Você está na página 1de 6

29.

Muitos têm esperado que Deus os guarde


de enfermidades, meramente porque Lho
suplicaram. Mas Deus não deferiu suas
orações, porque sua fé não foi corroborada
pelas obras. Deus não operará milagres para
livrar de enfermidades aqueles que não cuidam
de si mesmos, mas estão de contínuo violando
as leis da saúde, e não fazem esforços para
evitar as enfermidades.
Quando fazemos tudo que podemos para ter saúde,
então podemos esperar que abençoados resultados se
sigam, e podemos pedir com fé a Deus que abençoe
nossos esforços pela preservação da saúde. Ele
responderá então a nossas orações, se Seu nome
puder ser glorificado por isto. Mas compreendam
todos que há uma obra para fazerem. Deus não
operará de maneira miraculosa para preservar a
saúde de pessoas que estão seguindo um caminho
que fatalmente os fará enfermos, por causa de sua
desatenção para com as leis da saúde.
Os que lisonjeiam o apetite, e então sofrem em virtude de
sua intemperança, e tomam drogas para se aliviarem,
podem estar certos de que Deus não Se interporá para
assegurar-lhes a saúde e salvar-lhes a vida tão
temerariamente posta em perigo. A causa produziu o
efeito. Muitos, como último recurso, seguem a indicação
da Palavra de Deus, e solicitam as orações dos anciãos
da igreja para a restauração de sua saúde. Deus não
considera apropriado responder a orações feitas em favor
de tais pessoas, pois sabe que se tiverem restaurada a
saúde, voltarão a sacrificá-la sobre o altar do apetite
doentio.
Uma lição do fracasso de Israel
30. O Senhor deu Sua palavra ao Israel antigo de que
se se apegassem firmemente a Ele e cumprissem todos os
Seus reclamos, guardaria todos os Seus das doenças que
haviam atribulado os egípcios; mas essa promessa foi
feita sob condição de obediência. Se os israelitas
houvessem obedecido às instruções recebidas,
aproveitando-se de suas vantagens, ter-se-iam tornado
para o mundo um modelo de saúde e prosperidade.
Deixaram de cumprir o plano divino e, desta forma, de
receber também as bênçãos que poderiam ter sido suas.
Mas em José e Daniel, Moisés e Elias e em muitos
outros, temos exemplos nobres dos resultados que se
podem obter de um plano sábio de vida. Da mesma
maneira a fidelidade hoje em dia produzirá
resultados idênticos. É para nós que está escrito:
“Vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a
nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis
as virtudes d´Aquele que vos chamou das trevas
para a sua maravilhosa luz.” 1 Pedro 2:9.
31. Houvessem os israelitas obedecido às
instruções recebidas, e aproveitado suas
vantagens, e teriam sido para o mundo uma
lição objetiva de saúde e prosperidade. Se,
como um povo, houvessem vivido em harmonia
com o plano de Deus, teriam sido preservados
das moléstias que afligiam outras nações.
Haveriam, mais que qualquer outro povo,
possuído resistência física e vigor intelectual.