Você está na página 1de 3

Constituem do artigo 1º ao artigo 4º da CF/88

Princípios Fundamentais

Art. 1º - Fundamentos da República Federativa do Brasil


Art. 2º - Princípio da Separação dos Poderes
Art. 3º - Objetivos fundamentais
Fundamentos do Estado Democrático de Direito no Brasil Art. 4º - Princípios da RFB nas relações internacionais

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel c) NÃO ofende o direito à vida e a dignidade da pessoa humana
dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado pesquisa com células-tronco embrionárias, obtidas de embriões
democrático de direito e tem como fundamentos: humanos produzidos por fertilização in-vitro e não utilizados neste
procedimento. Fertilização in-vitro são produzidos vários embriões e
I - a soberania; apenas alguns são implantados no útero da futura mãe. Ou seja, os

II - a cidadania; SO CI DI VA PLU embriões não utilizados no procedimento (que seriam congelados ou


descartados) é que poderão ser objeto de pesquisa com células
tronco.
III - a dignidade da pessoa humana;
d) Pela resolução STF nº 11 (súmula vinculante) só É LÍCITO o uso de
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
algemas em casos de resistência e de fundado receio de fuga ou de
V - o pluralismo político. perigo à integridade física própria ou alheia, por parte do preso ou
de terceiros, justificada a excepcionalidade por escrito, sob pena de
Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de responsabilidade disciplinar, civil e penal do agente ou da
representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição. autoridade e de nulidade de prisão ou ato processual a que se
1. Soberania – NÃO está limitado a nenhum outro poder na ordem interna refere, sem prejuízo da responsabilidade civil do Estado.
ou no plano internacional. 4. Valores sociais do trabalho e da livre iniciativa – Estado capitalista
2. Cidadania – direito de participação na vida política do Estado. e o trabalho tem valor social, garantia de subsistência das pessoas e
para o desenvolvimento e crescimento econômico do país.
3. Dignidade da pessoa humana – não há prevalência do interesse coletivo
em detrimento do individual. Ser humano como preocupação principal 5. Pluralismo político – Inclusão de diferentes grupos sociais no
do Estado brasileiro. processo político nacional, outorgando ao cidadão a liberdade de
convicção filosófica e política. Liberdade para a criação de partidos
Principais entendimentos do STF acerca da dignidade da pessoa humana: políticos.

a) É legítima a união homoafetiva como entidade familiar em razão da a) É compatível com o pluralismo político a crítica jornalística, pois
dignidade da pessoa humana e do direito à busca pela felicidade. deve ser preservada contra ensaios autoritários de repressão
penal.
b) NÃO é possível a submissão compulsória do pai ao exame de DNA na
ação de investigação de paternidade, pois viola o princípio da dignidade b) O pluralismo político exclui o discurso de ódio, onde qualquer
da pessoa humana. Ou seja, o réu tem o direito de recusar ao exame de comunicação que tenha o objetivo de inferiorizar uma pessoa
DNA (preservação da dignidade da pessoa humana e da intimidade). com base em raça, gênero, nacionalidade, religião ou
Princípios Fundamentais

Separação dos Poderes Federal e Estadual  possui os 3 poderes


Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Municipal  possui apena o executivo e o legislativo. Não tem o
Legislativo, o Executivo e o Judiciário. judiciário.

Harmonia e independência entre os poderes Independência  ausência de subordinação, de hierarquia entre os


poderes. Porém não é absoluta. É limitada pelo SISTEMA DE FREIOS E
Separação dos Poderes (Tripartição do poder)  evitar arbitrariedade e CONTRAPESOS, que prevê a interferência legítima de um Poder sobre o
desrespeito aos direitos fundamentais. Limitação do Poder estatal. outro, dentro dos limites estabelecidos constitucionalmente. Controle
recíproco.
Essa separação não é rígida, pois separam-se as funções estatais e não o
poder político. Harmonia  colaboração, cooperação
Portanto, essa separação é flexível, o que significa que os poderes não
exercem exclusivamente suas funções típicas, mas também outras
(atípicas). Entendimentos do STF sobre o Sistema de Freios e Contrapesos
Poderes
Função • Mecanismos de controle recíproco entre os poderes previstos na
Executivo Legislativo Judiciário CF/88.
Jurisdicional ou • Os mecanismos de controle entre os poderes previstos nas
Típica Administrativa Legislar judicante: julgar,
dirimir conflitos Constituições Estaduais só são legítimos quando guardam similaridade
com a Constituição Federal.
Legislativa: atos
administrativos, leis • É inconstitucional, por ofensa ao princípio da independência e
Administrativa Administrativa
delegadas e medidas harmonia entre os Poderes, norma que subordina acordos, convênios,
provisórias contratos e atos de secretários de Estado à aprovação da assembleia
Atípica Jurisdicional: legislativa.
crimes de Legislar:
Obs: não há a
responsabilidade regimentos
jurisdicional do chefe do internos
executivo
Princípios Fundamentais

Objetivos Fundamentais Princípio das Relações Internacionais

Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Art. 4º A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações
Brasil: internacionais pelos seguintes princípios:

I - construir uma sociedade livre, justa e solidária; I - independência nacional;

II - garantir o desenvolvimento nacional; II - prevalência dos direitos humanos;

III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades III - autodeterminação dos povos; --> Respeitar a soberania
sociais e regionais; --> Não intervir em suas
IV - não-intervenção;
decisões
IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo,
cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação. V - igualdade entre os Estados;

VI - defesa da paz;
--> Cooperação
VII - solução pacífica dos conflitos;
Con Ga Erra Pro
VIII - repúdio ao terrorismo e ao racismo;

IX - cooperação entre os povos para o progresso da humanidade;


Ação Afirmativa  são medidas especiais tomadas com o objetivo de --> É discricionário e não obrigatório
assegurar o progresso adequado de certos grupos raciais, sociais ou X - concessão de asilo político.
étnicos ou indivíduos que necessitem de proteção.
Parágrafo único. A República Federativa do Brasil buscará a integração
Proporciona a tais grupos ou indivíduos igual gozo ou exercício dos direitos econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina,
humanos e liberdades fundamentais. visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações.

Nas provas os examinadores trocam a América Latina por América do Sul


para confundir.

Tenta confundir também esses princípios com os objetivos fundamentais


(art 3º) e os fundamentos (art 1º).