Você está na página 1de 23

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

TEORIA DO PROCESSO

NEGOCIAÇÃO

JORGE MORAIS CARVALHO

20 de Fevereiro de 2018
MEIOS DE RESOLUÇÃO DE LITÍGIOS

 Negociação;

 Mediação;

 Arbitragem;

 Tribunais estaduais.
NEGOCIAÇÃO
Algumas questões
sobre negociação

Cinco minutos para


responder
Em que
situações é que
negociamos?
Exercício – Par ou
Ímpar

8 equipas (4 jogos):
1–2; 3–4; 5–6; 7-8
EXERCÍCIO – PAR OU
ÍMPAR

Importância da cooperação

Necessidade de cooperação
dos dois lados.

Limites de uma negociação


baseada na competição
EXERCÍCIO – PAR OU
ÍMPAR

Não tentar prejudicar o outro.

Separar a razão da emoção.

Perceber o que o outro está a


pensar.
EXERCÍCIO – PAR OU
ÍMPAR
Importância da ética na
negociação.

Escolher bem a forma de


negociar.

Perceber que as rondas nunca


acabam.
COOPERAÇÃO E
COMPETIÇÃO

Competição: melhorar
o seu resultado

Cooperação: melhorar
o resultado global.
OBJETIVOS DA NEGOCIAÇÃO

Contacto pontual entre as


partes (benefícios no curto
prazo)

Contacto permanente
(benefícios no curto, médio e
longo prazos)
OBJETIVOS DA NEGOCIAÇÃO

Médio
Curto prazo
prazo

Competitiva + -
Estratégia de
negociação
Cooperativa - +
Preparação. Informação.

Preparar a reação face às


propostas da outra parte.

Prever aquilo em que se pode


conceder.
CONTEÚDO

Acordo satisfatório, por


salvaguardar os interesses das
partes

Acordo apto a ser cumprido


pelas partes.
PROCESSO

Atitude tem de ser coerente com a relação


que se quer ter com as outras partes.

Boa comunicação.

Preparar futuras negociações.


PESSOAS

Motivação para o cumprimento.

Sentimentos e perceções das partes.

Ter em conta todas as pessoas que possam


influenciar a negociação ou o período
posterior.
INTERESSES E NÃO POSIÇÕES
CASO DA LARANJA E DOS DOIS
COZINHEIROS
CONCEITOS FUNDAMENTAIS

Legitimidade Credibilidade

Interesses Preparação
Simulação – Carregamento do
telemóvel

8 grupos:
1, 2, 3 e 4 – Sr. António
5, 6, 7 e 8 – Papelinho, Lda
Rever as questões iniciais sobre
negociação e refletir um pouco
sobre as respostas dadas e aquelas
que daria agora.
Jorge Morais Carvalho

www.jorgemoraiscarvalho.com