Você está na página 1de 8

Nascimento e Expansão dos

Restaurantes
Base Tecnológica 05
Definição de Restaurante

• Um estabelecimento no qual, mediante


pagamento, é possível sentar-se à mesa para
comer fora de casa: na pior das hipóteses, uma
refeição trivial, sem preparação especial
(embora às vezes a comida seja boa...); ou, na
melhor, para viver um momento de intensa
criação artística.
Origem
• Esse tipo de comércio surgiu com os mercados e as feiras;
• Necessidade de se alimentarem ao mesmo tempo em que
estabelecem ou mantêm relações sociais. de amizade ou de
negócios;
• Tomou amplitude e diversificou-se no mesmo ritmo da urbanização
à qual, de modo especial, permaneceu ligado;
• Todavia, desde a Antiguidade, tanto no Império Romano, quanto
na China, existem estalagens ou postos de correio situados nas
principais estradas, às vezes em plena zona rural;
• Ali, se procede à mudança das montadas, as pessoas repousam,
restauram suas forças comendo e bebendo, distraem-se graças ao
pessoal da casa ou aos encontros fortuitos que venham a ocorrer;
enfim, podem pernoitar.
Surgem as cozinhas de rua
• Principal comercio de venda de
comida;
• Valores muitos variados;
• Variedade de pratos;
• Destaque para Tóquio;
• Atendem a funcionários, estudantes e
empresários;
• Presente em grandes números na
América Latina, Oriente Médio e África
;
• Desaparecem na Europa!
Nascimento do Restaurante Moderno
• França – Locais simples;
• Em estalagens que serviam vinhos baratos, comidas simples, senão
preparadas no mesmo local, em estalagens vizinhas;
• Nascem as charcutarias alemãs, onde se servem chucrutes e queijos,
além de cerveja, vinhos e aguardentes;
• Tacos na Espanha,
• As tabernas Gregas;
• Pubs Ingleses;
• Vendiam vinho barato em grandes quantidades e ficaram marcados
como lugares de badernas;
• Para beber e encontrar os amigos num espaço requintado deve-se ir ao
café, um gênero de estabelecimento cuja origem remonta ao século
precedente.
Surgem os cafés

• Foi em 1674 que o napolitano Francesco


Capelli, dito "Procope", abriu o primeiro café
de Paris;
• Em pouco tempo, de Veneza a Viena,
passando por São Petersburgo, Londres e
Paris, os cafés tornaram-se espaços
frequentados pela burguesia;
• Neles, servem-se também chá e chocolate -
bebidas exóticas acompanhadas de bolos e
sorvetes.
• Para degustar pratos realmente cozidos, convém
dirigir-se a algumas boas estalagens e sobretudo
aos especialistas em carnes assadas e aos
trattorias italianas
• Na França, suas corporações têm o monopólio das
carnes cozidas, com os charcuteiros (vendedores
de carne cozida);
• Todavia, somente o povo come nessas diferentes
butiques, instalando-se nos locais onde existem
mesas para várias pessoas.
• Paris apresenta uma cozinha altamente
qualificada, inacessível ao comum dos mortais;
• Cafés onde é possível alimentar o espírito, mas de
modo algum o estômago;
Nasce o restaurante do Século XIX
• As tabernas que vendiam vinho de má qualidade
desapareceram;
• os cafés tomaram-se salões de chá;
• As tascas se transformaram em verdadeiros restaurantes que
servem os clientes em mesas com toalha e belos pratos;
• Nas casas de pasto e leiterias, era possível adquirir, por uma
soma módica, pratos feitos em casa, preparados com todo o
capricho;
• Essa forma de vender refeições desenvolveu-se, um pouco por
toda parte no interior do país, para facilitar a vida dos artesãos,
funcionários públicos e aposentados com pequenos recursos.