Você está na página 1de 30

Materialização I

"Não digo que isto é possível;


digo: isto é real!“

Sir Willian Crooks


O que é a materialização?
• Fenômeno mediúnico de efeitos físicos
• As ações desenvolvidas pelos efeitos dessa mediunidade
afetam o ambiente material e, por isso, são denominados de
efeitos físicos. Os fenômenos de efeitos físicos resultam da
ação dos espíritos sobre os fluidos até chegar a produzir
resultados perceptíveis no mundo material. Os efeitos dessa
mediunidade são percebidos por qualquer pessoa que os
possa presenciar.
• O efeito físico é o resultado da combinação dos fluidos do
espírito, do o ectoplasma do médium e os fluidos do
ambiente. Com esses três elementos o espírito gera o
fenômeno, o anima e controla pelo pensamento.
O que é materialização?
• Também conhecida como ectoplasmia.
• “O vocábulo ectoplasmia passa a
definir, com mais precisão do que o
termo materialização, a formação de
objetos e pessoas, em ambiente
apropriado, às expensas da substância
especifica doada pelos sensíveis ou
médiuns (ectoplasma)”. Dr. Jorge
Andrea
Tipos de Materialização:
• A materialização invisível –
comprovação através de movimentos
de objetos. Confirmada pela fotografia

• A materialização visível e tangível -


mas somente parcial e incompleta.

• A materialização completa - não difere


em nada de um corpo humano vivo.
É indispensável
Para o trabalho
que nossos pensamentos
se congreguem uns aos
preparatório de
outros, fornecendo potencial
Boa concentração exige
deatividades
nobrevida mentais
uniãoreta
para o bem, na
meditação de ordem
superior
Preparação do ambiente
Espiritualidade
• Isolamento do local das sessões
num círculo de amis ou menos 20
metros;
• Ionização da atmosfera;
• Destruição das larvas mentais.
Ionização da Atmosfera

Possibilita a combinação de recursos


elétricos e magnéticos.
Condensação do oxigênio
• A condensação, também chamada de
liquefação, é o processo inverso da
vaporização, ou seja, é a passagem do
estado gasoso para o estado líquido e
essa mudança de estado físico acontece
quando o vapor é resfriado, ou seja,
quando retiramos calor de uma
determinada massa de vapor.
Destruição das larvas
Aparelhos elétricos da espiritualidade
que visam eliminar a possibilidade da
contaminação do ectoplasma do
médium pro ação de elementos
microbianos
Ectoplasma
• No livro Nos Domínios da Mediunidade,
André Luiz descreve o ectoplasma como
“uma pasta flexível, à maneira de uma
geléia viscosa e semi-líquida”. Prossegue
explicando que “está situado entre a
matéria densa e a matéria perispirítica,
assim como um produto de emanações da
alma pelo filtro do corpo, e é recurso
peculiar não somente ao homem, mas a
todas as formas da Natureza”.
• O médium em transe fornece o
ectoplasma necessário para o fenômeno.
O ectoplasma flui para fora do corpo do
médium pelos orifícios naturais do
organismo humano. Os espíritos
combinam este ectoplasma com os
fluidos retirados do ambiente (plantas,
animais etc) e moldam as formas e os
corpos desejados.
• Ectoplasma é matéria. Todos os seres vivos a
possuem. Na verdade é substância
intracelular.
• No entanto, alguns seres humanos são capazes
de exterioriza-la.
• Ocupa lugar no espaço, possui massa e peso
específicos; um odor bastante desagradável e
que pode ser tocado, examinado.
• Por ser um material extremamente plástico,
pode ser facilmente moldado e envolver um
espírito desencarnado, tornando-o
momentaneamente visível e mesmo tangível.
Muitos trabalhadores sente
cheiro de ozônio nas sessões
de materialização
• Ozonio: É uma molécula composta por
três átomos de oxigênio. Forma-se quando as
moléculas de oxigênio (O2) se rompem
devido à radiação ultravioleta, e os átomos
separados combinam-se individualmente
com outras moléculas de oxigênio.
Preparação do ambiente
Trabalhadores encarnados
• Abster-se de:
• Alcoólicos
• Fumo
• Bebidas
• Pensamentos inadequados;
• Pedidos pessoais
EU QUERO SABER DOS
MEUS INTERESSES...

Um grupo mediúnico que funciona na base da irresponsabilidade e da


desconfiança, da negligência ou da má vontade, sem que os seus componentes
estejam efetivamente entrelaçados pela mais santa fraternidade e pelos mais
elevados propósitos, um grupo desse tipo, analisado psicoscópicamente pelos
Mentores, ficará, sem dúvida à mercê dos interesses que norteiam a sua
existência e o seu funcionamento, possivelmente dirigidos por infelizes
entidades.
Outros se impacientavam por não
lograrem satisfação imediata
Viam-se-lhes distintamente as imagens mentais
Alguns se prendiam aos quefazeres domésticos
EU QUERO SABER DOS
MEUS INTERESSES...

A mente lhes vagava muito longe dos comentários edificantes


Os mais novos em espiritismo exibiam enorme
irresponsabilidade
Alguns encarnados se mantinham irriquietos em demasia
A expectativa ansiosa perturbava a corrente vibratória
Observava-se apreciável instabilidade de pensamento
Perigos!

“Todo perigo desses trabalhos está


na ausência de preparo dos nossos
amigos da crosta, os quais, na
maioria das vezes, alegando
impositivos científicos, se furtam a
comezinhos princípios de elevação
moral.”
Objetivos das sessões de
materialização
• Atendimento a espíritos sofredores
encarnados, nos serviços de cura;
• Facilitar investigações responsáveis.
Previemante planejadas no plano
superior
• Exaltar a Vida Imortal
Charles Richet
Charles Richet
• O termo ectoplasma foi criado por
Charles Richet, Nobel de Medicina em
1913, por trabalhos relativos a anafilaxia
(reações alérgicas), após isso, C.Richet se
dedicou a trabalhos com o intuito de
descrever experiências sobre os
fenômenos de materialização produzidos
pela médium Eva Carrière, em Argel, em
1903.[1]
Willian Crooks
1832 – 1919
Sir William Crookes – Katie King
Sir William Crookes – Katie King
Sir William Crookes – Katie King
Sir William Crookes

•Críticos afirmavam
que o médium e a forma
materializada eram a
mesma pessoa.
•A foto demonstra duas
personalidades
distintas.
Moldes em Parafina
Mensagem Final

“Enfim, procuram-se, por lá, os espíritos


materializados para o fenomenismo
passageiro, ao passo que nos outros
vivemos à procura de homens
espiritualizados para o trabalho sério.”

Nosso Lar – (43) Em Conversação.


Benevenuto