Você está na página 1de 24

ANELÍDEOS, PLATELMINTOS

E NEMATELMINTOS
Anelídeos
 Morfologia:
 Possuem esse nome pois seu corpo é dividido
(divisão=metameria) em Anéis.

 Reprodução:
 Alguns são hermafroditas outros possuem os sexos separados.

 Habitat:
 Água doce ou salgada ou em solos úmidos.

 Respiração:
 Cutânea: Repiração pela pele.
A minhoca (Lumbricus terrestris)
 Vivem em lugares
úmidos.

 Seu corpos é
formado por vários
anéis. A boca fica
numa extremidade
e o ânus em outra.
A minhoca (Lumbricus terrestris)
 Reprodução:
 Apesar de serem
hermafroditas, as
minhocas ainda precisam
de outra pra reprodução.
 Uma passa
espermatozóides para a
outra, fecundando os
óvulos de ambas.
 Os óvulos (ou ovos)
fecundados são
deixados no solo
Sanguessuga (Hirudo medicinalis)
 Eles vivem em riachos
e pântanos.
 Possuem uma ventosa
em cada extremidade.
Uma serve para a
fixação na pele da
vítima e a outra para
sugar o sangue no
animal
 Parasita  hospedeiro
Anelídeos
Nemaltelmintos

 Características gerais;
 Corpo cumprido e fino;

 São dióicos (sexos separados em macho e

fêmea); As fêmeas na maioria das vezes são


maiores que os machos;
 Podem viver no solo, ou na água, mas a maioria

parasita animais, vegetais e o homem.


Enterobius vermicularis: Oxiúrios
 Eles medem
aproximadamente
1cm e parecem um
pedaço de linha
branca.
 Eles vivem no
intestino grosso
humano e causam
inflamações e grande
desconforto.
Enterobius vermicularis: Oxiúrios
 Transmissão:
 Através da ingestão dos ovos
contendo larvas de oxiúros,
presentes nas mãos, água
contaminada, frutas e
verduras.
 Na reprodução desses
vermes, as fêmeas que foram
fecundadas, vão até a parte
final do intestino grosso e
depositam os ovos durante a
noite. Isso causa intensa
coceira.
Enterobius vermicularis: Oxiúrios

 A doença causada pela infestação do oxiúros causa é chamada de oxiurose


Enterobius vermicularis: Oxiúrios
 Como evitar a doença?
 As mãos e as unhas devem estar limpas e muito

bem lavadas;
 Lavar muito bem os alimentos;

 Objetos pessoais e roupas devem estar muito bem


lavados e limpos.
Ascaris lumbricoides: Lombriga
 São bem maiores que os
oxiúros, podem medir até
40 cm de comprimento;
 Os machos são menores
que as fêmas;
 As fêmeas podem botar
por dia até 200 mil ovos.
 Causa a doença conhecida
como Ascaridíase.
Ascaris lumbricoides: Lombriga
 Transmissão:
 Os ovos da lombriga são liberados no intestino da

pessoal infectada. Esse ovos podem ser espalhados


na água e contaminar alimentos. Esse ovos podem
contaminar se instalar no intestino de outra pessoa
e infectá-los.
 Quando o ambiente está desfavorável, esse ovos

adquirem formas resistentes, até que o ambiente


fique favorável novamente.
Ascaris lumbricoides: Lombriga
 1- A ingestão de água ou alimento (frutas e
verduras) contaminados .
2- Descem pelo esôfago, passam pelo estômago
e vão até o intestino delgado, cada ovo se
rompe e libera uma larva.
3- Cada larva penetra no intestino cai na
corrente sangüínea, atingindo fígado, coração e
pulmões, onde sofre algumas mudanças.
4- Permanece nos alvéolos pulmonares
podendo causar sintomas semelhantes ao de
penumonia.
5- Ao abandonar os alvéolos passam para os
brônquios, traqueia, laringe (onde provocam
tosse com o movimento que executam) e
faringe.
6- Em seguida, são deglutidas e atingem o
intestino delgado, onde crescem e se
transformam em vermes adultos.
7- Após o acasalamento, a fêmie inicia a
liberação dos ovos. Cerca de 15.000 ovos por
dia. Todo esse ciclo que começou com a
ingestão de ovos, até a formação de adultos,
dura cerca de 2 meses.
8-Os ovos são eliminados com as fezes. Dentro
de cada ovo, dotado de casca protetora, ocorre 9- Ovos contidos nas fezes contaminam a água de
o desenvolvimento de um embrião que, após
algum tempo, origina uma larva. consumo e os alimentos utilizados pelo homem.
Ascaris lumbricoides: Lombriga
 Como evitar:
 Saneamento básico, água
tratada e tratamento de esgoto.
 Sempre usar agua limpa, filtrada
ou fervida;
 A ascaridíase é feita através de
remédias que expulsam esses
vermes do corpo.
Ascaris lumbricoides: Lombriga
Platelmintos
 Características gerais:
 Têm corpo achatado;

 Não possuem anéis, nem patas;

 A maioria é parasita.
Planária
 Não é parasita e se alimenta de invertebrados menores que
ela, é carnívora.
 Se reproduzem através da Reprodução cruzada, em que
são necessárias duas planárias para gerar descendentes.
 Além desse tipo de reprodução as planárias podem se
dividir assexuadamente através da regeneração.
Tênias ou solitárias
 Ela possui 4 ventosas ao redor da cabeça que servem para
mantê-la fixa ao intestino.
 A forma infecciosa é o cisticerco que pode ser ingerido por
porcos e animais.
 O homem adquire o cisticerco ingerindo carne contaminada.

O corpo da tênia é dividido em


centenas de anéis achatados chamados de
estróbilos.
Elas são hermafroditas por isso os
espermatozóides de um anel fecundam o
outro e os ovos são liberados nas fezes.
Tênias ou solitárias
 Se alguém ingerir os ovos adquire uma doença
chamada de cisticercose.
 No homem esse ovos eclodem e liberam os
cisticercos que podem se alojar nos órgãos e nos
músculos do humanos.
 Se esse cisticerco atingir órgãos vitais como o
coração e o cérebro pode ser fatal.
Tênias ou solitárias
Tênias ou solitárias
Tênias ou solitárias