Você está na página 1de 11

RAP & FUNK

HISTÓRIA, MÉTODO E IMPORTÂNCIA

PARTE II (DOS ANOS 1960-2000)


ÍNDICE PARTE I E II:
• 1) HISTÓRIA POLÍTICA E SOCIAL - EUA
• 2) NASCIMENTO DO RAP
• 3) HISTÓRIA POLÍTICA E SOCIAL - BRASIL
• 4) O RAP NO BRASIL
• 5) O FUNK 2.0
• 6) O FUNK HOJE EM DIA
• 7) O RAP HOJE EM DIA
• Falar um pouco sobre a História da América Colonial
• Estados Unidos: Racismo extremo até os anos 60
• Anos 50-70: Luther King, Rosa Parks, Malcolm X e
movimento dos Panteras Negras
• Segregação Social e Racial nas grandes metrópoles do
Norte (NY, NJ, Chicago, Boston, Seattle, Detroit) e ao
Sul-Sudoeste (LA, San Diego, Compton, SF)
• 1973: Crise do petróleo e crise do capitalismo-industrial
em todo o mundo. Afetando a economia dos EUA e
principalmente das populações pobres e negras .
• Racismo americano ≠ Racismo brasileiro
• Segregação norte americana se deu quase
totalmente
• Sendo que quase não houve mistura de raças
entre os brancos (colonizadores) e os negros
(escravizados).
• Nos EUA mataram quase todos os indígenas
• CENÁRIO SOCIAL DOS GUETOS
AMERICANOS DO FINAL DOS ANOS 70:
• RACISMO → SEGREGAÇÃO SOCIAL →
MISÉRIA → AUMENTO DA CRIMINALIDADE
→ FRATRICÍDIO (GANGUES) → POLÍTICAS
DE POLÍCIA E ENCARCERAMENTO →
DESIGUALDADE DE ACESSO → AUMENTO
DA VIOLÊNCIA
• ESSE CENÁRIO PERMANECE DURANTE OS ANOS
80, COM MENOR INTENSIDADE E NOS ANOS 90
AINDA SEGUIRÁ ESTÁVEL.
• OU SEJA: O RAP E O HIP-HOP EM GERAL NASCEM
DE UMA SITUAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA DE
• 1) APPARTHEID RACIAL;
• 2)GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA AMERICAN;
• 3) POLÍTICA DE ENCARCERAMENTO;
• 4) GANGUES ESPALHADAS
AGORA VAI

BRASIL
KKKAARAIO!
CENÁRIO UM POUCO MELHOR
!!!NÃO MANO!!!
CENÁRIO ECONÔMICO: PÓS-DITADURA
(1985) GOVERNO SARNEY E COLLOR
ESTAVA EM HIPERINFLAÇÃO, ALTA DO
DESEMPREGO, QUEDA DO PIB, AUMENTO
DA MISÉRIA NA FAVELA. NEM NO FUTEBOL
O BRASIL FAZIA UMA, PORRA NENHUMA.
CENÁRIO DOS ANOS 80 E 90:

TANCREDO (1985)
SARNEY (1985-1990)
COLLOR (1990-1992)
ITAMAR FRANCO (1992-1995)
FHC (1995-2003)
RAP & FUNK
HISTÓRIA, MÉTODO E IMPORTÂNCIA

PARTE II (DOS ANOS 1960-2000)


É NESSE CENÁRIO QUE IRÃO SURGIR OS
PRIMEIROS GRUPOS DE RAP POLÍTICO NAS
GRANDES CAPITAIS:
RJ: GABRIEL, O PENSADOR (1990) e MV BILL (1993)
SP: RACIONAIS (1989); FACCÇÃO CENTRAL (1993);
A PARTIR DE 1995: REALIDADE CRUEL (1999);
DETENTOS DO RAP (1999)
CENA BRASILIENSE: CÂMBIO NEGRO (X, 1993)

Você também pode gostar