Você está na página 1de 9

Galileu Galilei

Galileu Galilei
Galileu Galilei

O mérito de Galileu

O mérito

de

Galileu foi

o

de ter mostrado com

clareza e precisão a distinção entre filosofia, ciência e religião, fazendo ver que o objeto específicos delas é essencialmente diferente:

Religião

Verdades religiosas (fé)

Filosofia

Verdades ontológicas (reflexão)

Ciência
Ciência

Verdades naturais (experiência)

O mérito de Galileu

Segundo Galileu, no debate científico, não se pode

apelar nem para a autoridade dos filósofos, nem para a Bíblia.

Nada é mais vergonhoso

do que recorrer a textos sagrados e

filosóficos (que muitas vezes foram escritos com outra intenção) para

resolver os problemas

específicos da natureza.

O mérito de Galileu Segundo Galileu, no debate científico, não se pode apelar nem para a

Natureza e Sagrada Escritura

Sagrada Escritura e Natureza procedem ambas do Verbo Divino: a primeira ditada pelo Espírito Santo; a segunda como executora da vontade de Deus.

Natureza e Sagrada Escritura Sagrada Escritura e Natureza procedem ambas do Verbo Divino: a primeira ditada
Natureza e Sagrada Escritura Sagrada Escritura e Natureza procedem ambas do Verbo Divino: a primeira ditada

Natureza e Sagrada Escritura

No entanto, enquanto a Sagrada Escritura precisou adaptar-se arbitrariamente à interpretação dos homens, a natureza permanece a mesma, segundo as leis que lhe foram impostas (fato este que torna possível conhecê-la diretamente).

Natureza e Sagrada Escritura No entanto, enquanto a Sagrada Escritura precisou adaptar-se arbitrariamente à interpretação dos

Autonomia da Natureza

Desta

maneira,

por

colocar-se como evidente aos olhos do cientista, os resultados e observações da experiência devem ser considerados como os mais seguros, mesmo que isso não pareça de

acordo com alguma passagem da Sagrada Escritura.

Autonomia da Natureza Desta maneira, por colocar-se como evidente aos olhos do cientista, os resultados e

Ilustração sobre a

Inquisição de Galileu em 16 de fevereiro de 1616.

Autonomia da Natureza

Portanto, para Galileu:

Bíblia
Bíblia

Livro da Religião

Autonomia da Natureza Portanto, para Galileu: Bíblia Livro da Religião Cuida das verdades divinas Manual Livro

Cuida das verdades divinas

Manual
Manual

Livro da Ciência

Autonomia da Natureza Portanto, para Galileu: Bíblia Livro da Religião Cuida das verdades divinas Manual Livro

Cuida das verdades naturais

Cada livro cuida da sua área: assim como

não

é

conveniente explicar a realidade

divina

a

partir

do

manual de ciência, não é sensato explicar a natureza a partir da Bíblia.

Universo e linguagem matemática

Na opinião de Galileu, não se começa a filosofar a partir das opiniões célebres de outros filósofos. Isso cria um discurso estéril e infecundo.

Pelo contrário, a filosofia encontra-se escrita no grande livro que permanece sempre aberto aos olhos de todos: o Universo.

Universo e linguagem matemática Na opinião de Galileu, não se começa a filosofar a partir das

Universo e linguagem matemática

Se o Universo é um livro, não se pode conhecê-lo sem antes entender a língua e os caracteres com os quais está escrito.

E qual é essa língua? Para Galileu o universo está escrito em linguagem matemática e em figuras geométricas, sem as quais torna-se impossível conhecer a realidade.

Universo e linguagem matemática Se o Universo é um livro, não se pode conhecê-lo sem antes