Você está na página 1de 6

CASO CLINICO

•SSS, 22 anos, sexo feminino, 25 anos de idade, cor branca, ensino


superior incompleto. Sem comorbidades prévia.
• O acompanhante refere que a paciente estava na porta de uma boate
onde estava ocorrendo um incêndio que deu inicio as 02:30 horas e
devido a fumaça a paciente teve dificuldades pra sair do local ,porém a
saída de emergência não existia no local que a mesma havia ingerido
bebida alcoólica durante festas, mas nega consumo de drogas ilícitas.
•Naquele momento do atendimento, a paciente encontrava-se bastante
desorientada, cefaleia, náuseas, vertigem, estado mental alterado,
taquipnéia e hipertensão. dispneica, tontura e tosse. No trajeto até o
Pronto atendimento, teve 01 episódio de emesê.
CONDUTAS:
Foi realizado o atendimento de primeiros socorros no local.
• Retirada toda a roupa do paciente, Monitorizar: PA: 165/110
mmHg; FC: 115 BPM; FR: 32 IPM; SpO2: 85%; Temp: 35,9ºC;
Glicemia capilar: 92 mg/dL;
•Foi administrado alto fluxo de Oxigênio com Máscara,
•Sinais de Choque: pele levemente fria; pulso rápido e simétrico,
Pele toda avermelhada, com eritemas, sem sinais de
queimadura. Olho bastante avermelhado.
•02 acesso venoso calibroso,; abdome indolor a palpação; pelve
estável ; ossos longos sem sinais de edema, reposição volêmica
com Ringer Lactato
EXAME LABORATORIAIS
•Exames complementares: solicitar Hemograma,
Gasometria Arterial, Uréia e Creatinina, TGO/TGP, ECG e
Marcadores de Necrose Miocárdica;

•Encaminhar o paciente para UTI.


DIAGNOSTICO
Intoxicação aguda por gases tóxicos: Cianeto e
Monóxido de Carbono
PORTARIA Nº 9, DE 28 DE JANEIRO DE 2016

Torna pública a decisão de incorporar o cloridrato de hidroxocobalamina na concentração de 5g injetável no


tratamento de intoxicações por cianeto no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS.
O SECRETÁRIO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DO
MINISTÉRIO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições legais e com base nos termos dos art. 20 e art. 23 do Decreto
7.646, de 21 de dezembro de 2011, resolve:
Art. 1º Fica incorporado o cloridrato de hidroxocobalamina na concentração de 5g injetável no tratamento
de intoxicações por cianeto no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS.
Art. 2º O relatório de recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS
(CONITEC) sobre essa tecnologia estará disponível no endereço eletrônico: http://conitec.gov. br/.
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
EDUARDO DE AZEREDO COSTA

Publicado no DOU nº 20 de 29 de janeiro de 2016, pág 119


TRATAMENTO
Seu tratamento é orientado por meio de contato com os

Centros de Informação e Assistência Toxicológica –CIATox


• Dose inicial de 5g de hidroxocobalamina em infusão de 15-30 min, a qual foi
administrada em proximadamente 20 min após o contato com o serviço de
emergência

• Tratamento específico de Monóxido de Carbono: Alto fluxo de Oxigênio


100%
• Tratamento específico do Cianeto: Cianokit (Hidroxocabalamina) +
Tiossulfeto de Sódio (50ml de solução a 25% IV)

•Encaminhar o paciente para UTI com Intubação


Orotraqueal.