Você está na página 1de 23

Nuno Correia

CORPO HUMANO – 9º
Sistema Digestivo
O sistema digestivo é
constituído pelo tubo
digestivo, que se
estende da boca ao
ânus, e pelas
glândulas anexas. O
sistema digestivo tem
várias funções, como a
ingestão de alimentos,
digestão, absorção de
nutrientes e
eliminação de fezes
Nuno Correia
 A digestão consiste no
desdobramento das grandes
moléculas orgânicas dos alimentos
e nutrientes em constituintes mais
simples, que são absorvidos para o
sangue e linfa.
 As proteínas, os lípidos e os
glícidos complexos são digeridos,
mas a água, os minerais e as
vitaminas são absorvidos sem
digestão.
 A digestão inclui a digestão
mecânica - mastigação e
mistura dos alimentos - e a
digestão química - realizada
pelas enzimas digestivas.
Nuno Correia
Como ocorre a digestão na boca?

 Na boca, os alimentos
são submetidos a
mastigação
-processo em que
os dentes trituram
os alimentos - e a
mistura, com a
saliva - secreção
das glândulas
salivares.
Nuno Correia
Deglutição
 A deglutição é a
passagem do bolo
alimentar da
cavidade oral para o
esófago. A propulsão*
do bolo alimentar ao
longo do esófago é
devida a contracções
musculares -
movimentos
peristálticos.
Nuno Correia
Acção enzimática
 A saliva possuí amílase salivar - enzima
digestiva que inicia a decomposição
dos glícidos. Após a mastigação e
ensalivação, forma-se o bolo alimentar
- produto da digestão na boca.

Nuno Correia
Digestão no estômago
 O bolo alimentar
entra no estômago.
 O bolo alimentar
mistura-se com as
secreções gástricas.
 As secreções
gástricas contêm
enzimas

Nuno Correia
 Durante a digestão gástrica,
a pepsina – enzima que
decompõe as proteínas em
meio ácido – transforma o
bolo alimentar em quimo.

Nuno Correia
Nuno Correia
Como ocorre a digestão no intestino
delgado?

Nuno Correia
Nuno Correia
 No intestino delgado, o quimo é misturado
pelos movimentos peristálticos e
submetido à acção de diversas enzimas.
 A amílase, tripsina e lípase pancreáticas
iniciam a transformação do quimo no
duodeno. A superfície interna do intestino
também produz enzimas - maltase e
peptidases - e secreções lubrificantes que
protegem a parede intestinal da acidez do
quimo e da acção das próprias enzimas
digestivas.
Nuno Correia
Nuno Correia
Qual a importância da digestão?

 As transformações mecânicas e químicas


da digestão, desde a boca ao intestino
delgado, permitem decompor os
alimentos ingeridos em moléculas
muito mais pequenas, que são
absorvidas e passam para os capilares
sanguíneos e linfáticos. O material não
digerido ou não absorvido que restar
no intestino delgado é transportado
para o intestino grosso.
Nuno Correia
Nuno Correia
Qual é a importância da absorção dos
nutrientes e da eliminação das fezes?

 A superfície interna do
intestino delgado
apresenta pregas
circulares, vilosidades
e microvilosidades.
 Estas estruturas
permitem uma maior
absorção (passagem de
pequenas moléculas
dos alimentos para os
vasos sanguíneos e
quilíferos.
Nuno Correia
 Após a absorção no
intestino delgado, o
restante quimo passa
para o intestino grosso.
 No intestino grosso, são
absorvidos a água e os
minerais armazenadas as
fezes antes de serem
defecadas.
 A eliminação é o
processo através do qual
os resíduos da digestão
são expulsos do
organismo.
Nuno Correia
Nuno Correia
Clique no ícone para adicionar uma
imagem

Doenças do Sistema Digestivo

Nuno Correia
Nuno Correia
Clique no ícone para adicionar uma
imagem

Saúde digestiva – atitudes promotoras

Nuno Correia
Nuno Correia
Bibliografia
MOTTA, Lucinda – Bioterra, Viver
melhor na Terra (2008). Porto. Porto
Editora
Imagens retirada do manual Bioterra.

Nuno Correia