Você está na página 1de 6

As Bases Históricas da

Psicologia

Prof. Dr. Júlio Nobre


As Bases da Psicologia: a sua natureza e suas origens

Início da psicologia:  estruturalismo  Wundt  processos


elementares da mente

 funcionalismo  James  mente em


funcionamento

 escolas de psicologia do séc. XX 


Behaviorismo, Psicologia Cognitiva,
Humanismo e Psicanálise

Behaviorismo:  estudo dos eventos ambientais e dos


comportamentos observáveis

 métodos objetivos
 estudo do comportamento animal

 objetivos científicos (descrição, explicação, predição e


controle) e aconselhamento

1- Condicionamento Clássico (Pavlov)  formação de


associação entre dois eventos

 associação entre estímulos (ensaio e estágio de aquisição)

 omissão de estímulo não condicionado  extinção 

Ex: quimioterapia

 associação entre estímulo neutro e estímulo não condicionado


resposta condicionada e estímulo condicionado 
associação entre estímulo condicionado e estímulo neutro
 condicionamento de segunda ordem
2. Condicionamento Operante (Thorndike)  formação de
associação entre uma resposta e uma conseqüência

 o organismo não reage simplesmente a um estímulo (ele opera


em um ambiente)
 tentativa e erro  lei do efeito  reforço e punição  Ex: gato
na gaiola.

• Reforçamento positivo  apresentação de estímulo agradável


após comportamento desejado

• Reforçamento negativo  remoção de estímulo desagradável


após comportamento desejado

• Punição positiva  apresentação de estímulo desagradável após


comportamento indesejado

• Punição negativa  remoção de estímulo agradável após


comportamento indesejado
Psicologia Cognitiva:  estudo dos processos, estruturas e
funções mentais
 objetiva conhecimento e aplicações práticas
 métodos objetivos (porém não recusa a introspecção)

Psicologia Humanista:  potencial inerente ao indivíduo para o


desenvolvimento pessoal
 self  conceito interno que evolui com as
ações. Ação muda autoconceitos

 estudo do ser humano como um todo  postura holística 


organismos integrados com o meio cotidiano

 contra o reducionismo

 estudo dos problemas humanos significativos  que fazem


sentido para a pessoa
 focaliza o individual  significados pessoais (experiência de vida)
conduzem à realidades diferentes  linha central

 a intuição como importante fonte de informação

Psicanálise:  estuda as leis e determinantes da personalidade,


bem como trata distúrbios

 o percurso do inconsciente para a consciência como fonte de


saúde

 estudo da personalidade por meio de uma relação prolongada


terapeuta/paciente

 a personalidade se desenvolve na medida em que conflitos são


resolvidos  importância das forças internas da mente 
insights sobre normalidade e anormalidade surgem na clínica