e, no caso do processo de esgotamento, há transferência de compostos da fase líquida para a fase
gasosa.

Tanto no processo de absorção quanto de esgotamento, o princípio de separação é a afinidade. O líquido tem mais
afinidade pelo composto menos volátil presente no vapor, e o vapor tem uma maior afinidade pelo composto mais
volátil que está no líquido.
Operações Unitárias

•Refluxo interno mínimo: No caso dos processos de absorção e esgotamento, existe uma razão de refluxo mínimo,
para que a operação desejada seja efetuada.

Absorção: Para o processo de absorção, existe uma relação L/V mínima, a fim de que a operação de absorção
desejada possa ser efetuada. Quanto maior a relação L/V, melhor será a absorção, pois o líquido, L, ficará menos
concentrado no composto a ser absorvido, facilitando a absorção do mesmo. Com o aumento da relação L/V, haverá,
então, um aumento no potencial de absorção.
Na absorção usamos um líquido para remover componentes de uma mistura gasosa.
Esgotamento: No caso do processo de esgotamento, existe uma relação V/L mínima, para que a operação de
esgotamento desejada possa ser efetuada. Quanto maior a relação V/L, melhor será o esgotamento, pois o vapor V,
ficará menos concentrado no composto a ser esgotado, facilitando assim o esgotamento do mesmo. Com o aumento
da relação V/L, haverá, então, um aumento no potencial de esgotamento.
No esgotamento usamos um vapor para remover componentes de uma mistura de líquidos.
Operações Unitárias

5. Processos de extração líquido-líquido:

• O processo de Extração Líquido-Líquido é a operação no qual um composto dissolvido em uma fase líquida é
transferido para outra fase líquida.
• A fase líquida, que contém o composto a ser separado, é denominada solução, e o composto a ser separado é
denominado soluto.
• A fase liquida, utilizada para fazer a separação do soluto, é denominada de solvente.
• O solvente deverá ser o mais insolúvel possível na solução, de modo a extrair somente o nosso soluto, e não
outros componentes da solução.
Operações Unitárias
Operações Unitárias

6. Lixiviação

• Essa técnica é empregada quando temos uma mistura de sólidos e queremos extrair um determinado
componente dessa mistura. Também utilizamos um líquido (solvente) para fazer essa extração.

7. Extração supercrítica

• Quando o processo de extração é conduzido em condições extremas de pressão e temperatura (temperaturas


extremamente negativas) o que permite usar como solventes substâncias que são gases à pressão e temperatura
ambiente, como é o caso do CO2.
Operações Unitárias

8. Fluidização de sólidos:
Um fluido líquido ou gasoso escoa através de um leito de partículas sólidas finamente divididas. Os sólidos agem como
um obstáculo à passagem deste fluido, ocasionando uma queda de pressão, devido ao atrito, que aumenta com o
aumento da velocidade. Ao aumentar ainda mais a velocidade, os canais de passagem aumentam e as partículas
sólidas ficam mais separadas, possibilitando a saída do fluido.
Esse também é um processo de separação, onde o fluido passa e o sólido fica, retendo algum componente que estava
presente no fluido.
Operações Unitárias

9. Separação sólido-gás
A separação de partículas sólidas de um gás pode ser efetuada através de diversas maneiras, por exemplo, filtração,
precipitação eletrostática, ciclones e outros processos.

•Ciclone: É um separador por decantação, em que a força da gravidade e substituída pela força centrífuga. As partículas
mais densas (sólidos) ficam na parede devido a força centrífuga e descem. Já os gases saem pela saída central. O mais
denso sai embaixo e o menos denso sai em cima.
Operações Unitárias
Operações Unitárias

10. Hidrociclone: O princípio de funcionamento é o mesmo dos ciclones. Só que nesse caso, ao invés de separar
gases de contaminantes, separamos líquidos de contaminantes pela ação da força centrífuga. Um exemplo é separar
óleo da água, onde a água (mais densa) fica na parede, e o óleo (menos denso) sai pela saída central.

11. Elutriação: Separação de partículas sólidas tendo como base a diferença de diâmetro e densidade.

12. Adsorção: Temos um sólido adsorvente que atua em um fluido (gás ou líquido). Com isso algumas moléculas do
fluido ficam retidas (adsorvidas) no sólido.

13. Decantação e centrifugação: Operações utilizadas para separação, onde o composto mais denso fica
embaixo e o composto menos denso fica em cima. Na decantação a separação é feita pela força da gravidade,
enquanto na centrifugação essa separação é feita pela força centrífuga.
BR 2012 – TO

1 – Dentro das refinarias e nos processos de obtenção de derivados de petróleo são utilizados diversos tipos de
tratamento, dentre os quais, a adsorção, que pode ser usada para eliminação de contaminantes como compostos de
enxofre e nitrogenados.
A adsorção é um processo que utiliza um:
(A) Líquido como absorvente e trata normalmente de materiais sólidos.
(B) Líquido como adsorvente e trata normalmente materiais sólidos.
(C) Sólido como adsorvente e trata normalmente materiais fluidos.
(D) Sólido como absorvente e trata normalmente materiais fluidos.
(E) Gás como adsorvente e trata normalmente materiais sólidos.
BR 2010 – TO

2 – A decantação e a centrifugação podem ser utilizadas para separação de fluidos. Para a escolha destas operações, a
propriedade diferenciadora dos fluidos que proporciona o fenômeno da separação é a(o):
(A) Viscosidade
(B) Densidade
(C) Tensão superficial
(D) Ponto de ebulição
(E) Ponto de fulgor
BR 2010 – TO

3 – Dentre as operações abaixo, as classificadas como unitárias são:


(A) Aquecimento de um fluido, separação de água da gasolina, homogeneização de aditivos e medição de vazão.
(B) Separação de água da gasolina, homogeneização de aditivos, medição de vazão e esvaziamento de um tanque.
(C) Homogeneização de aditivos, medição de vazão, esvaziamento de um tanque e separação de água da gasolina.
(D) Medição de vazão, esvaziamento de um tanque, aquecimento de um fluido e separação de água da gasolina.
(E) Esvaziamento de um tanque, aquecimento de um fluido, separação de água da gasolina e homogeneização de
aditivos.
Petroquímica Suape 2011 – TO

4 – As operações unitárias se baseiam nos processos separativos de compostos que dependem das diferenças de
propriedades físicas do material. Nessa perspectiva, nas operações unitárias:
(A) A Lei de Raoult mostra que as composições em uma mistura em equilíbrio dependem da pressão total do sistema e
das pressões de vapor dos componentes.
(B) A Lei de Raoult é exata para uma solução não ideal, pois a pressão parcial de cada gás é diretamente proporcional a
sua fração molar.
(C) Uma solução ideal forma azeótropo quando o ponto de bolha e o ponto de orvalho coincidem com a pressão de
vapor dos componentes.
(D) A separação dos constituintes está baseada nas diferenças de estado físico no processo destilação.
(E) O líquido e o vapor contêm, em geral, os mesmos componentes com frações molares diferentes no processo de
destilação, sendo que o líquido está no seu ponto de orvalho, e o vapor, em equilíbrio, no seu ponto de bolha.
Petroquímica Suape 2009 – TO

5 – As operações unitárias utilizadas para separação são:


(A) Trituração, extrusão e destilação.
(B) Extrusão, destilação e decantação.
(C) Destilação, decantação e peneiramento.
(D) Decantação, peneiramento e trituração.
(E) Peneiramento, trituração e extrusão.
6–
Petroquímica Refap 2007 – TO

7 – Deseja-se separar uma mistura líquida binária e homogênea de alto peso molecular. Qual dos métodos abaixo é
indicado?
(A) Filtração
(B) Decantação
(C) Centrifugação
(D) Destilação fracionada a vácuo
(E) Destilação simples
Petroquímica Refap 2007 – TO

8 – Dentre as inúmeras operações unitárias existentes, uma delas tem como fundamento a inserção de uma substância
sólida em grandes quantidades de água, a fim de separar seus componentes sólidos mais densos dos menos densos.
Esse tipo de operação é feita em
(A) Lixiviadores
(B) Percoladores
(C) Hidrociclones
(D) Levigadores
(E) Peneiras
Petrobras 2011– TO

9 – Entre as operações unitárias mais importantes numa indústria, estão os processos de transferência de massa. Nesses
processos, ocorre o deslocamento de uma ou mais substâncias químicas.
A esse respeito, analise as afirmativas abaixo.
I – A transferência de massa se dá pela difusão ou convecção.
II – O processo de transferência de massa mais utilizado na indústria é a destilação, cujo princípio fundamental se baseia
na diferença de volatilidade entre as substâncias.
III – O radiador nos automóveis é um exemplo de processo de transferência de massa líquido-líquido.
Está correto o que se afirma em
(A) I, apenas.
(B) II, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) II e III, apenas.
(E) I, II e III.
Petrobras 2010– TO

10 – Com base em conceitos fundamentais, a destilação é uma operação unitária


(A) Que se destina à separação de misturas formadas por sólidos e líquidos.
(B) De transferência de massa utilizada para separação de misturas líquido-líquido.
(C) Que pode ocorrer sem variação de calor.
(D) Na qual os produtos mais voláteis saem pelo fundo da coluna de destilação.
(E) Na qual as colunas não podem ser de recheios.
Petrobras 2010– TO

11 – Qual das seguintes operações unitárias contempla as operações que têm como princípio de separação a diferença
de solubilidade ?
(A) Fluidização
(B) Adsorção
(C) Destilação
(D) Elutriação
(E) Absorção
Transpetro 2011 – TO

12 – Num laboratório, um técnico tem sobre a bancada o seguinte:


I – Um frasco contendo solução aquosa de cloreto de sódio.
II – Um frasco contendo petróleo.
III – Um cesto com lixo orgânico e limalha de ferro
IV – Uma proveta contendo gasolina (líquido de caráter apolar) e água (líquido de caráter polar).
V – Uma liga metálica constituída de cobre e estanho.
Esse técnico, visando a separação desses componentes, deve utilizar, para o procedimento:
(A) Centrífuga para separar o cloreto de sódio da água
(B) Tanques de decantação para separar os constituintes do petróleo
(C) Destilador para separar o ferro do lixo orgânico
(D) Funil de decantação para separar a gasolina da água
(E) Destilador por arraste para separar o cobre do estanho
Gabarito
1–C 14 -
2–B 15 -
3–E 16 -
4–A 17 -
5–C 18 -
6–C 19 -
7–D 20 -
8–D 21 -
9–C 22 -
10 – B 23 -
11 – E
12 – D
13 -

Você também pode gostar