Você está na página 1de 14

Balões de fala

Não é apenas no formato que os balões de histórias em quadrinhos se diferenciam


de um para o outro. Existem outras nomenclaturas que veremos a seguir.

As letras dentro de um balão podem variar como uma ͞entonação͟ da ͞voz͟ do


personagem. Um bom exemplo é o personagem Thor - o Deus do Trovão, que
ostenta na sua fala pomposa, com emprego da segunda pessoa, um vocabulário
condizente a uma divindade escandinava.

Os personagens da série Sandman, criados por Neil Gaiman, têm não só as letras,
mas os balões diferenciados como Os Perpétuos, irmãos do protagonista. Notam-
se as variações condizentes com as personalidades: Sandman (ou Sonho) tem seus
balões negros como a noite, já Delírio é multicolorido e caótico.

O negrito e/ou o sublinhado nos balões representam a ênfase em algumas


palavras. Podem remeter também ao tom mais alto ou emocional dependendo do
contexto.
|   
 
  

Balão-pensamento Rabicho tem formato de
pequenas bolhas
Balão-uníssono Tem vários rabichos para
indicar que é a fala de vários
personagens
Balão-cochicho Contorno feito com linhas
pontilhadas
Balão-grito Contorno irregular ou tremido
para indicar irritação,grito,
espanto, horror.
Balão-gelo Apresenta o formato de um
cubo de gelo para indicar
frieza, indiferença, desprezo.
Èuando aparece um 6   no final de uma palavra ou expressão,
sempre é acompanhado no canto do mesmo quadrinho ou no final da
mesma página uma legenda com uma nota do autor ou do editor da HÈ.
Outro exemplo comum é o uso do ͟͞ e ͞ ͟ no começo e final de falas
para sugerir que aquela é traduzida de uma língua estrangeira.
O  pode ser usado para expressões estrangeiras não traduzidas,
monólogos internos em legendas e balões de pensamento, além de vozes
sendo transmitidas por aparelhos como rádio, tevê, comunicador etc.
Um balão preenchido apenas com 
6 pode indicar hesitação ou
pausa dramática na situação. É visto com mais frequência nos 6
 .
vas não é necessário que o balão seja unicamente preenchido com prosa.
Para representar um personagem assoviando coloca-se uma nota musical
no balão. O @
6 
 pode ser O  por cobras, relâmpagos,
pregos, caveiras e uma infinidade de sinais nas histórias infanto-juvenis.
Há autores que substituem a fala pela ideia dos símbolos [  
 ].
Èuando um personagem diz que vai telefonar, desenha-se um telefone
dentro do balão, por exemplo.
Os recursos mais usados como representação da fala sem o
emprego das palavras é o ͞  ͟, indicando uma conversa ou
monólogo em excesso desimportante, o ͞   ͟, denotando o
momento de sono ou os sinais de pontuação como a interrogação
(͟͞) para dúvida ou a exclamação (͟͞) para admiração ou espanto.
A infinidade criativa para o uso dos balões é sempre constante. Na
série *   
 o autor @ 

os sobrepõe para
dar a sensação de simultaneidade nas falas. Na obra vemos um
personagem impondo seu argumento ao outro com o balão
"atropelando" seu discurso ou vários balões deconexos ao fundo
para dar sensação de cacofonia no ambiente.
Xá 
6 6  , do valditos Tiras, ͞molda͟ seus balões
conforme o que é dito, pensado ou sentido de uma forma bem
criativa, tirando-os do segundo plano e enfatizando o resultado final
de suas o
O O.
A metalinguagem aproveitando os balões como
͞objeto͟ também é apresentado nas HÈs do vauricio
de Sousa. Cebolinha insulta a v nica e ela esbraveja
para ele "retirar o que falou". Simplesmente ele segura
no rabicho do balão e o retira de cena. Outro exemplo:
Não é à toa que os balões são considerados por
muitos estudiosos e pesquisadores como parte vital
para a narração da arte sequencial. Uma técnica que se
expandiu para outros meios, mas que sempre tem voz
nas histórias em quadrinhos...
Onomatopeia e Pontuação
Onomatopeia vem do grego e significa ͞criação
de palavras͟. Na verdade, é um jeito engraçado
de grafar barulhos e ruídos em geral.
Hein?!? Como!?!? Puxa!!! Hum... Você já reparou
como os autores de HÈ adoram abusar da
pontuação? É porque por meio dos pontos de
exclamação, interrogação, reticências, o autor
explicita melhor as intenções do personagem.