Você está na página 1de 107

Fundação de Ensino de Contagem

Unidade Cruzeiro do Sul

Química
01) (UFMG) - Ao se sair molhado em local aberto, mesmo em dias quentes,
sente-se uma sensação de frio. Esse fenômeno está relacionado com a
evaporação da água que, no caso, está em contato com o corpo humano.
Essa sensação de frio explica-se corretamente pelo fato de que a evaporação
da água:  
  
a) é um processo endotérmico e cede calor ao corpo.
b) é um processo endotérmico e retira calor do corpo.
c) é um processo exotérmico e cede calor ao corpo.
d) é um processo exotérmico e retira calor do corpo.        
Resposta Questão 1
Letra b.

Ao ser exposto ao calor, o corpo molhado força a água a evaporar.


A evaporação é um processo endotérmico, ou seja, para ele ocorrer a
água precisa absorver calor, sendo esse calor retirado da nossa pele (por
isso a sensação de frio).
02) Considere os processos a seguir:
I. Queima do carvão.
II. Fusão do gelo à temperatura de 25°C.
III. Combustão da madeira.

a) apenas o primeiro é exotérmico.


b) apenas o segundo é exotérmico.
c) apenas o terceiro é exotérmico.
d) apenas o primeiro é endotérmico.
e) apenas o segundo é endotérmico.
Resposta Questão 2
Letra e.

I. Queima do carvão.
Há liberação de calor, ou seja, é um processo exotérmico.

II. Fusão do gelo à temperatura de 25°C.


A fusão é endotérmica.

III. Combustão da madeira.


Uma reação de combustão é sempre exotérmica.
3) (Uece) - Observe o esquema.
Transformação: 870kJ → 1.000kJ
Entalpia Entalpia
Inicial Final
De acordo com o esquema apresentado, podemos dizer que esse processo
deverá ser:
a) endotérmico, com ∆H = + 1.870 kJ.
b) endotérmico e absorve 130 kJ.
c) exotérmico e liberar 130 kJ.
d) exotérmico, com ∆H = - 1.870 kJ.
Resposta Questão 3
Letra b.

Para saber se o processo é endotérmico ou exotérmico devemos descobrir a


Variação de Entalpia, que pode ser calculada da seguinte maneira:
ΔH = Hf - Hi
Onde:
Dessa forma, teremos:
ΔH = Variação de Entalpia
ΔH = Hf - Hi
Hf = Entalpia Final
ΔH = 1000 kJ - 870 kJ
Hi = Entalpia Inicial
ΔH = 130 kJ
4) (Unesp-SP) - Em uma cozinha, estão ocorrendo os seguintes processos:
I. Gás queimando em uma das “bocas” do fogão.
II. Água fervendo em uma panela que se encontra sobre esta “boca” do
fogão.

Com relação a esses processos, pode-se estimar que:


a) I e II são exotérmicos.
b) I é exotérmico e II é endotérmico.
c) I é endotérmico e II é exotérmico.
d) I é isotérmico e II é exotérmico.
e) I é endotérmico e II é isotérmico
Resposta Questão 4
Letra b.

I. Gás queimando em uma das “bocas” do fogão.


O gás queimando é combustão, portanto, processo exotérmico.

II. Água fervendo em uma panela que se encontra sobre esta “boca” do fogão.
A água fervida vai começar a evaporar, evaporação é um processo
endotérmico.
5) (Mackenzie-SP) - Dizemos que reações de combustão são exotérmicas
porque:
a) absorvem calor.
b) liberam oxigênio.
c) perdem água.
d) são hidroscópicas.
e) liberam calor.

Resposta Questão 5
Letra e.
As reações de combustão são ditas exotérmicas por liberarem calor
6) (Unopar-PR) - Em casas de artigos esportivos é comercializado saco
plástico contendo uma mistura de limalha de ferro, sal, carvão ativado e
serragem de madeira úmida, que ao serem ativados produzem calor. Esse
produto é utilizado em acampamento e alpinismo para aquecer as mãos ou
fazer compressas quentes numa contusão. O calor obtido provém de uma
reação:
a) endotérmica. Resposta Questão 6
b) exotérmica. Letra b.

c) dupla troca. Se o calor provém de uma


reação, essa reação só pode
d) adiabática. ser exotérmica.
e) isobárica.
7) (MACK SP)
Fe2O3(s) + 3C(s) → 2Fe(s) + 3CO(g)
ΔH = + 491,5 KJ

Da transformação do óxido de ferro III em ferro metálico, segundo a equação


acima, pode-se afirmar que:
a) é uma reação endotérmica.
b)é uma reação exotérmica.
c) é necessário 1 mol de carbono para cada mol de FeO3 (s) transformado.
d) a energia absorvida na transformação de 2 mols de FeO3 (s) é igual a
491,5 KJ.
Resposta Questão 7
Letra a.

Afirmativa a: está correta. Como o ΔH é positivo, sabemos que a reação é


endotérmica.
Afirmativa b: está errada. É uma reação endotérmica.
Afirmativa c: está errada. São necessários 3 mols de carbono para cada
FeO3(s).
Afirmativa d: está errada. A energia absorvida na transformação de 2 mols
de FeO3(s) é: 2 X 491,5 KJ = 983 KJ.
8) (UNISANTANA-SP) - No processo exotérmico, o calor é cedida ao meio
ambiente, enquanto no processo endotérmico o calor é absorvido do
ambiente. Quando um atleta sofre uma contusão, é necessário resfriar,
imediatamente, o local com emprego de éter; quando o gelo é exposto à
temperatura ambiente, liquefaz-se. A evaporação do éter e a fusão do gelo
são, respectivamente, processos:
a) endotérmico e endotérmico.
b) exotérmico e exotérmico.
c) endotérmico e exotérmico.
d) exotérmico e endotérmico.
e) isotérmico e endotérmico.
Resposta Questão 8
Letra a.

Evaporação = processo endotérmico (absorve calor).


Fusão = processo endotérmico.
9) (Uespi-PI) - Observe o gráfico abaixo
1. O gráfico corresponde a um processo endotérmico.
2. A entalpia da reação é igual a + 226 kcal.
3. A energia de ativação da reação é igual a 560 kcal.

Está(ão) correta(s):
a) 1 apenas
b) 2 apenas
c) 2 e 3 apenas
d) 1 e 3 apenas
e) 1, 2 e 3
Resposta Questão 9
Letra e.
Afirmativa 1: está correta. O processo é endotérmico pois a entalpia final é
maior do que a inicial.
Afirmativa 2: está correta.
ΔH = Hf - Hi
ΔH = 226 - 0
ΔH = 226 kcal
Afirmativa 3: está correta. O cálculo da energia de ativação é feito pela
subtração do pico da curva e do início, ou seja, 560 - 0 = 560 kcal.
Todas certas, letra "e".
10) (UERJ 2005/1) - O gelo seco, ou dióxido de carbono solidificado, muito
utilizado em processos de refrigeração, sofre sublimação nas condições
ambientes. Durante essa transformação, ocorrem, dentre outros, os
fenômenos de variação de energia e de rompimento de interações.
Esses fenômenos são classificados, respectivamente, como:
a) exotérmico - interatômico
b) exotérmico - internuclear
c) isotérmico - interatômico
d) endotérmico - intermolecular
Resposta Questão 10
Letra d.

A passagem do estado sólido para o gasoso constitui um processo


endotérmico. O dióxido de carbono é apolar, portanto, quando ele está no
estado sólido (gelo-seco), suas moléculas se mantêm nos cristais
moleculares graças a uma força de atração intermolecular entre elas,
chamada de dipolo induzido.
Essa força é fraca e por isso precisa de pouca energia para quebrá-la,
consequentemente o gelo-seco sublima em temperatura muito baixa.
11) (UDESC 2010) - Dados os calores de reação nas condições padrões para
as reações químicas abaixo:

Pode-se afirmar que a entalpia padrão do acetileno, em kcal/mol, é:


a) –310,6
b) –222,5
c) –54,3
d) +54,3
e) +222,5
Resposta Questão 11
Letra d.

Passo 1: Montar a equação principal que se quer descobrir a entalpia.


2C + H2 ----------> C2H2

Passo 2: Manusear as equações dadas.


1ª: H2(g) + 1/2 O2(g) ----------> H2O(l) ∆H° = -68,3kcal

Como o H2 está no mesmo lado na equação principal (lado dos reagentes),


deixamos ela assim.
Resposta Questão 11

2ª: C(s) + O2(g) ----------> CO2(g) ∆H° = -94,0 kcal


O C está no mesmo lado que a equação principal.
Porém, como são dois carbonos na equação principal, devemos multiplicá-la
por dois.
C(s) + O2(g) ----------> CO2(g) ∆H° = -94,0kcal X 2

2C(s) + 2O2(g) ----------> 2CO2(g) ∆H° = -188,0 kcal (a entalpia é multiplicada


também)
Resposta Questão 11

3ª: C2H2(s) + 5/2 O2(g) ----------> 2CO2 + H2O(l) ∆H°= -310,6 kcal

Devemos inverter a equação, pois na equação principal o C2H2 está nos


produtos.
2CO2 + H2O(l) ----------> C2H2(s) + 5/2 O2(g) ∆H°= 310,6 kcal (ao inverter o sinal
do ∆H muda)

Passo 3: Somar as entalpias.


∆H = -68,3 -94 + 310,6 = + 54,3 kcal
12) (UFG GO/2014) - A variação de entalpia (ΔH) é uma grandeza
relacionada à variação de energia que depende apenas dos estados inicial e
final de uma reação. Analise as seguintes equações químicas:

I) C3H8(g) + 5 O2(g) → 3 CO2(g) + 4 H2O(l) ΔHº = –2.220 kJ

II) C(grafite) + O2(g) → CO2(g) ΔHº = –394 kJ

III) H2(g) + ½ O2(g) → H2O(l) ΔHº = –286 kJ

Ante o exposto, determine a equação global de formação do gás propano e


calcule o valor da variação de entalpia do processo.
Resposta Questão 12

Passo 1: Montar a equação principal que se quer descobrir a entalpia.


3C(grafite) + 4H2(g) → C3H8(g)

Passo 2: Manusear as equações dadas.


I) C3H8(g) + 5 O2(g) → 3 CO2(g) + 4 H2O(l) ΔHº = –2.220 kJ

O C3H8 está do lado dos reagentes, mas ele precisa ficar do lado dos
produtos como na equação principal. Ou seja, devemos inverter a equação.
3 CO2(g) + 4 H2O(l) → C3H8(g) + 5 O2(g) ΔHº = 2.220 kJ
Resposta Questão 12

II) C(grafite) + O2(g) → CO2(g) ΔHº = –394 kJ

O C(grafite) está no mesmo lado que a equação principal, mas como são três
carbonos precisamos multiplicar por três.

C(grafite) + O2(g) → CO2(g) ΔHº = –394 kJ X 3

3C(grafite) + 3O2(g) → 3CO2(g) ΔHº = –1182 kJ


Resposta Questão 12

III) H2(g) + ½ O2(g) → H2O(l) ΔHº = –286 kJ

O H2(g) está no mesmo lado que a equação principal, mas como são quatro
mols de H2 precisamos multiplicar por quatro.
H2(g) + ½ O2(g) → H2O(l) ΔHº = –286 kJ X 4

4H2(g) + 2O2(g) → 4H2O(l) ΔHº = –1144 kJ

Passo 3: Somar as entalpias.


ΔH = ΔH1 + ΔH2 + ΔH3
ΔH = 2220 - 1182 + ( - 1144 )
ΔH = -106 kJ
13) (UNICAMP SP/2014) - Explosão e incêndio se combinaram no terminal
marítimo de São Francisco do Sul, em Santa Catarina, espalhando muita
fumaça pela cidade e pela região. O incidente ocorreu com uma carga de
fertilizante em que se estima tenham sido decompostas 10 mil toneladas de
nitrato de amônio.
A fumaça branca que foi eliminada durante 4 dias era de composição
complexa, mas apresentava principalmente os produtos da decomposição
térmica do nitrato de amônio: monóxido de dinitrogênio e água.
Em abril de 2013, um acidente semelhante ocorreu em West, Estados Unidos
da América, envolvendo a mesma substância. Infelizmente, naquele caso,
houve uma explosão, ocasionando a morte de muitas pessoas.
13)
a) Com base nessas informações, escreva a equação química da
decomposição térmica que ocorreu com o nitrato de amônio.

b) Dado que os valores das energias padrão de formação em kJ mol–1 das


substâncias envolvidas são nitrato de amônio (-366), monóxido de
dinitrogênio (82) e água (-242), o processo de decomposição ocorrido no
incidente é endotérmico ou exotérmico? Justifique sua resposta considerando
a decomposição em condições padrão.
Resposta Questão 13
a) NH4NO3(s) → N2O(g) + 2 H2O(g)
b) Como o nitrato de amônio está sofrendo decomposição, precisamos inverter
o valor de sua entalpia de formação para +366 kJ. Além disso, precisamos
multiplicar a entalpia de formação da água por dois, já que são formados 2
mols de H2O na decomposição.
A variação de entalpia será:
ΔH = 366 + 82 + 2 . -242
ΔH = 448 - 484
ΔH = -36 kJ
É exotérmico, pois o ΔH é negativo.
14) ENEM 2015 - O aproveitamento de resíduos florestais vem se tornando
cada dia mais atrativo, pois eles são uma fonte renovável de energia. A figura
representa a queima de um bio-óleo extraído do resíduo de madeira, sendo
ΔH1 a variação de entalpia devido à queima de 1g desse bio-óleo, resultando

em gás carbônico e água líquida, e ΔH2 a variação de entalpia envolvida na


conversão de 1g de água no estado gasoso para o estado líquido.
A variação de entalpia, em kJ, para a queima de 5 g desse bio-óleo
resultando em CO2 (gasoso) e H2O (gasoso) é:
A) -106.
B) -94,0.
C) -82,0.
D) -21,2.
E) -16,4
Resposta Questão 14
Letra c.

As equações são:

Bio-óleo + O2(g) → CO2(g) + H2O(l)           ΔH1 = -18,8 kJ/g

CO2(g) + H2O(g) → CO2(g) + H2O(l)           ΔH2 = -2,4 kJ/g
Resposta Questão 14

Ao aplicarmos a Lei de Hess e invertermos a segunda equação, teremos:


ΔH = ΔH1 + ΔH2
ΔH = -18,8 + 2,4
ΔH = -16,4 kJ/g

Como são 5 gramas:


5 X (-16,4) = -82 kJ
15) (PUC RJ) - Considere a seguinte reação termoquímica:

2NO(g) + O2(g) →  2NO2(g) 

ΔH= -13,5 kcal / mol de NO e assinale a alternativa falsa.

a) A reação é exotérmica.
b) São libertados 13,5 kcal para cada mol de NO(g) que reagir.

c) A entalpia padrão de formação do O2(g) é diferente de zero nas condições


padrão.
d) A reação de oxidação do NO(g) pode ocorrer no ar atmosférico.
Resposta Questão 15
Letra c.

Afirmativa a: Verdadeira. Como o ΔH é negativo, a reação é exotérmica.


Afirmativa b: Verdadeira.
Afirmativa c: Falsa. Essa alternativa é falsa pois a entalpia de formação do
O2(g) é considerada zero.
Afirmativa d: Verdadeira.
16) (UFRRJ) - Desde a pré-história, quando aprendeu a manipular o fogo
para cozinhar seus alimentos e se aquecer, o homem vem percebendo sua
dependência cada vez maior das várias formas de energia.
A energia é importante para uso industrial e doméstico, nos transportes, etc.
Existem reações químicas que ocorrem com liberação ou absorção de
energia, sob a forma de calor, denominadas, respectivamente, como
exotérmicas e endotérmicas.
Observe o gráfico a seguir e assinale a alternativa correta:
a) O gráfico representa uma reação endotérmica.
b) O gráfico representa uma reação exotérmica.
c) A entalpia dos reagentes é igual à dos produtos.
d) A entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes.
e) A variação de entalpia é maior que zero.
Resposta Questão 16
Letra b.

Afirmativa a: está errada.
A reação é exotérmica, pois a HP é menor que a HR.
Afirmativa b: está correta.
Afirmativa c: está errada. Não é igual.
Afirmativa d: está errada. É menor.
Afirmativa e: está errada. É menor que zero.
17) (Unesp) - A reação da formação de água, a partir de hidrogênio e
oxigênio gasosos, é um processo altamente exotérmico. Se as entalpias (H)
de reagentes e produtos forem comparadas, vale a relação:
Resposta Questão 17
Letra a.

Como a reação mencionada é exotérmica, ela precisa ter necessariamente a


entalpia dos reagentes maior do que a dos produtos.

Ou seja, HH2 + HO2 > HH2O.


18) A entalpia de neutralização é, aproximadamente, constante quando:
a) o ácido e a base são fracos
b) o ácido e a base são fortes
c) o ácido é forte e a base é fraca
d) o ácido é fraco e a base é forte
e) o ácido e a base são concentrados

Resposta Questão 18
Letra b.

A entalpia de neutralização é constante para ácidos fortes e bases fortes


porque eles ficam completamente dissociados numa solução.
19) (Unesp - adaptado) - As entalpias de formação de NO e NO2 gasosos
são, respectivamente, 90,4 e 33,9 kJ/mol. Calcule o calor da reação, no
estado gasoso, entre NO e O2 para formar NO2.

Resposta Questão 19
O calor de reação é a variação de entalpia, que pode ser calculada como:
ΔH = Hprodutos - Hreagentes
Dessa forma, temos a entalpia de formação do NO e do NO 2, e como o O2 é
uma substância simples sua entalpia é igual a 0.
NO + ½ O2 ----> NO2
90,4.......0..........33,9
ΔH = 33,9 - (90,4)
ΔH = 33,9 - 90,4
ΔH = -56,5kJ
20) (UFRN) - Considere a tabela seguinte: 

                                                                    

Usando a equação 4 NO2(g) + 2 H2O(l) +O2 → 4 HNO3(aq) e os dados contidos na


tabela, é correto afirmar que a variação de entalpia- padrão (∆H°) para a
produção de 2 mols de HNO3(aq) é: 
a) -388 KJ 
b) -194 KJ 
c) +228 KJ 
d) +200 KJ 
e) +1800 KJ
Resposta Questão 20
Letra b.

Como pede 2 mols de HNO3(aq), nós dividimos a equação por 2.

4 NO2(g) + 2 H2O(l) +O2 → 4 HNO3(aq) /2


Ficará:
2 NO2(g) + H2O(l) + 1/2 O2 → 2 HNO3(aq)
33KJ/mol...-286KJ/mol.......0.........-207KJ/mol

ΔH = Hprodutos - Hreagentes
ΔH = (2 X -207) - (2 X 33 -286)
ΔH = (-414) - (-220)
ΔH = -194KJ
21) (UNIUBE MG/2013) - O etanol é um composto orgânico cuja ebulição
ocorre a uma temperatura de 78,4 ºC. Pode ser obtido a partir de vários
métodos. No Brasil, é produzido através da fermentação da cana-de-açúcar,
já que a sua disponibilidade agrícola é bastante ampla no nosso País.
A reação química da combustão completa do etanol e o seu valor da entalpia
são dados a seguir:

C2H5OH(l) + 3 O2(g) → 2 CO2(g) + 3 H2O(l) + 327 kcal/mol 
21)  Sabendo-se que a entalpia é uma propriedade extensiva, na queima de
115 g desse combustível, a quantidade de calor envolvida na reação é de,
aproximadamente:

a)-327 kcal.
b)+817,5 kcal
c)+327 kcal
d)-817,5 kcal
e)-130,8 kcal
Resposta Questão 21
Letra d.

Basta fazer uma regra de três.


A massa molar do C2H5OH é 46g.

46g de C2H5OH -------------- libera 327 kcal

115g de C2H5OH ------------ libera x


x = - 817,5 kcal
(como é liberação fica negativo)
22) (UFJF MG/2012) - A fabricação de diamantes pode ser feita, comprimindo-
se grafite a uma temperatura elevada, empregando-se catalisadores metálicos,
como o tântalo e o cobalto.
As reações de combustão desses dois alótropos do carbono são mostradas a
seguir.

C(grafite) + O2(g) → CO2(g)              ΔH = – 94,06 kcal.mol–1 

C(diamante) + O2(g) → CO2(g)          ΔH = – 94,51 kcal.mol–1 
22) 
Com base nas reações acima, considere as seguintes afirmações:

I. De acordo com a Lei de Hess, a variação de entalpia da transformação do


C(grafite) em C(diamante) é – 0,45 kcal.mol–1.

II. A queima de 1 mol de C(diamante) libera mais energia do que a queima de 1 mol

de C(grafite).

III. A formação de CO2(g) é endotérmica em ambos os processos.


22) 
Assinale a alternativa CORRETA: 
a) Todas as afirmações estão corretas.
b) Somente I e II estão corretas.
c) Somente I e III estão corretas.
d) Somente II e III estão corretas.
e) Somente a afirmação II está correta.
Resposta Questão 22
Letra e.

Afirmativa I: está errada.

Está pedindo o ∆H da transformação do C(grafite) em C(diamante).


A equação principal será:
C(grafite) → C(diamante)

Agora vamos manusear as equações dadas:


C(grafite) + O2 (g) → CO2 (g) ΔH = – 94,06 kcal.mol–1

C(diamante) + O2 (g) → CO2 (g) ΔH = – 94,51 kcal.mol–1


Resposta Questão 22
Letra e.

Na primeira equação o C(grafite) está do lado dos reagentes, ou seja, fica igual.

Na segunda equação o C(diamante) está do lado dos reagentes, ou seja,


invertemos.
Dessa forma, ficará assim:
C(grafite) + O2(g) → CO2(g) ΔH = – 94,06 kcal.mol–1

CO2(g) → C(diamante) + O2(g) ΔH = 94,51 kcal.mol–1


------------------------------------------------------------------------
C(grafite) → C(diamante)               Reação global
Resposta Questão 22
Letra e.

ΔH = H1 + H2
ΔH = -94,06 + 94,51
ΔH = 0, 45 kcal.mol-1

Afirmativa II: está correta. A queima do C(diamante) libera 0,45 kcal a mais.
Afirmativa III: está errada. É exotérmica em ambos os processos, pois eles
possuem ΔH menor que 0.

Somente a afirmação II está correta.
23) (Uel) - Considere a reação de combustão de 440,0g de propano, a 25°C e 1
atm, com liberação de 22.200 kJ. O ΔH de combustão do propano, em kJ/mol,
vale:
(Dado: massa molar do propano = 44 g/mol)

a) - 22.200
b) + 22.200
c) - 2.220
d) + 2.220
e) - 555,0
Resposta Questão 23
Letra c.

Regra de três
440g de propano -------------------- libera 22200kJ
44g de propano (1 mol) ------------ libera x
x = 2220kJ

Como é LIBERAÇÃO de calor, o ΔH é negativo.


ΔH= -2220kJ/mol
24)  (Puccamp) - Nos Estados Unidos, em 1947, a explosão de um navio
carregado do fertilizante nitrato de amônio causou a morte de cerca de 500
pessoas. A reação ocorrida pode ser representada pela equação:
2 NH4NO3(s)  →   2 N2(g) + O2(g) + 4 H2O(l)         ΔH = - 411,2 kJ 
Nesse processo, quando há decomposição de 1,0 mol do sal ocorre:
a) liberação de 411,2kJ.
b) absorção de 411,2kJ.
c) liberação de 305,6kJ.
d) absorção de 205,6kL.
e) liberação de 205,6kJ.
Resposta Questão 24
Letra e.

A decomposição de 2 mols do sal NH4NO3 libera 411,2 kJ.


Com 1 mol será a metade, ou seja, libera 205,6 kJ.
25) (OSEC) - Analise as afirmativas abaixo:

I. Entalpia (H) pode ser conceituada como a energia global de um sistema.


II. Uma reação exotérmica apresenta variação de entalpia (∆H) positiva.
III. O calor de reação de um processo químico será dado pela variação de
entalpia (∆H).

a) somente I é correta
b) somente II é correta
c) somente III é correta
d) as afirmativas I e II são corretas
e) as afirmativas I e III são corretas.
Resposta Questão 25
Letra e.

Afirmativa I: está correta.


Afirmativa II: está errada.
O ΔH de uma reação exotérmica é negativo.
Afirmativa III: está correta.
26) (CESCEM) - Sendo o ∆H de formação do óxido de ferro (II) igual a – 64,04
kcal/mol e o ∆H de formação do óxido de ferro (III) igual a – 196,5 kcal/mol, o
∆H da reação abaixo será:
2 FeO + ½ O2 -----> Fe2O3
a) - 68,4 kcal/mol
b) 68,4
c) - 132,5
d ) 132,5 e
e) - 260,5
Resposta Questão 26
Letra a.
Pode-se usar rapidamente a fórmula da variação de entalpia.
∆H = Hp - Hr
∆H = (-196,5) - (2 X -64,04)    multiplicou-se por 2 pois são dois FeO na reação
∆H = -196,5 + 128,08
∆H = -68,42 kcal
27)  (PUC-MG) - Sendo o ΔH de formação do óxido de cobre II igual a –37,6
kcal/mol e o ΔH de formação do óxido de cobre I igual a –40,4 kcal/mol, o ΔH
da reação:
Cu2O(s) + ½ O2(g) → 2 CuO(s) será:
a) –34,8 kcal.
b) –115,6 kcal
c) –5,6 kcal.
d) +115,6 kcal.
e) +34,8 kcal.
Resposta Questão 27
Letra a.
Óxido de cobre II (CuO) = -37,6 kcal/mol
Óxido de cobre I (Cu2O) = -40,4 Kcal/mol
Reação: Cu2O(s) + ½ O2(g) → 2 CuO(s)
Vamos aplicar a fórmula da variação de entalpia.
∆H = Hp - Hr
∆H = (2 X -37,6) - (-40,4) multiplicou-se por 2 pois são dois CuO na reação
∆H = -75,2 + 40,4
∆H = -34,8 kcal
28)  Do conjunto de substancias: água no estado liquido, oxigênio gasoso,
diamante, grafite e nitrogênio gasoso, indique quais devem ter entalpia-padrão
de formação (ΔHf) igual a zero.

Resposta Questão 28
Possuem entalpia de formação igual a 0 as substâncias simples no estado
padrão e na forma alotrópica estável.
Sendo assim, seriam elas: oxigênio gasoso, grafite e nitrogênio gasoso.
Ver resposta!
29) (Vunesp-2005) - Considere a equação a seguir:
2H2(g) + O2(g) → 2H2O(l)             ∆H = –572 kJ 

É correto afirmar que a reação é:


a) exotérmica, liberando 286kJ por mol de oxigênio consumido.
b) exotérmica, liberando 572kJ para dois mols de água produzida.
c) endotérmica, consumindo 572kJ para dois mols de água produzida.
d) endotérmica, liberando 572kJ para dois mols de oxigênio consumido.
e) endotérmica, consumindo 286kJ por mol de água produzida.
Resposta Questão 29
Letra b.
A reação é exotérmica por ter o ∆H negativo e libera 572 kJ para dois mols de
água produzida, basta ver a equação.
30) (Vunesp-2003) - O peróxido de hidrogênio, H2O2, é um líquido incolor cujas
soluções são alvejantes e antisépticas.
Esta "água oxigenada" é preparada num processo cuja equação global é:
H2(g) + O2(g) → H2O2(l) 
Dadas as equações das semi-reações:
H2O2(l) → H2O(l) + ½ O2(g)           ΔH = – 98,0 kJ/mol 

2H2(g) + O2(g) → 2H2O(l)                  ΔH = – 572,0 kJ/mol 
pergunta-se:
a) Qual o ΔH da reação do processo global?
b) Esta reação é exotérmica ou endotérmica? Justifique sua resposta.
Resposta Questão 30
a) A primeira equação é invertida e a segunda é dividida por 2.
Depois somam-se as entalpias.
ΔH = 98 - 286 = -188 kJ
b) Exotérmica, porque o ΔH é negativo.
31)  (UCS RS) Atletas que sofrem problemas musculares durante uma
competição podem utilizar bolsas instantâneas frias ou quentes como
dispositivos para primeiros socorros. Esses dispositivos normalmente são
constituídos por uma bolsa de plástico que contém água em uma seção e uma
substância química seca em outra seção. Ao golpear a bolsa, a água dissolve a
substância, de acordo com as equações químicas representadas abaixo.
Equação 1:
CaCl2(s) -------> Ca+2(aq) + 2Cl-(aq) ∆H = –82,8 kJ/mol
Equação 2:
NH4NO3(s) ----------> NH4+(aq) + NO3–(aq) ∆H = +26,2 kJ/mol
31) 
Se um atleta precisasse utilizar uma bolsa instantânea fria, escolheria a bolsa
que contém o:
a) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica é exotérmica.

b) NH4NO3(s), pois sua reação de deslocamento com a água deixa a bolsa fria.

c) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica absorve o calor.

d) NH4NO3(s), pois sua dissociação iônica é endotérmica.

e) CaCl2(s), pois sua reação de dupla troca com a água deixa a bolsa fria.

Resposta Questão 31
Letra d.
32) Um passo do processo de produção de ferro metálico, Fe(s), é a redução do
óxido ferroso (FeO) com monóxido de carbono (CO).
FeO(s) + CO(g) → Fe(s) + CO2(g)              ∆H = ?
Utilizando as equações termoquímicas abaixo e baseando-se na Lei de Hess,
assinale a alternativa que indique o valor mais próximo de “∆H”:

Fe2O3(s) + 3 CO(g) → 2 Fe(s) + 3 CO2(g) ∆H = -25 kJ

3 FeO(s) + CO2(g) → Fe3O4(s) + CO(g) ∆H = -36 kJ

2 Fe3O4(s) + CO2(g) → 3 Fe2O3(s) + CO(g) ∆H = +47 kJ


32) 
a) -17 kJ.
b) +14 kJ.
c) -100 kJ.
d) -36 kJ.
e) +50 kJ.
Resposta Questão 32
Alternativa “a”.

O valor que queremos descobrir é o da variação da entalpia da reação:


FeO(s) + CO(g) → Fe(s) + CO2(g)           ∆H = ?
Segundo a lei de Hess, a variação da entalpia de uma reação depende
somente da entalpia do estado final e inicial, independentemente se a reação
ocorreu em uma única etapa ou em mais.
Por isso, podemos somar as três reações e descobrir o valor do “∆H”.
Mas observe que é preciso multiplicar a primeira equação por 3 e a segunda
por 2:
Resposta Questão 32
Alternativa “a”.
3 Fe2O3(s) + 9 CO(g) → 6 Fe(s) + 9 CO2(g)           ∆H = -75 kJ

+  
           6 FeO(s) + 2 CO2(g) → 2 Fe3O4(s) + 2 CO(g)        ∆H = -72 kJ
                  2 Fe3O4(s) + CO2(g) → 3 Fe2O3(s) + CO(g)             ∆H = +47 kJ
________________________________________________________
                  6 FeO(s) + 6 CO(g) → 6 Fe(s) + 6 CO2(g)              ∆H = -100 kJ

Dividindo a equação inteira por 6, inclusive o valor de ∆H, temos o seguinte


valor aproximado:
FeO(s) + CO(g) → Fe(s) + CO2(g)            ∆H = -17 kJ
33) Dadas as seguintes equações termoquímicas:
2 H2(g) + O2(g) → 2 H2O(ℓ) ∆H = -571,5 kJ

N2O5(g) + H2O(ℓ) → 2 HNO3(ℓ) ∆H = -76,6 kJ

½ N2(g) + 3/2 O2(g) + ½ H2(g) → HNO3(ℓ) ∆H = -174,1 kJ


Baseado nessas equações, determine a alternativa correta a respeito da
formação de 2 mols de N2O5(g) a partir de 2 mols de N2(g) e 5 mols de O2(g):
a) libera 28,3 kJ
b) absorve 28,3 kJ.
c) libera 822,2 kJ.
d) absorve 822,2 kJ.
e) absorve 474 ,0 kJ.
Resposta Questão 33
Alternativa “b”.

Queremos descobrir o calor que foi liberado ou absorvido (variação de entalpia)


na seguinte equação:
2 N2(g) + 5 O2(g) → 2 N2O5(g) ∆H = ?

Para resolver essa questão aplicando a Lei de Hess, temos que inverter a
primeira e a segunda equação, multiplicar a segunda equação por 2 e
multiplicar a terceira equação por 4:
Resposta Questão 33
Alternativa “b”.
2 H2O(ℓ) → 2 H2(g) + O2(g) ∆H = +571,5 kJ

+ 4 HNO3(ℓ) → 2 N2O5(g) + 2 H2O(ℓ) ∆H = +153,2 kJ


2 N2(g) + 6 O2(g) + 2 H2(g) → 4 HNO3(ℓ) ∆H = -696,4 kJ
____________________________________________________
2 N2(g) + 5 O2(g) → 2 N2O5(g)                  ∆H = + 28,3 kJ

O sinal positivo indica que houve absorção de energia na forma de calor.


34) (FGV-SP)
Em um conversor catalítico, usado em veículos automotores em seu cano de
escape para redução da poluição atmosférica, ocorrem várias reações
químicas, sendo que uma das mais importantes é:
1 CO(g) + ½ O2(g) → 1 CO2(g)

Sabendo-se que as entalpias das reações citadas abaixo são:


C(grafita) + ½ O2(g) → CO(g) ∆H1 = -26,4 kcal

C(grafita) + O2(g) → CO2(g) ∆H2 = -94,1 kcal


34) (FGV-SP)
Pode-se afirmar que a reação inicial é:

a) exotérmica e absorve 67,7 kcal/mol.


b) exotérmica e libera 120,5 kcal/mol.
c) exotérmica e libera 67,7 kcal/mol.
d) endotérmica e absorve 120,5 kcal/mol.
e) endotérmica e absorve 67,7 kcal/mol.
Resposta Questão 34
Alternativa “c”.

O inverso da equação 1 somado à equação 2:


CO(g) → C(grafita) + ½ O2(g) ∆H1 = +26,4 kcal
C(grafita) + O2(g) → CO2(g) ∆H2 = -94,1 kcal
_________________________________________________
CO(g) + ½ O2(g) → CO2(g) ∆H = -67,7 kcal
35)  (Cesgranrio-RJ) O elemento químico tungstênio, W, é muito utilizado em
filamentos de lâmpadas incandescentes comuns.
Quando ligado a elementos como carbono ou boro, forma substâncias
quimicamente inertes e muito duras.
O carbeto de tungstênio, WC(s), muito utilizado em esmeris, lixas para metais
etc., pode ser obtido pela reação:
1 C(grafite) + 1 W(s) → 1 WC(s)

A partir das reações a seguir, calcule o ∆H de formação para o WC (s).


35) Dados:
1 W(s) + 3/2 O2(g) → 1 WO3(s) ∆HCOMBUSTÃO = -840 kJ/mol

1 C(grafite) + 1 O2(g) → 1 CO2(g) ∆HCOMBUSTÃO = -394 kJ/mol

1 WC(s) + 5/2 O2(g) → 1WO3(s) + 1 CO2(g) ∆HCOMBUSTÃO =-1196 kJ/mol

a) - 19 kJ/mol
b) + 38 kJ/mol
c) - 38 kJ/mol
d) + 2 430 kJ/mol
e) - 2 430 kJ/mol
Resposta Questão 35
Alternativa “c”.

Para chegar à equação desejada, temos que inverter a terceira equação:


1 W(s) + 3/2 O2(g) → 1 WO3(s) ∆HCOMBUSTÃO = -840 kJ/mol

+ 1 C(grafite) + 1 O2(g) → 1 CO2(g) ∆HCOMBUSTÃO = -394 kJ/mol


1WO3(s) + 1 CO2(g) →1 WC(s) + 5/2 O2(g) ∆HCOMBUSTÃO = +1196 kJ/mol
_____________________________________________________________
1 C(grafite) + 1 W(s) → 1 WC(s) ∆H = -38 kJ/mol
36) (UFG GO/2014)

A variação de entalpia (ΔH) é uma grandeza relacionada à variação de


energia que depende apenas dos estados inicial e final de uma reação.
Analise as seguintes equações químicas:

I) C3H8(g) + 5 O2(g) → 3 CO2(g) + 4 H2O(l) ΔHº = –2.220 kJ

II) C(grafite) + O2(g) → CO2(g) ΔHº = –394 kJ

III) H2(g) + ½ O2(g) → H2O(l) ΔHº = –286 kJ

Ante o exposto, determine a equação global de formação do gás propano e


calcule o valor da variação de entalpia do processo.
Resposta Questão 36
1- A questão fornece três reações com o valor de ΔH, indicando que envolve a
LEI DE HESS.
Precisamos montar apenas a reação principal, que de acordo com o texto é de
formação do propano.
Lembrando: Na entalpia de formação, sempre vai formar um mol da substância,
a partir de suas substâncias simples.
3 C(grafite) + 4 H2(g) → C3H8(g) ΔHº = ?
Resposta Questão 36
• Encontramos o carbono grafite na 2º equação e na mesma posição
(reagente). Só que na principal temos 3 mols de carbono grafite, isto indica
que temos que manter e multiplicar a equação II por três, incluindo o ΔH.
• Encontramos o gás hidrogênio na 3º equação e na mesma posição
(reagente). Só que na principal temos 4 mols de gás hidrogênio, isto indica
que temos que manter e multiplicar a equação III por quatro, incluindo o ΔH.
• Encontramos o gás propano na 1º equação e na posição de reagente e na
principal o gás propano é produto. Portanto temos que inverter a reação,
incluindo o sinal do ΔH.
Resposta Questão 36

Após cortar as substâncias que entra reagente e sai produto é só


somar os respectivos valores de ΔH, vamos encontrar a resposta da
questão:
ΔH = ΔH1 + ΔH2 + ΔH3 → ΔH = - 1182 + ( - 1144 ) + 2220
ΔHº = –106 kJ
37)  (FGV  SP/2014)  Deverá entrar em funcionamento em 2017, em Iperó, no
interior de São Paulo, o Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), que será
destinado à produção de radioisótopos para radiofármacos e também para
produção de fontes radioativas usadas pelo Brasil em larga escala nas áreas
industrial e de pesquisas. Um exemplo da aplicação tecnológica de
radioisótopos são sensores contendo fonte de amerício-241, obtido como
produto de fissão.

Ele decai para o radioisótopo neptúnio-237 e emite um feixe de radiação.


Fontes de amerício-241 são usadas como indicadores de nível em tanques e
fornos mesmo em ambiente de intenso calor, como ocorre no interior dos alto
fornos da Companhia Siderúrgica Paulista (COSIPA).
37)  (FGV-SP/2014) A produção de combustível para os reatores nucleares de
fissão envolve o processo de transformação do composto sólido UO2 ao

composto gasoso UF6 por meio das etapas:

I. UO2 (s) + 4 HF (g) → UF4 (s) + 2 H2O (g)

II. UF4 (s) + F2 (g) → UF6 (g)

Considere os dados da tabela:


37) (FGV SP/2014) 

O valor da entalpia padrão da reação global de produção de 1 mol de UF 6 por


meio das etapas I e II, dada em kJ/mol, é igual a:

a) – 454.
b) – 764.
c) – 1 264.
d) + 454
e) + 1264
Resposta Questão 37
Alternativa “a”.

• A questão fornece a sequência de reações para a obtenção do UF6.


• Primeiro vamos determinar a reação global e calcular o ΔH, pois é dado o
valor de entalpia para cada mol de substância.
Resposta Questão 37
Alternativa “a”.
Resposta Questão 37
Alternativa “a”.

ΔH = HP - HR
ΔH = - 2634 – ( -2180)
ΔH = - 454 Kj
38) (UNESP SP/2014)

Insumo essencial na indústria de tintas, o dióxido de titânio sólido puro (TiO 2)

pode ser obtido a partir de minérios com teor aproximado de 70% em TiO 2 que,
após moagem, é submetido à seguinte sequência de etapas:

I. aquecimento com carvão sólido


TiO2(s) + C(s) → Ti(s) + CO2(g) ΔHreação = +550 kJ/mol
II. reação do titânio metálico com cloro molecular gasoso
Ti(s) + 2 Cl2(s) → TiCl4(l) ΔH reação = –804 kJ/mol
III. reação do cloreto de titânio líquido com oxigênio molecular gasoso
TiCl4(l) + O2(g) → TiO2(s) + 2 Cl2(g) ΔHreação = –140 kJ/mol
38) Considerando as etapas I e II do processo, é correto afirmar que a reação
para produção de 1 mol de TiCl4(l) a partir de TiO2(s) é:

a) exotérmica, ocorrendo liberação de 1 354 kJ.


b) exotérmica, ocorrendo liberação de 254 kJ.
c) endotérmica, ocorrendo absorção de 254 kJ.
d) endotérmica, ocorrendo absorção de 1 354 kJ.
e) exotérmica, ocorrendo liberação de 804 kJ.
Resposta Questão 38
Alternativa “b”.
I. aquecimento com carvão sólido
TiO2(s) + C(s) → Ti(s) + CO2(g) ΔHreação = +550 kJ/mol
II. reação do titânio metálico com cloro molecular gasoso
Ti(s) + 2 Cl2(s) → TiCl4(l) ΔHreação = –804 kJ/mol
Considerando apenas as etapas I e II do processo, conforme a indicação do
texto, vamos calcular a variação de entalpia(ΔH) para produção de 1 mol de
TiCl4(l) a partir de TiO2(s).
I. aquecimento com carvão sólido
II. reação do titânio metálico com cloro molecular gasoso
Resposta Questão 38
Alternativa “b”.
Resposta Questão 38
Alternativa “b”.

ΔH = ΔH1 + ΔH2
ΔH = 550 + (- 804)
ΔH = - 254 Kj/mol de H2
39)  (MACK  SP/2014)  O craqueamento (craking) é a denominação técnica de
processos químicos na indústria por meio dos quais moléculas mais complexas
são quebradas em moléculas mais simples. O princípio básico desse tipo de
processo é o rompimento das ligações carbono-carbono pela adição de calor
e/ou catalisador.

Um exemplo da aplicação do craqueamento é a transformação do dodecano em


dois compostos de menor massa molar, hexano e propeno (propileno),
conforme exemplificado, simplificadamente, pela equação química a seguir:

C12H26(l) → C6H14(l) + 2 C3H6(g)
39) São dadas as equações termoquímicas de combustão completa, no estado-
padrão para três hidrocarbonetos:

C12H26(l) + O2(g) → 12 CO2(g) + 13 H2O(l) ΔHºCombustão = –7513,0 kJ/mol

C6H14(g) + O2(g) → 6 CO2(g) + 7 H2O(l) ΔHºCombustão = –4163,0 kJ/mol

C3H6(g) + O2(g) → 3 CO2(g) + 3 H2O(l) ΔHºCombustão = –2220,0 kJ/mol

Utilizando a Lei de Hess, pode-se afirmar que o valor da variação de entalpia-


padrão para o craqueamento do dodecano em hexano e propeno, será:

a) – 13896,0 kJ/mol. b) – 1130,0 kJ/mol. c) + 1090,0


kJ/mol. d) + 1130,0 kJ/mol. e) + 13896,0 kJ/mol.
Resposta Questão 39
Alternativa “c”.

Reação principal: C12H26(l) → C6H14(l) + 2 C3H6(g) ∆Hº = ?


São dadas as equações termoquímicas de combustão completa, no estado-
padrão para três hidrocarbonetos.
Temos que:
Resposta Questão 39

→ ΔHº = +1090 Kj