Você está na página 1de 44

Tipos de

Pele
Prof.ª Keliane C.Rocha
Antes vamos
revisar a
anatomia e
fisiologia da
pele!
A Pele

Maior órgão do corpo humano.


Órgão que recobre toda a superfície do
corpo, determinando seu limite com o
meio externo.
Corresponde a 12% da massa corporal.
Sua espessura varia de acordo com cada
região do corpo
A Pele
A aparência da pele depende de vários
fatores:
 Idade
 Sexo
 Clima
 Alimentação
 Estado de saúde.
A Pele
FUNÇÕES:
 Proteção contra diversos agentes do meio
ambiente;
 Regulação térmica do organismo;
 Excreção;
 Produção de vitamina D;
 Percepção sensorial;
 Funções estéticas.
Divisões da Pele
EPIDERME
 Camada mais externa/superficial;
 Composta por células epitelial intimamente unidas;
 Em sua evolução sofre processo de queratinização
ou corneificação:
 Origina à fina camada córnea.
 Composta basicamente de queratina;
 Proteína responsável pela
impermeabilização da pele.
EPIDERME
CONSTITUÍÇÃO
 Células epiteliais (queratinócitos) →
produzem queratina;
 Melanócitos → produzem melanina;
 Células de Langerhans → células de

defesa imunológica.
EPIDERME
DIVISÃO
CAMADA 1: CÓRNEA
 É a camada mais superficial da epiderme;

 Pequena espessura (20 micrômeros);

 Grande capacidade de retenção hídrica → pele

macia;
 Consiste de vários planos de células mortas e
intimamente ligadas;
EPIDERME
DIVISÃO
CAMADA 1: CÓRNEA
 Citoplasma substituído por queratina = céls.
Corneificadas;
 Cobertura ao redor de toda a superfície do
corpo;
 Proteção contra invasão do meio externo;
 Restringe a perda de água;
EPIDERME
DIVISÃO
CAMADA 1: CÓRNEA
 Células superficiais são eliminadas por
abrasão (atrito): renovação em 28 dias;

 Pele mais seca em idosos → deficiência


do extrato córneo em reter água.
EPIDERME
DIVISÃO
CAMADA LÚCIDA
Localizada entre as camada 1 e 2;
Constituída por várias camadas de células
achatadas e intimamente ligadas.:
maioria apresenta limites indistintos;
 perde todas as suas inclusões citoplasmáticas,
exceto as fibrilas de queratina.
EPIDERME
DIVISÃO

CAMADA LÚCIDA

Mais proeminente em áreas de pele

espessa;

Não é visível com facilidade.


EPIDERME
DIVISÃO
CAMADA 2: GRANULOSA
Formada por células que já estão em franca
degeneração;
Contem grânulos de querato-hialina no
citoplasma ;
Associação com o fenômeno de
queratinização dos epitélios.
EPIDERME
DIVISÃO

CAMADA 3: ESPINHOSA – MALPIGHI

Células de aspecto espinhoso;

Funções:

 Resistência ao atrito.
EPIDERME
DIVISÃO
CAMADA 4: GERMINATIVA – BASAL

 É a camada mais profunda

 Epitélio germinativo – gera novas células

para substituir as que são perdidas na

camada córnea;
EPIDERME
DIVISÃO
CAMADA 4: GERMINATIVA – BASAL

Deslocamento 21-28 dias;

 Células constituintes:

 Queratinócitos

 Melanócitos
EPIDERME
EPIDERME

MELANÓCITOS
A epiderme é translúcida, deixando
entrever a cor rosada dos glóbulos
vermelhos que fluem sobre ela.
A pele escura contém grande quantidade
de melanina na epiderme.
EPIDERME
MELANÓCITOS

Característica hereditária.

Esse pigmento age como um protetor solar

natural que defende o corpo contra os

perigos da radiação ultravioleta do sol.


EPIDERME
MELANÓCITOS
DERME
É uma espessa camada de tecido conjuntivo;
Sobre a qual se apóia a EPIDERME;
 Comunicando esta com a HIPODERME;
 Responsável pela resistência e elasticidade da
pele;
 Contém fibras elásticas, reticulares e,
principalmente colágenas;
DERME
 Suprida por vasos sanguíneos, vasos linfáticos e
nervos;

 Apresenta grande variação de espessura nas

diferentes partes do corpo;

 Espessura média é de 2 mm;

 Contém glândulas especializadas e órgãos do

sentido.
DERME
DIVISÃO
CAMADA PAPILAR
 Mais superficial;
 Constituída por tecido conjuntivo frouxo;
 Papilas dérmicas:
 Saliências que acompanham as reentrâncias da
epiderme.
 Rica suprimento sanguíneo:
 Nutrição e regulação térmica.
DERME
DIVISÃO
CAMADA RETICULAR
 Mais profunda e espessa;
 Constituída de tecido conjuntivo denso:
 Fibras colágenas entrelaçam-se formando
uma rede .

Ambas as camadas contêm fibras elásticas


responsáveis, em parte, pela elasticidade da pele.
DERME
DIVISÃO
HIPODERME

Tecido conjuntivo frouxo rico em fibras e

células adiposas em vários graus de

concentração.
HIPODERME
 CAMADAS
 AREOLAR → superficial; adipócitos
globulares volumosos e numerosos e
delicados vasos.
 Lâmina Fibrosa → separa a camada
areolar da lamelar.
 LAMELAR → mais profunda; aumento da

espessura com ganho de peso (hiperplasia).


HIPODERME
FUNÇÕES:
Reservatório energético;

 Isolante térmico;

 Modela superfície corporal;

Absorção de choque;

Fixação dos órgãos.


Os tipos de pele são determinados de
acordo com alguns parâmetros
encontrados na pele como:

Textura;
Aspecto
Sensibilidade
Quantidade de óleo
Quantidade de água
Os biotipos cutâneos são classificados em :
Normal,
Seca,
Oleosa,
Mista,
Sensível.
Pele Normal
Textura lisa e suave, é firme, elástica e
radiante de saúde.
(Pele BumBum de bebê)
Crianças até 12 anos;
Coloração, textura e aspecto normais;
Óstios normais, não dilatados;
Equilíbrio perfeito entre glândulas sudoríparas e
sebáceas
Superfície lisa;
 As células no estrato córneo apresentam um
padrão regular e a proteção
de uma fina camada de
óleo, ou seja, ideal para
exercer a sua função
básica como barreira
protetora ideal.
Pele Seca ou Alípica:

Pouco comum em climas


tropicais.
- Sensíveis ás agressões
externas;
- Espessura fina,
- Sem brilho, opaca;
- Desidratada e
desvitalizada;
- Descamação, prurido;
- Diminuição dos fatores
lipídicos e hídricos.
 Pessoas com pele seca têm grande
tendência a desenvolver rugas.
Pode ser uma condição congênita ou adquirida.
 Falta de hidratação no estrato córneo,
resultante de uma
perda de água para
a atmosfera devido
a um defeito na barreira
de permeabilidade.
A superfície da pele
costuma conter cerca
de 20% de água.
Os componentes como os
lipídeos e as proteínas formam
uma estrutura especial do tipo
“tijolos e cimentos” para reter
essa água, se sofrem danos, a
sua pele ficará desidratada.
Pele Oleosa ou Lipídica
Tem um aspecto brilhante, aparentemente
grossa, com poros dilatados em toda face,
É facilmente irritável, difícil de maquiar e
freqüentemente associada a acne (cravos
e espinhas).
Sulcos e linhas
mais profundas
Vantagem: menos rugas, pele jovem por
mais tempo

A pele oleosa elimina quantidades


mínimas porém constantes de gorduras
epidérmicas que irão formar, juntamente
com o suor, uma película que cobre e
protege a camada córnea, contribuindo para
sua coesão, lubrificação e proteção.
Se seus pais têm a pele oleosa é possível
que você também a tenha.
O excesso de sebo
também pode obstruir
os poros e favorecer
o aparecimento de
comedões e miliuns.
As áreas mais afetadas
costumam ser o rosto,
pescoço,
o peito e as costas.
Estes pequenos quistos benignos (miliuns)
surgem essencialmente nas zonas da pele
expostas à luz solar. Têm um diâmetro
aproximado de 1 a 2 mm, podendo atingir
os 5mm. As suas cores variam entre o
branco, cor de pele ou amarelo claro.
As zonas mais
comuns de aparecimento
são: queixo,
área periorbital,
nariz, orelhas, pescoço.
Pele Mista
A pele mista possui uma
semelhança com a pele
oleosa.
Enquanto a pele oleosa
apresenta oleosidade e
óstios abertos em toda a
face, a pele mista apresenta
essas caracteristicas na
chamada " zona T" ( que
significa teste, nariz e
queixo).
Pele Sensível:
A pele sensível exige cuidados redobrados,
pois é fina frágil e delicada.
Tem pouca oleosidade e, por isso, adquire
aparência áspera e com tendência à
formação de rugas.
Outra característica da pele sensível é a
irritabilidade: elas são muito sensíveis às
mudanças climáticas e ao uso de
cosméticos.
De um modo geral as peles claras têm mais
tendência a apresentar sensibilidade.
Normalmente, desenvolvem vermelhidão,
ardor e manchas, telangiectasia, além de
também serem muito propensas à
descamação.
Pode envelhecer mais rapidamente que a
pele normal devido ás reações que sofrem e
geram radiais livres, que aceleram o
processo de envelhecimento.

Você também pode gostar