Você está na página 1de 8

A Culpa é das Estrelas

Maria Miguel Ribeiro Pimenta


8º A Nº14
Ficha técnica

Título: A Culpa é das Estrelas


Título original: The Fault in our Star
Autor :John Green
Edições : Asa
1ª Edição :Setembro 2012
Tipologia Textual - Narrativa
Biografia do autor
John Michael Green
• Nasceu a 27 de Agosto de 1977
• Nacionalidade norte-americana
• Formou-se em língua inglesa e estudos religiosos, pela
Kenyon College, em Ohio, no ano 2000
• Trabalhou 5 meses, como estagiário, num hospital pediátrico
• Escritor americano de ficção para jovens/adultos e vlloger
do youtube
• Ganhou o Printz Award em 2006 pelo seu romance
“Procurando o Alasca”
O que me fez escolher este livro ?

• Assunto da atualidade

• Linguagem pouco formal

• Ser uma história com personagens adolescentes


RESUMO

Hazel Grace é uma jovem de 16 anos de idade e desde os treze que sofre de um tumor
na tiroide com metástases no pulmão.

Devido a uma depressão, começa a frequentar um Grupo de Apoio a jovens com cancro ,
onde conhece e se apaixona por Augustus Waters ( Gus).

Ambos partilham o gosto pela leitura sendo o livro preferido de Hazel “Uma aflição
imperiosa”, que fala de uma menina de nome Anna que sofre de leucemia mas que, para
tristeza de Hazel, não se sabe qual o final.
RESUMO
Hazel consegue contactar com o autor do livro que lhe diz que revela o final se se encontrarem
pessoalmente.

Hazel e Augustus viajam para Amesterdão para se encontrarem com o escritor Peter Van Houten, mas
este recebe-os muito mal , ofende-os com as suas doenças e não conta o final da história.

Entretanto o estado de saúde de Gus agrava-se e este acaba por morrer.


RESUMO

No fim do funeral Hazel encontra o escritor Peter Van Houten que lhe conta que a história de Anna é a
história da sua filha que faleceu com cancro.

Peter Van Houten entrega uma carta a Hazel , a qual ela recusa porque ainda está muito magoada pela
forma como ele os tratou em Amesterdão.

Mais tarde descobre que aquela carta tinha sido escrita por Augustus pedindo-lhe para ele revelar a Henzel
o final da história de “Uma aflição imperiosa” e onde declarava todo o seu amor por ela.
Conclusão

Foi dos melhores livros que já li.


É cativante e emotivo!
É uma história que nos faz perceber o quanto é importante ver sempre o lado
positivo das coisas e que a felicidade mora nas coisas mais simples.

“Alguns infinitos são maiores que outros”