Você está na página 1de 25

Microbiologia Aplicada

BIO 3007

CONTROLE DE
MICRORGANISMOS
Considerações Gerais

ESTERILIZAÇÃO – Destruição de todos os microrganismos presentes,


incluindo os esporos
Efeitos distintos – Ação ANTIMICROBIANA
Inibição do crescimento
 Bacteriostático Ausência de morte celular
Inibidor de síntese protéica

Os bacteriostáticos são agentes quimioterápicos da


classe dos antibióticos que detêm o crescimento de
determinadas bactérias
Morte celular
 Bactericida Ausência lise celular
Bactericida, Fungicida, Viricida

bactericida é qualquer coisa que mata as bactérias

Morte celular por lise


 Bacteriolítico
Inibidor de síntese da parede celular

Bacteriolítio é uma substância que provoca a dissolução das bactérias


Considerações Gerais

Aspectos fundamentais que se deve aplicar aos agentes


ANTIMICROBIANOS

 Padrão de morte em uma população microbiana

 Condições que influenciam a atividade antimicrobiana

 Mecanismos de destruíção das células microbianas


Considerações Gerais

 Padrão de morte em uma população microbiana

• Microbiologia – MORTE – Perda da capacidade


reprodutiva

• Avaliação da eficiência – agente microbicida


Cultivo de uma amostra de material tratado para determinar o número
de sobreviventes
Considerações Gerais

 Condições que influenciam a capacidade antimicrobiana

• Tamanho da população
quanto > + tempo p morrer

• Concentração do agente Microbicida


quanto < + tempo p morrer

• Tempo de exposição
quanto > + cels mortas

• Temperatura
quanto > - tempo p morrer

• Particularidades do microrganismo específico


Considerações Gerais

 Mecanismo de destruição das células microbianas

• Predeterminar melhores condições para o agente

• Avaliar susceptibilidade das espécies para esse agente

• Possíveis mecanismos associados com os principais aspectos


estruturais
Alteração do estado físico do citoplasma, inativação de enzimas,
rompimento da membrana da parede celular
Agentes Antimicrobianos

 Agentes Físicos
• Temperatura
• Dessecação
• Filtração
• Radiação

 Agentes Químicos
• Substâncias químicas
Agentes Físicos – Temperatura

 Calor Úmido
• Menos tempo – calor seco
• Desnaturação de proteínas
• Vapor, água fervente, água aquecida a temp. abaixo do seu
ponto de ebulição (100°C)

 Cels Vegetativas Bactérias = 5 - 10 min / 60-70°C

 Cels Vegetativas Fungos = 5 - 10 min / 50-60°C

 Esporos de Fungos = 5 - 10 min / 70-80°C


Agentes Físicos – Temperatura

• Vapor d’água
Autoclave – Vapor d’água sob pressão

• Água Fervente
Ponto de ebulição

Endósporos podem resistir a 100° C por mais de 1 hora

• Temperatura abaixo do seu ponto de ebulição


Aquecimento lento

Oxidação dos constituintes orgânicos celulares

Mata células vegetativas de patógenos


Agentes Físicos – Temperatura

 Calor Seco
• Mais tempo que o calor úmido
• Materiais que não podem ser esterilizados por calor úmido

 Incineração
• Prática de rotina
• Agulhas de semeadura microbiológicas no bico de Bunsen
Agentes Físicos – Temperatura

 Baixas Temperaturas
• Abaixo de 0°C – microrganismos permanecem em
estado latente

• Freezer doméstico: -20°C

• Freezer -70°C

• Nitrogênio líquido: -196°C

goulart@ucg.br
Agentes Físicos – Filtração /
Dessecação
 Filtração
• Membranas – Poros retem microrganismos
• Bactérias: 0,5 – 1,0 m
• Leveduras: 1,0 – 5,0 m

 Dessecação
• Interrupção das atividades metabólicas

• Liofilização – desidratação extrema em temperaturas de


congelamento mantidas em ampolas fechadas
goulart@ucg.br
Agentes Físicos – Radiação

• Energia – Ondas eletromagnéticas


• Quanto < maior a energia
• Raio X, gama e luz UV
 Radiação Ionizante
- Alta energia – Ionização das moléculas ( H2O ---- H+ + OH- )

- Radicais Hidroxilas destroem DNA e proteínas

- Raio X, gama – penetra pacotes de produtos e esteriliza seus interiores

- Mais utilizados – esterilização alimentos e equipamentos médicos


Agentes Físicos – Radiação

 Radiação Não-Ionizante

Excitação de elétrons – Maior dano - DNA

Mata apenas microorganismos de superfície

Luz Ultra-Violeta (Quando estes microorganismos são expostos à


radiação UV-C, ocorre a penetração na sua parede celular chegando
até o núcleo onde se encontra a sua informação genética. Esta
absorção provoca um rearranjo codificando a cadeia de DNA,
interferindo na sua capacidade de reprodução. Os microorganismos
atingidos pela irradiação UV-C tornam-se estéreis e inativos como
resultado de um dano fotoquímico do seu ácido nucléico.)
Agentes Químicos

 Aplicação de compostos químicos


• Redução n° microrg. superfície – Material Inanimado
• Lesões de pele – prevenção de infecções
• Eliminação de microrg. Patogênico – água potável /
piscinas
 CONHECIMENTO
• vantagens quando utilizados em especificas situações
• Modo de atuação nos microrganismos
• Principais categorias de agentes antimicrobianos
Agentes Químicos / Definições

• Esterilizante – Estéril (termo absoluto), mata todas as formas


vivas
• Desinfetante – Mata apenas formas vegetativas patogênicas
• Germicida – Sinônimo de Desinfetante – porem não mata
apenas as patogênicas

• Anti-séptico – Usualmente aplicado na superfície do corpo


humano

• Saneador – matam 99,9% dos microrg. Contaminantes d uma


área ( Normas de saúde pública / população microrg)
Agentes Químicos - IDEAIS

1. Atividade Antimicrobiana – capacidade de inibir ou


preferencialmente matar os microrg;

2. Solubilidade – Solúvel em solventes em quantidades necessárias


ao seu uso efetivo;

3. Estabilidade – Ação antimicrobiana deve permanecer durante


armazenamento;

4. Ausência de toxicidade – não deve prejudicar o homem e


animais;
Agentes Químicos - IDEAIS

5. Homogeneidade – Preparação uniformes em sua composição;

6. Atividade em temperatura ambiente;

7. Poder de penetração;

8. Ausência de poderes corrosivos ou tintoriais;

9. Capacidade detergente;

10.Disponibilidade a baixo custo.


Agentes Químicos - IDEAIS

 Principais Grupos de Desinfetantes e Anti-sépticos


• Fenol e Compostos Fenólicos
- Mata rapidamente formas vegetativas;
- Tóxico e apresenta odor desagradável;
- Alteram a permeabilidade da membrana, desnatura proteínas;
- Agente Bacteriostático ou Bactericida

• Álcoois
- 70-90% - mata as formas vegetativas;
- Desnaturação de proteínas, lisam estruturas lipidicas;
- Agente Bactericida
Agentes Químicos - IDEAIS

• Halogênios (Hipoclorito)
- Iodo, Cloro e Bromo – Fortes agentes oxidantes;
- Destruição dos componentes vitais da célula microbiana;
- Inativação do aminoácido tirosina;
- Agente Microbicida
• Metais pesados e seus compostos
- Atividade de íons metálicos – inativação de certas enzimas que
combinam com o metal ( Moeda )
• Detergentes
- Desnaturação de proteínas celulares, interferência com processos
metabólicos e lesão da membrana citoplasmática
- Agente Bactericida
Agentes Químicos - IDEAIS

Agente Químico Concentração Aplicações Nível de


(%) Atividade
Compostos Fenólicos 0.5-3.0 Desinfecção de objeto inanimado Intermediário
Álcoois 70-90 Anti-sepsia da pele, desinfecção Intermediário
de instrumentos cirúrgicos
Iodo 1 Anti-sepsia da pele, pequenos Intermediário
cortes, desinfecção da água
Compostos Clorados 0.5-5.0 Desinfecção da água, superfícies Baixo
não metálicas, equipamentos de
laticínios, materiais domésticos
Mercúrio 1 Anti-sepsia da pele, desinfecção Baixo
de instrumentos
Alta – Mata todas as formas de vida microbiana
Intermediário – Mata o bacilo da Tuberculose, Fungos e vírus, mas não os esporos
Baixo – Não mata o bacilo da tuberculose, nem os esporos e vírus em um tempo aceitável
Agentes Químicos - IDEAIS

 Esterilizantes químicos
• Óxido de Etileno
- Inativação de enzimas e proteínas que tem átomos de hidrogênio
- Seringas

• β-Propilactona
- Bactericida, Fungicida, Esporicida e Viricida
- Propriedades carcinogênicas
Agentes Químicos - IDEAIS

• Glutaraldeído
- Instrumentos urológicos e respiratórios
- Bactericida, Esporicida, Fungicida e Viricida

• Formaldeído
- Extremamente tóxicos
- Inativação dos constituintes celulares ( Proteínas e Ácidos nucléicos)
Agentes Químicos - IDEAIS

 Áreas de atuação
• Parede Celular
-Fenol, Hipoclorito, Mertiolate
• Membrana Citoplasmática
-Fenol, Álcoois, Detergentes
• Material Nuclear
- Óxido de Etileno, Glutaraldeído, β-Propilactona
• Ribossomos
- Sais de mercúrio, Glutaraldeído, fenol
• Citoplasma
- Hipoclorito, Iodo, Óxido de Etileno, Metais pesados