Você está na página 1de 16

Aulas: nº.10, nº.11, nº.

12

Formadora: Mestre Goretti Moreira


Plano nacional de vacinação
Aula 10
O programa nacional de vacinação (PNV)

As doenças infeciosas são causadas por microrganismos que


têm a vantagem de se reproduzirem e evoluírem muito mais
rapidamente que os seus hospedeiros humanos, podendo
por em perigo a vida do homem.

Para contrariar esta vulnerabilidade dos seres humanos aos


microrganismos foram-se desenvolvendo ao longo dos
séculos tentativas de minimizar o seu impacte na saúde. Foi
assim que surgiu, em 1796, oficialmente, a primeira vacina
contra a varíola.
O programa nacional de vacinação (PNV)

As vacinas imunizam / protegem as pessoas vacinadas


contra doenças específicas (por exemplo a vacina
contra a poliomielite é constituída pelos 3 vírus polio e
imuniza os indivíduos por forma a que estes não
contraiam poliomielite quando expostos aos vírus
polio).
O programa nacional de vacinação (PNV)

Conforme as suas características e a epidemiologia das


doenças numa determinada zona ou país, as vacinas
podem integrar os programas de vacinação nacionais
(com esquemas adaptados à realidade de cada país ou
região), podem ser aplicadas mediante indicação
médica, numa base individual, podem ser utilizadas
para determinados grupos de risco ou em circunstâncias
especiais, como as viagens ou durante um surto.
O programa nacional de vacinação (PNV)

Graças às vacinas, milhares de vidas foram salvas e milhares de


crianças em todo o mundo tiveram a oportunidade de viver
mais saudáveis e felizes, crescendo, aprendendo e brincando
sem o medo e sem as consequências de contrair doenças
debilitantes, incapacitantes e mesmo letais .

As vacinas melhoram a saúde e o bem-estar dos povos,


contribuem para a eficiência e sustentabilidade dos serviços
de saúde e são um fator de desenvolvimento. Foi uma vacina
que permitiu, pela única vez na história da humanidade, a
erradicação de uma doença - a varíola, uma doença grave,
extinta em 1980.
O programa nacional de vacinação (PNV)

As vacinas são produtos imunobiológicos constituídos por


microrganismos, partes destes ou produtos derivados, que
depois de inoculados no individuo saudável produzem
uma resposta similar à da infeção natural induzindo
imunidade sem risco para o vacinado.
O programa nacional de vacinação (PNV)

O PNV é o calendário de toma de vacinas recomendado pelas


autoridades de saúde em Portugal. O PNV recomenda as
vacinas que devem ser tomadas numa base de rotina, bem
como as respectivas idades de vacinação.

As vacinas incluidas no PNV são administradas universal e


gratuitamente ao maior número possivel de cidadãos, não
existindo barreiras para a sua administração, excepto,
evidentemente, no caso em que um indivíduo tenha contra-
indicações médicas.
O programa nacional de vacinação (PNV)

As recomendações do PNV são revistas pela Comissão


Técnica de Vacinação, sempre que tal é julgado necessário,
ou por solicitação das autoridades de saúde.

Presentemente, o PNV inclui vacinas para 12 agentes


etiológicos de doenças graves, distribuídas por idades.
O programa nacional de vacinação (PNV)

Comissão Técnica de Vacinação (CTV) é uma comissão


independente, formada presentemente por 14 especialistas
de diferentes disciplinas (medicina pediátrica, saúde pública,
epidemiologia, infecciologia, biologia, enfermagem,
ginecologia/obstetrícia).
VACINAS DO PNV
Vacina contra a Tuberculose - BCG
 A tuberculose normalmente afecta os pulmões mas pode
apresentar qualquer outra localização.

 A tuberculose é transmitida através do ar por partículas em


suspensão, como qualquer infeção respiratória.

 O principal sintoma da tuberculose é a tosse, mas pode


manifestar-se também por astenia (cansaço), perda de
peso, febre ou dores torácicas.
VACINAS DO PNV
Vacina contra a Tuberculose - BCG

 Os doentes com tuberculose têm de cumprir o regime


terapêutico antibiótico prescrito, sob pena de continuarem
a transmitir a doença e desenvolverem resistências.

 A vacina BCG, administrada após o nascimento, pode evitar


as formas mais graves da doença.
Vacinação no âmbito do PNV

A vacina BCG integra o Programa Nacional de Vacinação desde


a sua criação, em 1965. A vacina é administrada numa única
dose, aos bebés recém-nascidos, de preferência antes de
saírem da maternidade, desde que tenham mais de 2 quilos de
peso.

A vacinação dos recém-nascidos pode protegê-los contra a


meningite tuberculosa. Pode proteger ainda as crianças com
menos de 5 anos de idade de outras formas graves de
tuberculose. Após os 12 meses de idade, a proteção que a
vacina confere é variável e menos efetiva.