Você está na página 1de 21

A CONSTRUÇÃO DO LETRAMENTO

DIGITAL EM CRIANÇAS EM FASE DE Profa. Dra. Flávia Girardo


Botelho Borges (IFMT)
ALFABETIZAÇÃO
QUESTÕES

Como se configura o Em que proporção as


letramento digital em práticas de letramento
crianças ainda não digital influenciam a
letradas? apropriação do
letramento?
OBJETIVO

Descrever um recorte do processo de


aquisição do letramento digital de
crianças, anteriormente e durante o
processo de Alfabetização
LETRAMENTO
DIGITAL Conjunto de
conhecimentos

Realiza-se Envolvidos
por mídias em práticas
digitais linguístico-
sociais
Práticas Continuum

Habilidades Maturidade
biológica e
técnicas cognitiva

LETRAMENTO
DIGITAL Habilidades de
leitura
Ambiente
socioeconômico
propício

Modos de interagir, Momento histórico-


comunicar, cultural e
compartilhar e interações com
compreender o modos de ser
sistema de mídias digitalizados
DOMÍNIOS DO LETRAMENTO DIGITAL
1. Do ambiente de Informática (Reconhecimento dos equipamentos de informática e
seu funcionamento);
2. Das habilidades icônicas (Leitura de ícones e links de internet)
3. Do ambiente de conexão (Como realizar a conexão com a internet e navegar)
4. Da realização de múltiplas tarefas (Distribuir atenção entre três mídias diferentes)
5. Da alfabetização e do letramento digital (Digitação e uso de atalhos ou
operadores do software)
6. Da comunicação na internet (e-mail, identificar e enviar novas mensagens)
METODOLOGIA

Sujeitos • Grupo de quatro crianças

• Conjunto de testes que


Instrumento compreendiam as habilidades
linguístico-cognitivas para a
construção do letramento digital.
M
E 1º O que cada criança conseguiu realizar
T
O 2º Soma dos acertos em cada tarefa
D
O 3º Atribuição a cada acerto, um grau de letramento (1 a 4)
L
O 4º Graus de letramento: relação entre os conhecimentos e a performance
G nos testes
I
5º Perfil de cada sujeito do estudo (acertos no grau)
A
PERFIS DE LETRAMENTO DIGITAL
Errante Passageiro Navegante: Guia:

• Conhece os meios • Conhece os meios • Sabe navegar nos • Navega sem mapas,
digitais, mas não digitais e sua meios digitais, por já conhecer o
consegue manejá- funcionalidade, • Noções mais caminho.
los. • Com interação, este aprofundadas sobre • Conhece os meios
• Tem medo de tocar sujeito consegue o processo de digitais, consegue
os equipamentos, navegar, se arrisca e conexão, nomeá-los, sabendo
• Não domina o explora a • Autonomia, domina manejá-los.
vocabulário navegação. com tranquilidade as • Tem noções mais
específico, funcionalidades dos aprofundadas sobre
• Não se arrisca, documentos o processo de
mantém-se mais à eletrônicos, bem navegação na
deriva do processo. como seu internet, sabendo
vocabulário. acessar sites
específicos.
Voltar

Seguir um
link Barra de
Página rolagem
inicial

RESULTADOS - HABILIDADE DA ICONICIDADE


Letramento digital
ICONICIDADE
Navegadores
Ícones que
Habilidade cognitiva representam ações,
de ler o “alfabeto do como a casa
ciberespaço” (página inicial) e as
setas (voltar ou
avançar)
Composto por ícones
e hiperlinks que
representam as ações
no ato de navegar.
RESULTADOS - HABILIDADE DA ICONICIDADE
• MOI não realizou a tarefa Todos realizaram a atividade com
2010

2011
maior número de acertos.
• CLA, GAB e GLE conseguiram
executar a tarefa baseando- Ampla carga de semioses (verbais
se na leitura do ícones. e icônicas) adquiridas ao longo
de um ano escolar e expostos
• Também propuseram novas pelo contato com o computador
maneiras de resolver as como um dos objetos da sua
atividades contemporaneidade
• Processo de navegação se O conhecimento adquirido extra-
constrói pela experimentação mídia tornou-se muito importante
de novos caminhos, tentativas, para a navegação.
erros e acertos.
CONECTIVIDADE
Seres digitais entendem o mundo digital apenas de modo online, conectado.

“O computador está conectado porque está ligado”.

Ícones: podem levá-los ao ambiente que desejam nos quais poderão jogar,
assistir vídeos ou ler.

Com exceção de MOI, todas as crianças conseguiram identificar os ícones


dos navegadores como o operador fundamental de acesso à grande rede.
GUIA - GAB
Mais experiência com o ambiente hipermídia,

Domina os nomes e as funções dos equipamentos, utilizando o mouse e o teclado


bem.

Sabia os caminhos para conexão com a internet, acesso a sites específicos, por meio
de hiperlinks.

Demonstrou não ter medo de se arriscar no ambiente digital, pois já entendeu os


processos de navegação na web.

26/02/2013 A CONSTRUÇÃO DO LETRAMENTO DIGITAL EM CRIANÇAS EM FASE DE ALFABETIZAÇÃO 14


NAVEGANTE - CLA
Sabe navegar nos meios digitais

Conhece os equipamentos de informática

Apresenta bom convívio com as ferramentas digitais, a respeito de digitação, dos


botões do mouse e de outras funcionalidades do hipertexto, seguir links e ler ícones.

Digita o nome, realiza alguns procedimentos de formatação, inclusive sugerindo outras


formas de realizar a mesma ação num documento eletrônico.

26/02/2013 A CONSTRUÇÃO DO LETRAMENTO DIGITAL EM CRIANÇAS EM FASE DE ALFABETIZAÇÃO 15


PASSAGEIRO - GLE
Com auxílio, consegue realizar as atividades digitais, navegando com certa desenvoltura no
ambiente hipermídia.

Possuía uma experiência mediana com as ferramentas digitais, conduzindo relativamente


bem aspectos como conectividade, à identificação do significado dos ícones e ao uso dos
links da hipermídia.

Disponibilizou-se a realizar as atividades com mediação e respondeu às questões com


criatividade e espontaneidade.

26/02/2013 A CONSTRUÇÃO DO LETRAMENTO DIGITAL EM CRIANÇAS EM FASE DE ALFABETIZAÇÃO 16


ERRANTE - MOI
Não domina os processos de navegação no ambiente hipermídia, não é familiar o
comportamento e os gestos necessários para conectar-se à grande rede.

Demonstra medo de tocar os equipamentos de informática, não sabe para quê eles servem,
além de demonstrar noções muito escassas a respeito das ferramentas digitais.

Por sua dificuldade frente aos processos para se acessar a grande rede, o errante apresentou
medo, sem coragem de se arriscar. Isso o manteve à deriva do processo de aquisição do
letramento digital na contemporaneidade.

26/02/2013 A CONSTRUÇÃO DO LETRAMENTO DIGITAL EM CRIANÇAS EM FASE DE ALFABETIZAÇÃO 17


CONCLUSÃO Habilidades
linguístico-
cognitivas

Experiência Letramento
digital
Domínio Melhores

+
da interações Outros Ausência
linguagem no códigos do código
alfabética ambiente (visual, alfabético
digital
sonoro...) -
Todas as crianças do estudo
apresentaram melhor desempenho
quanto à aquisição de habilidades
relativas ao letramento alfabético e ao
digital, no segundo ano da coleta de
dados.

Há uma relação diretamente


proporcional entre o avanço no nível da
escolaridade e o aumento do domínio
das ferramentas digitais, sendo o inverso
igualmente verdadeiro.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
COPE, Bill; KALANTZIS, Mary e LANKSHEAR, Colin. A Contemporary Project: an interview. E-
Learning and Digital Media, Volume 2 Number 2, 2005.
LANKSHEAR, Colin e KNOBEL, Michele. Digital Literacies: concepts, policies and practices. New
York: Peter Lang Publishing, 2008.
PALFREY, J.; GASSER, U. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos
digitais. Porto Alegre: Artmed, 2011.
SANTAELLA, Lúcia. Navegar no ciberespaço. O perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo,
Paulus, 2004.
VEEN, W; VRAKKING, B. Homo Zappiens: Educando na Era Digital. Porto Alegre: Artes Médicas,
2009.
XAVIER, A. C. A era do hipertexto: linguagem e tecnologia. Recife: Editora Universitária – UFPE,
2009.
________________. Letramento digital e ensino. In: SANTOS, Carmi Ferraz e MENDONÇA,
Márcia. Alfabetização e letramento: conceitos e relações. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.