Você está na página 1de 9

As dimensões psicológicas

da relação psicoterápica

Bucher, capítulo 5
Dimensões...

• Diferentes níveis de
funcionamento
– Configurações específicas
– Contexto, momento
– Material veiculado
– Obstáculos encontrados
– Fases, funções e papéis
desenvolvidos
Dimensões

• IDENTIFICAÇÃO
• DISTÂNCIA e DEPENDÊNCIA
• TEMPORALIDADE
• CONTEÚDO PSICOLÓGICO
• AGIR
A dimensão da Identificação
• Identificar-se com alguém
• Relação humana desenvolvida
entre as pessoas
– Identificações que ocorrem entre as
pessoas - dinamismo
• Identificação do paciente com a figura
do terapeuta
– Riscos da fusão
• Regressão
• Sentimento de falta
As dimensões da distância e da
dependência
• Assimetria da relação
terapêutica
– Distância é externa
• Controlada pelo terapeuta
– Dependência é interna
• Desenvolvida pelo paciente
• “modo infantil de ser”
A dimensão da temporalidade

• Temporalidade
– Tempo, momento
– Nível biológico e maturação
• Transição do ser humano pelas fases
da vida
• Eixo temporal
– Encontro e vínculo
• Relação intensiva e afetiva
Temporalidade e regressão
• Regressões com a idéia de
rompimento das relações terapêuticas
(alta)
– Regressão temporal
• Presente  Passado
– Vivências infantis
– Regressão formal
• Atitudes e manifestações infantis
– Regressão tópica
• Manifestação dos conteúdos recalcados
A dimensão do conteúdo
psicológico
• O conteúdo depende do tipo
de relação desenvolvida
– Subjetividade
– Desejos x Estratégias defensivas
• Aplicação de técnicas
psicoterápicas para trabalhar
os conteúdos trazidos pelo
paciente
A dimensão do agir

• Dizer x Agir / Falar x Fazer


• O agir envolve...
– Verbalização
– Elaboração do material
comunicado
– Conscientização dos desejos e
fantasias, potencialidades e
limitações
– Simbolização

Você também pode gostar