Você está na página 1de 17

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES

CLAROS

Economia Internacional II

Professor: Luiz Paulo Fontes de Rezende

2018
Objetivo e a importância da economia
internacional

Objeto de estudo: interação econômica entre os países.


As nações estão mais ligadas por meio do comércio de
bens e serviços, dos fluxos de moeda e do
investimento denominando de economia global
(economia aberta)

- Economia internacional I – estudo da alocação dos


recursos e as teorias do comércio internacional
(microeconomia de uma economia aberta).

- Economia internacional II – estudar a macroeconomia


de uma economia aberta e os efeitos das políticas
cambiais, monetárias e fiscais.
Economia internacional: fluxo de bens e
serviços (comércio) e fluxos financeiros

Microeconomia de uma economia


aberta
Comércio Internacional transações
reais (bens e serviços) teorias de
Economia comércio Economia Internacional I
internacional
Macroeconomia de uma economia
aberta
Moeda internacional Transações
financeiras Economia Internacional II
Economia internacional I:
Economia Aberta

Microeconomia internacional

- Alocação dos recursos escassos na


economia mundial (decisões individuais de
consumo e de produção).
- Teorias das trocas: mercadorias são
trocadas diretamente por outras com base
nos preços relativos
- Teorias que abordam sobre os padrões de
comércio e de especialização dos países
Economia internacional II:
Economia Aberta

Macroeconomia internacional

- Estuda os níveis globais de produção,


emprego e a influência das interações das
economias mundiais nas atividades
econômicas
- Como a política macroeconômica garante o
pleno emprego dos fatores de produção?
- O que determina a capacidade de produção
de uma economia?
Economia internacional II:
Economia Aberta
A análise macroeconômica enfatiza:

1) Desemprego (garantir o pleno emprego nas


economias abertas ao comércio
internacional)
2) Poupança: numa economia fechada, a
poupança nacional é composta pela
poupança privada mais poupança pública
para financiar os investimentos
Economia aberta: poupança nacional mais a
poupança externa para o financiamento dos
investimentos
Economia internacional II:
Economia Aberta
A análise macroeconômica enfatiza:

3) Desequilíbrios comerciais – as políticas


macroeconômicas de um país afetam seus
parceiros comerciais

4) Moeda e nível de emprego – papel da moeda


(meio de troca) nas transações e cotação dos
preços em termos de moeda. As flutuações na
oferta e demanda por moeda afetam a produção
e o emprego (políticas monetárias).
Economia internacional II:
Economia Aberta
A Macroeconomia internacional: ferramentas
ou instrumentos de análise

1) Contabilidade da renda nacional – registra o


nível de produção, renda e despesa de um
país
2) Contabilidade do Balanço de pagamentos –
registra as transações internacionais de
país.
Macroeconomia da economia aberta
PROGRAMA

1 – Contabilidade Nacional e o balanço de


pagamentos

1.1- Conceito/introdução
1.2- Mensuração da renda, produção e das
despesas.
1.3 - Balanço de Pagamentos – registro das
contas externas.
Macroeconomia da economia aberta
PROGRAMA

2 – Taxas de câmbio e o mercado de


câmbio: um enfoque de ativos

2.1 - Definições de taxas de câmbio


2.2 - Modelo de mercado de câmbio
Macroeconomia da economia aberta
PROGRAMA

3 – Moeda, taxas de juros e taxas de câmbio

3.1 – Controle da oferta de moeda


3.2 - Modelo de ativos monetários reais,
taxas de juros e taxas de câmbio.
3.3 - Efeitos de longo prazo das variações
monetárias em preços, taxas de juros e
taxas de câmbio.
Macroeconomia da economia aberta
PROGRAMA

4 - Níveis de preços e a taxa de câmbio no


longo prazo

4.1 - Paridade do poder de compra.


4.2 – Relação entre taxas de juros e
inflação: o efeito Fisher
4.3 – Modelo das taxas de câmbio no longo
prazo: enfoque da taxa real de câmbio
Macroeconomia da economia aberta
PROGRAMA
5 - A produção e a taxa de câmbio no curto
prazo

5.1 – Determinantes da demanda agregada


no curto prazo
5.2 – Um modelo de curto prazo tanto para
mercados de produção quanto de ativos.
5.3 – Efeitos das mudanças temporárias e
permanentes nas políticas monetária e
fiscal.
Macroeconomia da economia aberta
PROGRAMA

6 - Políticas macroeconômicas e regimes de


câmbio

6.1 - Políticas monetária e fiscal sob taxas


fixas de câmbio
6.2 – Políticas monetária e fiscal sob taxas
flutuantes de câmbio
Macroeconomia da economia aberta
PROGRAMA

7 – Sistema monetário internacional: evolução e


políticas macroeconômicas

7.1 – Sistema monetário internacional, 1870–1973


7.2 – Áreas monetárias e a experiência europeia
7.3 – O mercado global de capitais: desempenho
e problemas de política econômica
7.4 – Países em desenvolvimento: crescimento,
crise e reforma.
Macroeconomia da economia aberta
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

KRUGMAN, P. R; OBSTFELD, M. Economia


internacional: teoria e política. 6ª ed. São Paulo:
Pearson, 2005.

MAIA, J. M. Economia internacional e comércio


exterior. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

SALVATORE, D. Economia Internacional. 6ª ed.


Rio de Janeiro: Prentice Hall, 1998.
SITES

• http://www.wto.org/english/res_e/statis_
e/statis_e.htm
• http://www.wto.org/
• OMC – Organização Mundial do Comércio-
criada em 1994
• http://www.imf.org/external/index.htm
• Internacional Monetary Fund