Você está na página 1de 23

Fluidos

Prof. Valmara Ponte


2016.3
Fluidos
• Sólidos  Forma e volume definidos.
• Líquidos  Forma variável, volume definido.
• Gasosos  Forma e volume variável.

• Definição de Fluidos: É qualquer substância que


facilmente escoa e que muda sua forma quando
submetido à ação de pequenas forças. Tomam a
forma do recipiente.
Líquidos e Gasosos
Hidrostática
• Densidade
• Massa específica x Densidade
• Pressão
• Princípio de Pascal
• Empuxo e Princípio de Arquimedes
Hidrostática
DENSIDADE:
𝑚
𝜌 = . No S.I. dado por kg/m³
𝑉
Lembrando que: 1m³ = 1000dm³ = 1000L

• Fluidos incompressíveis  Densidade não varia


consideravelmente com a pressão.
𝜌á𝑔𝑢𝑎 = 1𝑔/𝑐𝑚³ = 1,0 ∗ 103 𝑘𝑔/𝑚³ (à 4 ˚C)
𝜌𝑎𝑟 = 1,20 𝑘𝑔/𝑚³ (à 1 atm e 20˚C)

• Densidade relativa  razão entre a densidade de uma


substância e a densidade da água.
Hidrostática
MASSA ESPECÍFICA X DENSIDADE

• Densidade  Considera o volume total do corpo


• Massa específica  Considera apenas a parte
homogênea e maciça do corpo. Característico de
cada material.

OBS: Por vezes a densidade de um corpo pode ser


equivalente a sua massa específica, caso este seja
maciço e homogêneo.
Hidrostática
PRESSÃO:
𝐹
𝑃= . No S.I. dado por Pa (pascal)
𝐴
1Pa = 1N/m²
OBS: Esta equação só é válida para uma força F uniforme
em toda a área A

• No nível do mar:
𝑃𝑎𝑟 = 14,70𝑙𝑏/𝑖𝑛² = 760𝑚𝑚𝐻𝑔 = 1,01325 ∗ 105 𝑃𝑎 = 1𝑎𝑡𝑚
∆𝑃
• Módulo de compressibilidade: 𝐵 = −
∆𝑉/𝑉
Hidrostática
PRESSÃO:
• Exemplo de aplicação: Variação da pressão
com a profundidade. (liquidos!)
Po FP = mg = ρVg = ρAhg

h P*A = Po*A + Fp
FP
P = Po + ρgh
P
Hidrostática
PRINCÍPIO DE PASCAL
“A pressão aplicada à um fluido estático incompressível
fechado é transmitida igualmente a todas as partes do fluido.”

V1 = V2
A1*d1 = A2*d2

𝐹1 𝐹2
P1 = P2  =
𝐴1 𝐴2
Hidrostática
EMPUXO E PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES
“Em todo corpo que está totalmente ou parcialmente
submerso em um fluido, existe uma força exercida pelo
fluido que age sobre o corpo, chamada EMPUXO, essa
força é dirigida para cima e tem o módulo igual ao peso
do volume do fluido deslocado pelo corpo.”

𝐸 = 𝐹𝑃𝑓𝑙𝑢 = 𝑚𝑓𝑙𝑢 ∗ 𝑔 = 𝜌𝑓𝑙𝑢 ∗ 𝑉𝑓𝑙𝑢 ∗ 𝑔

𝐹𝑃𝑎𝑝 = 𝐹𝑃𝑟𝑒 − 𝐸
𝐹𝑃𝑎𝑝 = (𝑚𝑐𝑜𝑟 ∗ 𝑔) − (𝜌𝑓𝑙𝑢 ∗ 𝑉𝑓𝑙𝑢 ∗ 𝑔)
Hidrostática
EMPUXO E PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES

A  FPre = E ; 𝜌A = 𝜌liq
B  FPre > E ; 𝜌B > 𝜌liq
C  FPre < E ; 𝜌C < 𝜌liq
Exercícios
1. Um balão de vidro, de 200 mL, está cheio com
água, a 4˚C. Aquecido a 80˚C, o balão perde 6g de
água. Qual a densidade da água a 80˚C?
(desprezar, no cálculo, a expansão do balão).

2. Uma amostra de água enche completamente um


cilindro de ferro provido de pistão, também de
ferro. A pressão do pistão aumanta de 100 atm.
(Dados: 𝐵𝑓𝑒𝑟𝑟𝑜 = 100, 𝐵á𝑔𝑢𝑎 = 2,0. )
a) Qual a variação percentual do volume de água?
b) Qual a variação percentual do volume de ferro?
Exercícios
3. Calcular a pressão a uma profundidade de 10
m num lago de água doce, sendo a pressão na
superfície de 1 atm.
4. Dado três cubos de mesmas dimensões e
feitos do mesmo material, obtenhas suas
densidade e massa específica, em cada caso:
a) Maciço com: m = 10kg, V= 1000L.
b) Oco com água no interior: m = 802kg, Vagua = 0,8m³,
ρagua = 10³kg/m³.
c) Oco com as no seu interior: Vint = 0,8m³, m= 2kg.
Exercícios

5. O pistão grande de uma prensa hidráulica tem um


raio de 20 cm. Que força deve ser aplicada ao pistão
pequeno, de 2 cm de raio, para que no maior se possa
ustentar ou elevar um carro de 1500 kg?

6. Determine a densidade de um fluido e o empuxo que


este exerceu sobre um bloco de 1 kg que ao ser
imerso teve peso registrado no dina,mômetro de 8 N
e deslocou 2*10-4 m³ deste fluido. Considere g =
10m/s². Sabendo sua densidade, de que fluido se
trata?
Hidrodinâmica
• Escoamento
• Equação da continuidade
• Equação de Bernoulli
• Teorema de Torricelli
• Efeito Venturi
Hidrodinâmica
ESCOAMENTO:
• Estacionário ou não-estacionário (laminar)
• Compressível ou incompressível
• Viscoso ou não-viscoso
• Rotacional ou irrotacional
(não turbilhonar)
Hidrodinâmica
EQUAÇÃO DA CONTINUIDADE
𝑥 𝑉
𝑣= =
∆𝑡 𝐴. ∆𝑡

𝑉𝐴 = 𝑉𝐵

𝐴. 𝑣𝐴 . ∆𝑡 = 𝐵 . 𝑣𝐵 . ∆𝑡
𝐴. 𝑣𝐴 = 𝐵 . 𝑣𝐵 = 𝑐𝑜𝑛𝑠𝑡.

Vazão volumar (no S.I.  m³/s):


𝐼𝑉 = Á𝑟𝑒𝑎 ∗ 𝑣𝑒𝑙𝑜𝑐𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 = 𝑐𝑜𝑛𝑠𝑡𝑎𝑛𝑡𝑒
Hidrodinâmica
EQUAÇÃO DE BERNOULLI
Hidrodinâmica
EQUAÇÃO DE BERNOULLI
∆𝑈 = ∆𝑚. 𝑔. ℎ = 𝜌. ∆𝑉. 𝑔. 𝑦2 − 𝑦1
1 1
∆K = ∆𝑚. 𝑣 2 = 𝜌. ∆𝑉. (𝑣2 2 − 𝑣1 2 )
2 2

𝑊 = 𝐹. ∆𝑥 = 𝑃. 𝐴. ∆𝑥 = 𝑃. ∆𝑉
𝑊𝑡𝑜𝑡𝑎𝑙 = 𝑃1 − 𝑃2 . ∆𝑉
𝑊𝑡𝑜𝑡𝑎𝑙 = ∆𝑈 + ∆𝐾

1
𝑃 + 𝜌. 𝑔. 𝑦 + . 𝜌. 𝑣 2 = 𝑐𝑜𝑛𝑠𝑡𝑎𝑛𝑡𝑒
2
Hidrodinâmica
TEOREMA DE TORRICELLI
A velocidade do escoamento da água através de um
orifícil é igual à velocidade que teria se caísse em queda
livre da altura h.
(Deduzido a partir de um caso particular da equação de Bernoulli)

𝑣= 2. 𝑔. ℎ
Hidrodinâmica
EFEITO VENTURI
“Quando a velocidade de um fluido aumenta, a
pressão diminui”.
(Deduzida a partir de um caso particular da equação de Bernoulli)

1
𝑃 + . 𝜌. 𝑣 2 = 𝑐𝑜𝑛𝑠𝑡𝑎𝑛𝑡𝑒
2
Exercícios
7. O sangue flui na aorta, cujo raio é de 1,0 cm, à
velocidade de 30 cm/s. Qual a vazão volumar? Vazão
do sangue é comumente dada em litros por minuto.
Apresente sua resposta nesta unidade.

8. Um senhor ao regar o seu jardim, gostaria de fazê-lo


sem ter que sair do lugar. Sabendo que a planta mais
distante se encontra à 3 m do senhor, que a
mangueira tem um diâmetro interno de 2 cm e que a
vazão de água é de 8*10-5 m³/s. Quanto de área deve
ser tampada na saída da manguera para que seja
possível atingir a planta mais distante?
Exercícios
9. Uma caixa d´água com diâmetro D = 3,0 m e a altura h = 32 m,
abastece uma casa como pode ser visto na figura. Uma tubulação
horizontal quesai da base da torre possui um diâmentro d= 2,54
cm. Para satisfazer às necessidades da casa, a tubulação de
suprimento deve ser capaz de distrbuir água a uma taxa R =
0,0025m³/s. Se a água escoar com a vazão máxima, qual será a
pressão na tubulação horizontal?

10. O grande oleoduto do Alasca, com cerca de 1300 Km de


comprimento, tem capacidade de conduzir 240.000 m³ de óleo
por dia. O raio da tubulação é de 60 cm. Estime a pressão P´ numa
secção do oleoduto que tem a metade desse raio. A pessão
normal no oleoduto é de P=180kPa e a densidade do óleo 800
kg/m³.
Exercícios
10. Um recipiente, de grande área de secção transversal, contém água
até uma altura H. Um orifício é feito na parte lateral do tanque a uma
distância h da superfície do líquido. A área do orifício é de 0,10 cm² e
a aceleração da gravidade é de g =10 m/s². No instante em que h =
0,80 m e H – 1,25 m, determine:
a) A velocidade com que o líquido escoa pelo orifício;
b) A vazão da água pelo orifício.

11. Quando o vento sopra forte sobre um telhado, há o risco de a


pressão se reduzir e o telhado ser arrancado pela força da pressão no
interior da casa. Imagine que um vento de 30 m/s sopre sobre um
telhado de 15 m X 15 m. Estime a força exercida, de dentro para fora,
sobre o telhado.

Você também pode gostar