Você está na página 1de 19

BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S.

OSÓRIO

1) (PUC-RS 2004) A origem africana do humano moderno vem


sendo proposta com base em evidências genéticas. Uma
genealogia baseada em 182 tipos de DNA mitocondrial aponta para
a existência de um ancestral comum, uma fêmea africana. Os
estudos sobre DNA mitocondrial podem revelar o ancestral materno
de uma pessoa, uma vez que
a) apenas as células femininas possuem mitocôndrias.
b) todas as mitocôndrias, e o DNA que elas têm, procedem do
citoplasma do óvulo.
c) o cromossomo X está no DNA mitocondrial.
d) as mitocôndrias de células masculinas não possuem DNA.
e) as mitocôndrias dos espermatozóides contêm o cromossomo Y.
DNA mitocondrial
• O DNA mitocondrial é
transmitido através do ovócito
materno para filhos e filhas. O
ovócito é bem suprido de
mitocôndrias, mas o
espermatozóide contém poucas e
mesmo essas poucas não
persistem nos descendentes.
Segundo, não trocam genes com
outros segmentos genômicos (não
se recombinam), sendo
transmitidos às gerações seguintes
em blocos de genes (denominados
haplótipos). Há, assim, uma
história genealógica imutável.
DOENÇAS CAUSADAS POR MUTAÇÕES NO DNA MITOCONDRIAL

DOENÇA SINTOMAS
Mal de Alzheimer Perda progressiva da capacidade cognitiva
Oftalmoplegia progressiva externa Paralisia dos músculos que movimentam o
(CPEO) globo ocular e miopatia mitocondrial
Diabetes melito Níveis altos de glicose no sangue, o que causa
diversas complicações.
Distonia Movimentos anormais devido a rigidez
muscular, freqüentemente acompanhada de
degeneração do gânglio basal do encéfalo.
Síndrome de Kearns-Sayre CPEO combinada com deterioração da retina,
doenças cardíacas, perda da audição, diabetes
e falhas renais.
Síndrome de Leigh Perda progressiva das habilidades motoras e
verbais; e degeneração do gânglio basal do
encéfalo . É potencialmente letal na infância
Neuropatia óptica hereditária de Leber Cegueira permanente ou temporária
decorrente de lesões no nervo óptico.
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

1) (PUC-RS 2004) A origem africana do humano moderno vem


sendo proposta com base em evidências genéticas. Uma
genealogia baseada em 182 tipos de DNA mitocondrial aponta para
a existência de um ancestral comum, uma fêmea africana. Os
estudos sobre DNA mitocondrial podem revelar o ancestral materno
de uma pessoa, uma vez que
a) apenas as células femininas possuem mitocôndrias.
b) todas as mitocôndrias, e o DNA que elas têm, procedem do
citoplasma do óvulo.
c) o cromossomo X está no DNA mitocondrial.
d) as mitocôndrias de células masculinas não possuem DNA.
e) as mitocôndrias dos espermatozóides contêm o cromossomo Y.

CORRETA : LETRA B
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

2) (UFMS – 2002) Durante o processo de investigação de um assassinato,


o sangue da vítima, do acusado, e o encontrado na roupa do acusado,
foram analisados. Verificou-se que o sangue encontrado na roupa era
diferente do sangue do acusado, mas coincidia com o da vítima. Essa
investigação é feita pelo DNA das pessoas e é tão segura quanto a da
impressão digital, pelo menos em gêmeos não monozigóticos. No exame
do DNA, é(são) feito(s)
(001) o mapeamento de trechos do DNA, chamado recombinante.

E
(002) um código de seqüência de proteínas do RNA, que não seja do tipo
barra, e sim do tipo curva.

E
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(004) o mapeamento de trechos do DNA, chamado complementar.


E
(008) o mapeamento de trechos do DNA, com seqüências de bases
nitrogenadas, que não são genes (VNTRs — número variável de repetições em
seqüência).
C
(016) o mapeamento de trechos do DNA, chamado “screening” genético
E
(032) um código de barra com o(s) tipo(s) de sangue que se deseja
analisar, para verificar qual(is) código(s) coincide(m) ou é(são)
diferente(s).
C

SOMA : 008+032 = 040


BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

3) (UFU-2006) O “DNA-fingerprint”, impressão digital do DNA, pode


ser obtido de uma única célula que possua seu genoma intacto.
A análise desse DNA pode ser utilizada para,EXCETO
a) a identificação de suspeitos de crimes.
b) a determinação de paternidade duvidosa.
c) a pesquisa de material genético de animais extintos.
d) a produção de alimentos transgênicos.

CORRETA : LETRA D
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

4) (Unesp-2003) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade


obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou “impressão digital de DNA”.
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

5) (UFSC-2002) A revista Época, em 30/07/2001, anunciou em sua capa:


O DNA não falha. O título referiu-se a uma reportagem da qual foi
extraído o trecho abaixo:
Depois da pílula anticoncepcional, que transferiu para as mulheres o
controle da fertilidade, da fertilização “in vitro” e da barriga de aluguel,
métodos que permitem a gravidez sem sexo, o teste de DNA surge como
uma das grandes descobertas do mundo ocidental. Para muitos
especialistas [...] a técnica só traz benefícios. Outros acreditam que
reflexos da descoberta vão alterar o universo das relações familiares.
Sobre a utilização dos testes de DNA, e as implicações dessa prática para
os indivíduos e a sociedade em geral, é CORRETO afirmar que:
(001) os testes de DNA podem ser empregados para finalidades de
investigação de paternidade e também para identificação de supostos
criminosos, como em casos de estupros e assassinatos.
C
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(002) o melhor material biológico para um teste de DNA é aquele extraído de


núcleos de glóbulos brancos do sangue, mas outros tecidos, como pele e
ossos, também podem ser utilizados.
C
(004) para uma investigação de paternidade, a partir de testes de DNA,
coletam-se amostras biológicas do suposto pai, não sendo necessário obter
informações do(a) filho(a) e de sua mãe.

E
(008) os exames de investigação de paternidade, a partir de testes de DNA,
oferecem, atualmente, resultados com exatidão total, não restando qualquer
questionamento ou dúvida sobre os diagnósticos apresentados.

C
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(016) o custo do exame de DNA, ainda muito elevado no Brasil, é um dos


fatores que dificulta sua utilização em larga escala pelos segmentos
populacionais menos favorecidos economicamente.
C
(032) a criação de bancos de dados, com a identificação genética de criminosos
e suspeitos, em países como a Inglaterra, vem gerando grande polêmica, uma
vez que podem ser entendidos como uma violação da privacidade biológica dos
indivíduos.
C

SOMA : 001+002+008+016+032 = 059


BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

6) (Unioeste-2003) O esquema abaixo representa o resultado de um exame


de paternidade realizado pela técnica de impressão digital de DNA (DNA
fingerprint), onde A representa a suposta mãe, B suposto pai 1, C suposto
pai 2 e D-E-F são as crianças.

Observe a figura acima, analise as proposições e escolha a(s)


correta(s).
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(001) D é filho de A com B.

E
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(002) E é filho de A com B.

C
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(004) F é filho de A com C.

E
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(008) D e E são filhos de A com B.

E
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(016) D e F são filhos de C.

C
BIOLOGIA – PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO

(032) F não é filho de A.

C – Pois nenhuma da banda do DNA fingerprint se


origina de A.
SOMA : 002+016+032