Você está na página 1de 13

Dimensionamento de pilar

*Imagens e exemplos retirados


das notas de aula do Prof. Dr.
Paulo Sérgio dos Santos Bastos.
Comprimento equivalente (le):

𝑙𝑜 + ℎ
𝑙𝑒 ≤ ቊ
𝑙
Flexão composta normal
• Excentricidade de 1ª ordem – A NBR não permite trabalhar apenas
com compressão centrada.
Flexão composta normal
• Excentricidade de 2ª ordem 35 ≤ λ ≤ 90
Configurações em projeto - Pilar intermediário
Configurações em projeto - Pilar de extremidade
Configuração em projeto – pilar de canto
Seção transversal do pilar:
• Trabalharemos com os ábacos de Venturini
Coeficiente de ponderação
• Não é permitido seção com lado menor que 19 cm. Em casos
especiais, permite-se a redução do lado, desde que os esforços
considerados no projeto sejam majorados pelo coeficiente 𝛾𝑛 .
Roteiro de cálculo:
Esforços solicitantes
INPUT Índice de esbeltez
Nd

Momentos mínimos
E excentricidades

Curvatura aproximada
Momentos de 2ª
ordem
Rigidez aproximada
Roteiro de cálculo:

• Quando não for necessário área de aço, deve-se usar a mínima:

𝐴𝑠,𝑚𝑖𝑛 = 0,8%𝐴𝑐
Exemplo 01: Pilar biapoiado
• Nk = 785,7 kN; fck = 20 MPa; fyk = 500 MPa, d’=4 cm.
Exemplo 02: Pilar biapoiado
• Nk = 1071 kN; fck = 20 MPa; fyk = 500 MPa, d’=4 cm.