Você está na página 1de 29

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Formanda: Carla Patrícia Silva Ramos


16 de outubro de 2017
Objetivos e Conteúdos
Objetivo • Divulgar o Património Industrial e a importância da sua preservação
Geral:
 Definir os elementos que integram o Património Industrial;
 Enumerar os fatores que contribuíram para o estudo e preservação do

Objetivos Património Industrial;


Específicos  Identificar o Património Industrial presente em Portugal Continental e
no Arquipélago dos Açores;
 Localizar as regiões portuguesas que integram as Rotas de Património
Industrial.
 O Património Industrial: breve contextualização histórica;
Conteúdos
 Espaços industriais abandonados: novas funcionalidades;
 Património Industrial em Portugal Continental e no Arquipélago dos
Açores;
 Rotas de Património Industrial.
Contextualização Histórica
tangível - património material :
natural, arqueológico, arquitetónico
Património e industrial;

Intangível - património imaterial:


tradições , lendas, costumes.

Como surgiu?
• Após a Segunda Guerra Mundial (1945) assistiu-se por toda a
Europa à destruição de estruturas com um importante
significado histórico e simbólico (ex:fábricas).

investigadores refletiram sobre as


Iniciou-se
potencialidades da preservação dos
movimento de
vestígios industriais;
defesa do legado
industrial ;

O processo de valorização e conservação dos


vestígios industriais iniciou-se no Reino Unido.
• Surgiram obras literárias e revistas sobre o tema ;

• Criou-se associações regionais, nacionais e internacionais com


a finalidade de proteger este património;

• Conferências; III Conferência Internacional para a


Conservação dos Monumentos
Industriais em Estocolmo (1978);
Em Portugal …

As preocupações
começaram nos finais de Primeiras associações
1970 e início de 1980
• O património industrial é um dos mais ameaçados de
destruição por ser um património recente.

Desaparecimento de
Destruição total ou o
vestígios industriais que
aproveitamento das
nunca foram estudados ou
estruturas industriais.
conservados
*Razões que conduziram à sua proteção

- Consciencialização de que com a destruição destes vestígios


se perde simultaneamente

história, património memória e identidade

- Reconhecimento dos seus valores

histórico, arquitetónico Social, tecnológico, científico


Património Industrial

Ponte D. Luís -
Porto

Aqueduto das
Águas Livres -
Lisboa

Escola Industrial
Marquês de
Pombal – Lisboa
Espaços Industriais abandonados
Novas
funcionalidades
(lazer, cultura,
hotelaria,
habitação)

Projetos de
recuperação e
reutilização
Melhora a das estruturas Reconhecimento
imagem do industriais dos valores do
Espaço passado
Urbano.
• Em Portugal a maioria dos edifícios industriais desativados
foram transformados em museus;

• Esta reabilitação pode dotar dois modelos:

1º - espaços mantêm as antigas funções


reforçando o seu valor patrimonial e de
memória;

2º - espaços adotam funções diferentes das que


existiam, invocando o seu significado histórico;
 Exemplos em Portugal Continental

Hotel Fábrica e Museu do Chocolate


 Exemplos em Portugal Continental
Complexo Mineiro de Tresminas
 Exemplos em Portugal Continental

Museu do Carro Elétrico


 Exemplos em Portugal Continental
Tinturaria da "Real Fábrica de Panos
da Covilhã"
 Exemplos em Portugal Continental

Museu da
Eletricidade
 Exemplos em Portugal Continental

Adega-
Museu de
Odeceixe
 Exemplos no Arquipélago dos Açores

Museu da Fábrica da Baleia


do Boqueirão
 Exemplos no Arquipélago dos Açores

Museu do Vinho - Madalena

Museu da Indústria Baleeira -


São Roque
 Exemplos no Arquipélago dos Açores

Moinho de vento

Museu da Graciosa
 Exemplos no Arquipélago dos Açores

Fábrica de Tabaco da Maia

Centro de Artes Contemporâneas


 Exemplos no Arquipélago dos Açores

Tenda do Ferreiro Ferrador

Museu da Cerâmica Vieira


 Rotas de Património Industrial na Europa

 European Route of Industrial Heritage (2002)

http://www.erih.net/
 Rotas de Património Industrial em Portugal
• Exercício: