Você está na página 1de 15

4

Subdomínio

Ligação química
4.3 Ligações intermoleculares
Água no estado gasoso

Água no estado sólido

Água no estado líquido


O que mantém as moléculas unidas na água no estado sólido?
H H

Os átomos mantêm-se unidos na molécula de água


por forças intramoleculares.
Ligação covalente
dupla O

No entanto, as moléculas também se ligam umas às outras


devido a forças intermoleculares.
Forças
intermoleculares
As forças intermoleculares são de natureza
eletrostática e, em geral, são mais fracas do que
as forças intramoleculares.
As forças intermoleculares são responsáveis
pelo estado físico das substâncias:

Sólidos Líquidos Gases

A liberdade de movimentos das moléculas é muito As moléculas estão próximas umas das outras, As distâncias entre as moléculas são muito grandes,
limitada e estas são mantidas nas suas posições. sendo difíceis de comprimir. existindo muito espaço vazio entre elas.

As moléculas estão muito próximas e não existem A proximidade das moléculas leva à existência Devido à grande distância entre as moléculas,
praticamente espaços vazios entre elas. de forças intermoleculares. as interações são muito reduzidas ou inexistentes.

As moléculas são mantidas próximas umas das Apesar das forças intermoleculares, as moléculas O elevado espaço vazio entre as moléculas torna
outras devido a forças intermoleculares. movem-se livremente umas em relação às outras. os gases facilmente compressíveis.

Os sólidos são quase incompressíveis e possuem Devido aos movimentos livres das moléculas, não Como as forças intermoleculares são reduzidas
forma e volume próprios. têm forma própria — têm a forma do recipiente. ou inexistentes, não apresentam forma própria.

Forças intermoleculares Diminuição da intensidade Forças intermoleculares


mais intensas das forças intermoleculares menos intensas
As interações de natureza eletrostática traduzem-se em…

… forças atrativas entre cargas de sinal oposto. … forças repulsivas entre cargas do mesmo sinal.

A intensidade das forças intermoleculares resulta do balanço entre


forças atrativas e repulsivas entre as moléculas da substância:

H A natureza eletrostática das partículas determina


Força o tipo de ligação intermolecular, que pode ser:
intermolecular
uma ligação de Van der Waals;

H uma ligação de hidrogénio;


O
δ– δ+ uma interação ião-distribuição
assimétrica de carga permanente.
Ligação de Van der Waals

Interação entre distribuições assimétricas de carga permanente


(interações dipolo permanente-dipolo permanente).

Este tipo de interação ocorre entre moléculas polares.

δ+ δ– Ligação de δ+ δ–
Van der Waals

H H
Cℓ Cℓ

As moléculas tendem a orientar-se de modo que a extremidade com carga negativa


de uma molécula fique próxima da extremidade com carga positiva de outra molécula.

Quanto maior for a distorção da nuvem eletrónica e maiores


forem as moléculas, maior será a força que as liga.
Ligação de Van der Waals

Interação entre uma distribuição assimétrica de carga permanente


e uma distribuição assimétrica de carga induzida
(interações dipolo permanente-dipolo induzido).

Este tipo de interação ocorre entre uma molécula polar e uma apolar.

δ+ δ+ δ–
Polaridade induzida
pela molécula de água
H Ligação de
O
van der Waals

δ–
H O O
δ+

A molécula polar induz o aparecimento de polaridade na molécula apolar.

A força que une as moléculas é, em geral, de fraca intensidade.


Ligação de Van der Waals

Interação entre uma distribuição assimétrica de carga instantânea


e uma distribuição assimétrica de carga induzida
(forças de dispersão ou forças de London).

Este tipo de interação ocorre entre moléculas polares ou apolares.

Deformação instantânea e
aleatória da nuvem eletrónica δ+ δ– Ligação de δ+ δ– Polaridade induzida
pela molécula vizinha

Van der Waals

Cℓ Cℓ Cℓ Cℓ

Qualquer átomo ou molécula pode sofrer uma deformação instantânea e aleatória


da sua nuvem eletrónica, originando uma distribuição assimétrica de carga induzida.

Essa deformação provoca a deformação da nuvem eletrónica das moléculas vizinhas


e induz uma distribuição assimétrica de carga instantânea.
Ligações de hidrogénio

Em determinadas substâncias moleculares em que o hidrogénio está presente,


surgem ligações mais fortes do que as ligações de van der Waals — as ligações de hidrogénio.

Este tipo de ligações surge quando o hidrogénio, numa ligação polar,


se liga a um átomo de nitrogénio, oxigénio ou flúor.

As moléculas orientam-se de modo que a extremidade


negativa de uma fique próxima da extremidade
δ– positiva de outra.

δ+
Os eletrões não partilhados de nitrogénio, oxigénio
δ+ ou flúor exercem uma atração extra sobre
os átomos de hidrogénio.
δ+
δ– δ–
Essa atração extra torna mais fortes as ligações,
δ+ H e é por isso mais difícil separar as moléculas.
O
H
Moléculas de água (H2O)
Ligações de hidrogénio

Em determinadas substâncias moleculares em que o hidrogénio está presente,


surgem ligações mais fortes do que as ligações de van der Waals — as ligações de hidrogénio.

Este tipo de ligações surge quando o hidrogénio numa ligação polar


se liga a um átomo de nitrogénio, oxigénio ou flúor.

Na água sólida, as moléculas encontram-se ligadas


entre si por ligações de hidrogénio.
δ–
Ligação
de hidrogénio
δ+
Cada molécula de água estabelece até
δ+ quatro ligações de hidrogénio.
δ+
δ– δ– A estrutura da água sólida tem muitos espaços
vazios, motivo pelo qual é menos densa
δ+ H
do que a água líquida.
O
H
Moléculas de água (H2O)
Interação ião-distribuição assimétrica de carga permanente

Este tipo de interação ocorre entre um composto iónico e uma molécula polar.

Quando se dissolve um composto iónico num solvente polar, surgem forças


de natureza eletrostática entre os iões e as moléculas polares.

É o que acontece quando se dissolve cloreto de sódio (NaCℓ) em água (H2O):

Os iões Na+ e Cℓ– ficam rodeados por moléculas de água.

Os iões ligam-se assim às moléculas de água, ocorrendo a dissolução do composto.


Conclusão

As moléculas ligam-se umas às outras por intermédio


de forças intermoleculares.

As forças intermoleculares são de natureza eletrostática


e resultam do balanço entre forças atrativas e repulsivas
entre as moléculas da substância.
As forças intermoleculares podem dever-se a:
interação entre distribuições assimétricas interação entre uma distribuição assimétrica
de carga permanente; de carga instantânea e uma distribuição
assimétrica de carga induzida;
interação entre uma distribuição assimétrica
de carga permanente e uma distribuição ligações de hidrogénio;
assimétrica de carga induzida;
interação ião-distribuição assimétrica
de carga permanente.