Você está na página 1de 15

Gestão

De
Conflitos
“Conflito é o processo que
começa quando
uma parte percebe que a
outra parte frustrou
ou vai frustrar seus
interesses”.
NEGOCIAÇÃO X CONFLITO

Negociações se iniciam a partir de


algum tipo de conflito. Podendo ser:

* Conflitos de interesses;
* Conflitos de necessidades;
* Conflitos de opinião.
As organizações:

“Constituem-se em verdadeiras arenas


para conflitos individuais e grupais, nos
quais os participantes lutam por:

• recursos limitados,
• possibilidades de progresso na carreira,
• privilégios e outras recompensas que
possam ser proporcionadas pela
empresa”.
Causas do conflito:

1. Diferenças de personalidade;
2. Existência de atividades
interdependentes no trabalho;
3. Metas diferentes;
4. Recursos compartilhados;
5. Diferenças de informação e
percepção.
Efeitos positivos e negativos do
conflito

“Os sentimentos negativos intensos podem


trazer conclusões precipitadas e descabidas
sobre os motivos, atitudes e intenções do
outro, e reduzir o contato entre as pessoas,
estendendo o conflito além do seu problema
original, levando a ruptura do relacionamento.”
O que analisa o conflito?
• Age em função da lógica e ordenação.
• Gosta de procurar fatos para basear sua
tomada de decisões.
• Preocupa-se menos com o
acompanhamento das tarefas e com a
consideração das pessoas, e mais com a
certeza de que tudo esteja sendo feito
corretamente, de maneira ordenada e lógica.
Administração dos conflitos
Acomodação
1. Instrumento para manipular o conflito.
2. Porém, quando os problemas são encobertos,
3. eles não se resolvem por si mesmos.
4. Para minimizar o problema emocional, tendem
encobri-lo:

•Diminuindo a seriedade do problema;


•Negando que existe qualquer problema;
•Tratando superficialmente e mantendo a aparência
•de sociabilidade.
Dominação

•Pode ser considerada o exercício do poder


levado ao extremo.
•Uma parte impõe sua solução preferida, e
o faz porque tem poder para isso.
•Um prejuízo deste método: a pessoa
dominada pode não conseguir obter nada
e ressentir-se.
•Resolução rápida, porém insatisfatória.
Compromisso
Cada parte deverá desistir um pouco
daquilo que procurava.

Muitos autores contemporâneos não respeitam


e mesmo não aceitam o compromisso como
técnica de resolução de conflitos, por não
satisfazer totalmente ambas as partes
envolvidas.
Para se negociar em situações de conflito:

Saber ouvir:
Este é um ponto muito
importante.
Saber ouvir o que o outro tem a
dizer pode ser muito difícil, visto
que a tendência é ficar pensando
naquilo que se pretende dizer.
Formular questões
Possibilita conhecer mais as
propostas e pontos de vista dos outros
lados envolvidos. As questões servem
também para se testar a própria
compreensão.
Manter a mente sempre
aberta

Buscar novas opções tanto para si


próprio quanto para o outro lado
envolvido pode ser muito
importante no desenrolar da
negociação.
Movimentos

Os movimentos são a única maneira de


se estabelecer progressos.
Isso se dá tanto no sentido de se mover
em direção ao outro lado, como o outro
lado se mover sem sua direção.
Isolar o problema das pessoas
envolvidas
Concentrar-se em negociar uma solução e
esquecer-se da personalidade das pessoas
envolvidas na negociação também pode ser
questão de fundamental importância.

Você também pode gostar