Você está na página 1de 16

O SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

BÁSICA - SAEB

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL – PROF. RAFAEL DAMASCENO


INTRODUÇÃO

O SAEB substitui o SAEP a partir da década de 1990, tendo a sua implantação ocorrida
com a assistência internacional do PNUD.

O SAEB, é composto por três processos: a Avaliação Nacional da Educação Básica


(ANEB), a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (ANRESC) e a Avaliação
Nacional da Alfabetização.

2
OBJETIVOS DO SAEB

a) Contribuir para a melhoria da qualidade da educação brasileira e para a


universalização do acesso à escola, oferecendo subsídios concretos para a
formulação, reformulação e o monitoramento das políticas públicas voltadas para a
educação básica;

b) oferecer dados e indicadores que possibilitem maior compreensão dos fatores que
influenciam o desempenho dos alunos, nas diversas séries e disciplinas;

3
OBJETIVOS DO SAEB

c) proporcionar aos agentes educacionais e a sociedade uma visão clara e concreta dos
resultados dos processos de ensino e aprendizagem e das condições em que são
desenvolvidos;

d) desenvolver competência técnica e científica na área de avaliação educacional,


incentivando o intercâmbio entre instituições de ensino e pesquisa e administrações
educacionais;

e) consolidar uma cultura de avaliação nas redes e instituições de ensino.

4
CARACTERÍSTICAS DO SAEB

A cada dois anos o SAEB avalia o desempenho dos estudantes dos 5º e 9º ano do Ensino
Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio através de amostras censitárias.

Quando há a divulgação dos resultados, os indivíduos participantes não são identificados,


e também não há acesso as notas individuais de cada aluno, sendo divulgadas apenas as
médias de cada unidade escolar.

5
OBJETIVOS DO SAEB

A base dessas provas são a Matriz de Referência Curricular do SAEB, que estabelece as
competências e habilidades que os alunos deveriam aprender ao final de cada ciclo
através de uma consulta nacional sobre os currículos estaduais, os livros didáticos e
conteúdos praticados nas escolas de Ensino Fundamental e Médio.

• Descritores de Lingua Portuguesa (5º ano): Procedimentos de leitura; Implicações do


suporte, do gênero ou do enunciador na compreensão do texto; Relação entre textos;
Coerência e coesão no processamento do texto; Relação entre recursos expressivos e
efeitos de sentido; Variação linguística.

• Descritores de Matemática: Espaço e forma; Grandezas e medidas; números e


operações, álgebras e funções; Tratamento da informação;

6
FUNCIONAMENTO DO SAEB

Com base nas informações coletadas por este sistema, o MEC e as


secretarias estaduais e municipais de educação definem ações voltadas
para:

a) correção das distorções e debilidades identificadas;

b) orientar seu apoio técnico e financeiro;

c) garantir o crescimento das oportunidades educacionais, da eficácia,


eficiência e da qualidade do sistema educacional brasileiro, em seus
diferentes níveis.

7
COMPOSIÇÃO DO SAEB

Avaliação Nacional da Educação Básica – Aneb: avalia alunos


do 5º e do 9º anos do Ensino Fundamental da rede privada e das escolas
rurais, e também da3ª série do Ensino Médio, das redes pública e privada
da área urbana.

Essa prova passou por diferentes ciclos de periodicidade até que, em 2005,
a sua aplicação passou a ser bianual.

Os alunos e escolas são selecionados por amostragem e abrangem as


instituições que não atendem aos critérios da Anresc (Prova Brasil).

Dessa forma, a Aneb foca nas gestões dos sistemas educacionais e não em
experiências específicas, de forma que os resultados são apresentados por
unidade da federação, por região e para o Brasil como um todo.
8
COMPOSIÇÃO DO SAEB

Avaliação Nacional do Rendimento Escolar - Anresc (também denominada


"Prova Brasil"): trata-se de uma avaliação censitária envolvendo os alunos da 4ª
série/5ºano e 8ªsérie/9ºano do Ensino Fundamental das escolas públicas das redes
municipais, estaduais e federal, com o objetivo de avaliar a qualidade do ensino
ministrado nas escolas públicas.

Participam desta avaliação as escolas que possuem, no mínimo, 10 alunos


matriculados nas séries/anos avaliados, sendo os resultados disponibilizados por
escola e por ente federativo.

9
Qual a diferença entre a Aneb e a Prova Brasil?

São ferramentas complementares que utilizam os mesmos instrumentos avaliativos.

A grande diferença entre elas, pelo menos até a edição de 2015, refere-se ao público-
alvo ao qual cada avaliação se destina, bem como às possibilidades distintas da
utilização de seus resultados.

A Prova Brasil contempla alunos do 5º e do 9º anos do Ensino Fundamental das


escolas públicas com mais de vinte alunos. A participação das instituições de ensino
é censitária e os resultados podem ser calculados por escola.

Já a Aneb, em suas edições anteriores, destinou-se ao 5º e ao 9º anos de escolas


públicas que possuíam entre 10 e 19 alunos. Além disso, estudantes da 3ª série do
Ensino Médio de instituições públicas com mais de 10 alunos também podiam ser
submetidos ao exame.

Entretanto, a participação na Aneb era amostral, ou seja, somente parte dos alunos
participava do exame. Por isso, não era possível calcular os resultados por instituição de
ensino a partir da Aneb.
10
COMPOSIÇÃO DO SAEB

Avaliação Nacional da Alfabetização – ANA : avaliação censitária envolvendo os


alunos do 3º ano do Ensino Fundamental das escolas públicas, com o objetivo
principal de avaliar

a) os níveis de alfabetização e letramento em Língua Portuguesa;

b) alfabetização Matemática;

c) condições de oferta do Ciclo de Alfabetização das redes públicas.

11
12
13
14
15