Você está na página 1de 67

“O treinamento em

esportes abertos

Prof.: MANUEL LAGUNA ELZAURDIA


Nesta apresentação veremos:
• A importância do jogo intencional

• O Handebol como um jogo de actualização máxima:


É um jogo interativo!!
• A importância da velocidade

• Não ganha o que mais sabe…

• …Mas o que reage mais rápidamente e melhor

• A antecipação surge como uma qualidade básica

• Algumas noções sobre a captação e o tratamento da


informação

• As consequências que implicam a forma de treinar para o


desenvolvimento da táctica individual
Gostaría de recordar que existem duas questões
que teremos de ter claras, antes de desenhar
qualquer processo de treinamento ou ensino

Como é o
jogo?

Definindo etapas e fases

Propondo objectivos

Como são Selecionando métodos


as crianças
que se Eleger formas de avaliação
iniciam? Contar com mecanismos de correção
O HANDEBOL
é um desporto “aberto” e, ultrapasando as
teorías “mecanicistas”, sabemos que…

A TÁTICA A TÉCNICA
INDIVIDUAL deve ser
é fundamental adaptativa
(técnica aberta)
Já fizemos várias tentativas para melhorar a

TÁTICA INDIVIDUAL
A lógica e a simplicidade do esquema de
Marteniuk levou-nos a uma “abordagem
informática” do problema

ENTRADA RESPOSTA
Tivemos um erro:
Identificámos inteligência com reflexão
O ser humano é muito
diferente de um computador
Onde
estão as
diferenças?
Temos limitações nos
sentidos que nos
“informam”
Conta os pontos negros...
As linhas mais largas são paralelas ou não?
O cérebro “engana-nos”
És bom com as côres?!

Então observa a figura seguinte...


As côres dos quadros “A” e
“B” são iguais?
O cérebro esforça-se ao máximo para
mostrar como aqueles quadrados
deveriam ser... Um negro e o outro
branco... Não importa se são da mesma
cor... Os quadrados seguidos dizem que
têm de ser de cores diferentes... O teu
cérebro faz que os vejas assim...
Diferentes...
Esta é uma prova de que não importa apenas
o que existe no mundo que te rodeia...

Mas como entendes esse mundo!!!


A percepção não é um
ato puramente sensitivo
CAPTAÇÃO E TRATAMENTO DA
INFORMAÇÃO DURANTE O JOGO

UM ATO
SENSITIVO
depende do
estímulo

UM ATO
INTELIGENTE
É dado um
Mas também… significado de
forma imediata à
informação
captada
Manuel Laguna Elzaurdia
O trabalho do cérebro
não se resume à
análise de
informações
nítidas
NOÇÕES SOBRE O TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
(Algumas ideias de Filippe Pinaud)

FLUXO DE
INFORMAÇÃO

ATENÇÃO

INFORMAÇÃO INFORMAÇÃO DIFUSA INCONSCIENTE


CONSCIENTE

PROVOCA: AJUDA: PROVOCA:

Tratamento em série A selecionar os Reacções de


através de um objetos que serão emergência (menos
processo analítico tratados de forma precisas mas
consciente adaptadas)

Manuel Laguna Elzaurdia


Um teste muito simples?

O teste requere silêncio e concentração. Serve para


avaliar a capacidade de atenção seletiva. A maior parte
das pessoas consegue realizar se se esforçar bastante

Conta os passes do time de camiseta branca.


Atenção, muito importante, só os que têm
camiseta branca!!!
Quantos passos deram?

Entre 5 e 10?

Entre 10 e 15?

Entre 15 e 20?

A resposta correta são 18 mas... Viste o gorila?


Produção de Viscog. Fundada em 2003 por Daniel J. Simons
Os “gorilas”
também aparecem
quando estamos
jogando
Isto faz com que as coisas sejam fáceis…

КРАСНЫЙ
ЗЕЛЁНЫЙ
ЧЁРНЫЙ
СИНИЙ
СИНИЙ
ОРАНЖЕВЫЙ
ЖЁЛТЫЙ
ЖЁЛТЫЙ

EL ENTRENAMIENTO EN LAS ETAPAS CADETE Y JUVENIL. Manuel Laguna Elzaurdia


… ou não!!!

VERMELHO
AMARELO
LARANJA
NEGRO
VERDE
AZUL

EL ENTRENAMIENTO EN LAS ETAPAS CADETE Y JUVENIL. Manuel Laguna Elzaurdia


O que vês aqui?

EXISTEM MUITAS
ÁRVORES NA
NA SELVA
O cérebro antecipa não
só em função da sua
experiência, mas também
em função das suas próprias
expectativas e desejos
Mas para o bem ou para o
mal?
Entendes em função do que
conheces...
... E do que esperas
... E do que esperas
NOÇÕES SOBRE O TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
(A teoria dos “marcadores somáticos” de A. Damasio)

O que fazer para


eleger?

TEORIA TRADICIONAL TEORIA DE A. DAMASIO


A “razão elevada” O “marcador somático”

• Cair numa “selva de • Sinal de alarme


ramificações” • Orientação
• Eleger entre um número
• Tempo Excesivo menor de opções
Um pequeno resumo:
•Possuímos uns sentidos que nos
apresentam imprecisões
•O cérebro nos engana (foi criado
básicamente para sobreviver)
•O cérebro não percebe de forma
“neutra”, a tudo dá um significado
•Não se limita a analizar conscientemente
umas informações nítidas
•O cérebro antecipa continuamente, em
função da experiência… mas também em
função das expectativas
•A hierarquização da informação é a chave
na tomada de decisões
Manuel Laguna Elzaurdia
• Percepção
• Sensações
• Sentimentos
• Ideias
•…
Como se estabelecem
prioridades?

Alimenta-se da organização
hierárquica inconsciente dos
nossos objetivos
(árvore de metas)

Se é capaz de diminuir a actividade mental em todos


os canais de informação excepto nos que estão implicados para a
obtenção de um objetivo (defesa do objetivo)
No entanto no jogo não está presente apenas
uma única intenção, pois cada jogador tem a
sua própria

Os esportes abertos são esportes


Interactivos onde continuamente…

SE EMITE SE INTERPRETA
INFORMAÇÃO INFORMAÇÃO
…e frequentemente não
existe muito tempo
para tomar decisões

MANUEL LAGUNA ELZAURDIA


Por isso...

O jogador mais Mas o que


melhor e mais
eficaz não é o que rapidamente se adapta
mais “SABE” aos acontecimentos
• Relacionada com a tomada de decisão
(Velocidade de reacção adaptada
adaptada)

• Relacionada com a técnica


(velocidade de actuação adaptada
adaptada)

• Relacionada com o trabalho de


resistência
Devemos pensar que …

É TÃO IMPORTANTE AGIR BEM

COMO AGIR RÁPIDO

Se trata de não deixar pensar os


adversários
Manuel Laguna Elzaurdia
O objetivo não é “jogadores que pensem muito”, mas
“jogadores que reajam rápido e bem”
Levando esta reflexão ao límite, a palavra chave nos
esportes abertos é:

ANTECIPAÇÃO: Capacidade de desencadear uma


resposta correta, antes de que se complete uma ação de
outros jogadores, em função de indícios previamente
dados
Mas isto de nada valia, se não
fizermos a “grande pergunta”:
Coisas para ter
em conta
DESENVOLVIMENTO DO JOGO INTELIGENTE NOS
ESPORTES ABERTOS
Planejar que tipo de trabalho?

Não aumentar de forma artificial o


tempo de resposta no treino (diminui-
lo inclusivamente)
Planejar situações abertas que
aceitem múltiplas respostas
Adaptar as situações e os objetivos
ao nível dos jogadores
Planejar situações que possuam
exigência perceptiva (Melhorar
principalmente o “campo visual”)
Promover o espírito da competição.
Não especializar de forma
prematura
DESENVOLVIMENTO DO JOGO INTELIGENTE
NOS ESPORTES ABERTOS
Como deverá intervir o treinador?

Não se dirigir aos jogadores com


indicações enquanto actuam
Dar indicações de objetivos, nunca
sobre a execução
Utilizar de forma predominante os
reforços positivos
Refletir com os jogadores depois da
prática ou em momentos afastados
dela
Promover a auto observação na
presença do video (não fechar as
respostas)
Utilizar conceitos simples, próximos
aos conhecimentos dos jogadores
Fugir dos planejamentos abstratos e
da linguagem pouco comum
A hierarquização
do que se
ensina e do
que se treina
A percepção não é um
ato puramente
sensitivo, está Passamos o que já
condicionada por vimos por um filtro do
conceitos prévios conhecido e das
próprias intenções

É trascendente
construir o filtro Existem jogadores com
adequado. muitos conhecimentos…
...e muitas dificuldades para
os utilizar

Ha que treinar “desde o global até ao específico”


DESENVOLVIMENTO DO JOGO INTELIGENTE NOS
JOGADORES

É importante o conteúdo…

O que treinar?

…mas o mais importante é a


estrutura que se dá a esses
conteúdos
“CONSTRUIR O FILTRO ADEQUADO”
Ensinar e construir “desde o global até ao específico”!!!
ESTABELECER OS OBJETIVOS GERAIS
AS INTENÇÕES
ATAQUE DEFESA
EQUILIBRAR AS
MOVER OS MOVER A ARREMESSO OPOR-SE À OPOR-SE AOS
TAREFAS JOGADORES BOLA BOLA ADVERSÁRIOS
BÁSICAS
INDIVIDUAL
Desmarcação
Fintas
DESENVOLVERA Fixação Adaptar
Manejar
Potente
Preciso
Marcar
Ajudas
Interceptar
AS TAREFAS COLETIVO Driblar Variado Dissuadir Trocas de
BASICAS Passe e entra
Cruzamento
Passar
Receber
Observar
Surpresa
Blocar adversário
Contra
Etc.
Bloqueio Etc. Etc. bloqueio
Ecran Etc.
Cortina
Etc.

ORGANIZAR OS
PLANOS DE SISTEMAS DE JOGO
AÇÃO (Planos para cada uma das 4 fases do jogo)
1ª ETAPA – O JOGO SEM SISTEMA (9 - 10 anos)

ASPETOS CONHECIM. ASPETOS


TÁTICA TÉCNICA MOTORES TEÓRICOS PSICOLÓGICOS

COLETIVA INDIVIDUAL Ataque Desenvolvimento da Aprender o jogo Canalizar e utilizar o


coordenação dinâmica Regras egocentrismo natural da
Não existe uma Objetivos generais: Arremessos geral fundamentais criança desta idade
organização concreta (Lançar potente e Onde se joga
Joga-se com instruções Participação ativa e preciso) Desenvolvimento da Zonas proibidas  Fomento das tarefas
muito globais. constante de todos os As alavancas (a coordenação óculo- O que se passa de cooperação
jogadores em jogo. armação do braço) motora quando a bola sai do
Atacar é:  A sincronía campo?  O respeito pelos
Criar a noção de (movimento fluido) Desenvolvimento da Quantos jogadores outros
Correções globais perceção e estruturação Participam?
Fazer com que a bola atacante-defesa.
progrida até ao gol
sobre os gestos de espaço-temporal  Qual a duração de
objetivos del ataque arremesso em apoio e
contrário para se um jogo
salto Consolidação do  Como se pode jogar
encontrar uma oa Progresssão em equilíbrio estático e
situação de arremesso a bola?
direcção ao gol contrário
Transporte da bola desenvolvimento do
Manejo da bola com equilíbrio dinâmico 4 ações proibidas
Defender é: As ajudas ao portador
uma mão Pé
da bola – a Desenvolvimento da
Driblar Passos
Evitar o gol desmarcação (ocupar
Passar e receber lateralidade dominante Tempo
os espaços vazios)
Encadear estas Dribles
Recuperar a bola habilidades de forma Consolidação do  Comportamento com
A rápida tomada de simples esquema corporal global o adversário
decisão do jogador e desenvolvimento do
com bola esquema corporal
Defesa  As sanções
segmentar (perceptivo) Técnicas
OBJETIVOS DA
Equilibrio para marcar
DEFESA Desenvolvimento Disciplinarias
Braços a uma altura
Início da noção de intermedia para facilitar
global das capacidades
marcação (encomodar o físicas
as interceções
portador da bola)
As interceções da bola
2ª ETAPA – DEFESA EM DUAS LINHAS (10 – 11 anos)

ASPETOS CONHECIMEN. ASPETOS


TÁTICA TÉCNICA MOTORES TEÓRICOS PSICOLOGICOS

COLETIVA INDIVIDUAL Ataque Progressão nos Progressão nos Estimulação do


criterios daa etapa conhecimentos das prazer em treinar como
Sistemas de jogo Objetivo geral Encadeamento das anterior regras meio para o
Saber atuar nas 4 tarefas básicas do (Redução da desenvolvimento
O contra ataque a fases do jogo ataque permissividade)
partir desse tipo de Transportar a bola O respeito pelos
defesa Objetivos do ataque  Mover-se sem O Handebol jogo e outros (valorização das
bola esporte (Introdução ao características positivas
A defesa em duas O jogo sem bola  Arremessar treinamento como tal) dos colegas)
linhas As desmarcações
 Ofensivas O arremesso Estudo dos erros Fomento da
O ataque à defesa  Defensivas Desenvolvimento como motivação para o coragem
em duas linhas básico do trabalho treinamento
Necesidade de ambos prévio Motivação para se
Noções sobre as 4 A tomadade decião (ganhar profundidade, aplicar nos jogos aquilo
fases do jogo do jogador com bola ângulo de remate e que se treina
Desenvolvimento do orientar-se para o gol)
Um procedimento campo visual Desenvolvimento
tático ofensivo  Velocidade nas dos arremessos em
decisões apoi o e em salto
O passe e entra Passar, lançar,
progredir com a bola Os passes
fundamentais
A observação no
arremesso Defesa
O jogo 1 contra o
goleiro A posição base

Objetivos da defesa Deslocamentos (em


A marcação ao posição base e em
jogador com bola corrida)

As interceções As interceções

A oposição ao
arremesso
3ª ETAPA – DEFESA INDIVIDUAL (12 - 13 anos)
ASPETOS CONHECIMENTOS ASPETOS
TÁTICA TÉCNICA MOTORES TEÓRICOS PSICOLÓGICOS

COLETIVA INDIVIDUAL Ataque Consolidação dos Progressão das Desenvolvimento de


Arremesso aspetos trabalhados nas regras atitudes cívicas
Sistemas de jogo Objetivo geral Diferentes etapas anteriores
Adaptação a cada armações de braço Importância da Estímulação da:
A defesa individual uma das fases do jogo  Domínio do ciclo Desenvolvimento da resolução de situações Vontade
Evolução nos diferentes de apoios dissociação segmentar de superioridade Constancia
sistemas de localização Objetivos do ataque As fintas numérica simples Hábito da verdade
A tomada de decisão Deslocamento Desenvolvimento do
O contra ataque a A execução em tempo Arremesso equilibrio dinâmico Valorização da Valorização da
partir deste sistema útil Dominio do ciclo de efectividade como colaboração
O jogo sem bola apoios Consolidação da medida do
O ataque à defesa Desmarcações Passes e receções estrutura espaço- desenvolvimento Desenvolvimento da
individual  Ofensivas Passar em todas as temporal auto critica
ações coletivas  Defensivas direções sem variar a A auto avaliação
As desmarcações orientação Desenvolvimento Desenvolvimento do
O passe e entra indiretas Passes global das capacidades Manutenção dos auto controlo
O arremesso fundamentais e não físicas básicas objetivos gerais antes
O aproveitamento A observação fundamentais (resistência, força, dos individuais O espírito de
das fixações impares A variedade Combinações velocidade flexibilidade)
grupo/time
(Desmarcações Os passes e as complexas
indiretas) receções
Saber superar a Defesa
Otrabalho 2 x 1 e 3 x oposição ao passe A marcação
2 Trajetória de passe Posição base
Engano Posição económica
Troca de posições
Objetivos da defesa As interceções
A marcação na linha Dinâmicas
de arremesso Estáticas
(Distância, orientação, As ajudas
gesto) Realização
O jogo 1 x 2 simultânea das 3
(Dissuasão, trabalho tarefas
contra a bola) Treinamento de
As ajudas perante o goleiros
erro
Seleção de goleiros
4ª ETAPA – TRANSIÇÃO PARA O JOGO ADULTO (13 - 14 anos)
ASPETOS CONHECIMEN. ASPETOS
TÁTICA TÉCNICA MOTORES TEÓRICOS PSICOLÓGICOS

COLETIVA INDIVIDUAL Ataque Progressão nos Conhecimento Estímulo da:


critérios das etapas aprofundado do Espontaniedade
Sistemas de jogo Ataque Os deslocamentos anteriores regulamento Firmeza
Jogo sem bola com bola: Domínio do Objetivos ofensivos e Coragem
Evolução da defesa Desmarcações ciclo dos apoios defensivos
Redução da defesa Finta Importância das Desenvolvimento
individual a zonas de Arremesso Desenvolvimento fixações – a do auto controlo
eficácia A variedade quanto: das fintas continuidade
 Local Importância da Desenvolvimento
Defesas zonais 3:3 e  Forma Os arremessos eficácia em ações da capacidade
3:2:1  Tempo Com oposição simples analítica
O arremesso com Com pouco ângulo
Evolução do ataque oposição  Domínio de Desenvolvimento
Estudo do ataque a As fixações diferentes armações de da capacidade
cada uma destas (a continuidade) braço e formas de receptiva
defesas Desenvolvimento executar
do transporte da bola  Desenvolvimento da A concentração
Adaptação a uma velocidade de execução adequada da atenção
Ações coletivas
menor duração e
ofensivas
espaço Desenvolvimento A motivação
Desenvolvimento do
do transporte da bola
trabalho 2 x 1 e 3 x 2
Defesa Dar uma atenção
As fixações ao par e Estímulo das
ao ímpar  Marcação especial para os passes
atitudes cooperativas
Consequências  Líinha de “tiro” e e recepções em
de passe situações de contra
Passe e entra
Boqueio  Variação dos ataque e ataque
elementos da marcação posicional
Cruzamento
As ajudas
 Antes do erro Defesa
Ações coletivas
 Perante o erro Desenvolvimento da
defensivas Desenvolvimento marcação
Trocas de adversário das interceções Desenvolvimento
Contra bloqueios
das ajudas
Desenvolvimento
das intercepçõesciones
Bloco
Deslocamentos
ETAPA DA APRENDIZAGEM ESPECIFICA (15 anos) (Cadetes de 1º ano)
ATAQUE RECUPERAÇÃO DEFESA ASPETOS ASPETOS
CONTRA ATAQUE
POSICIONAL DEFENSIVA POSICIONAL FISICOS PSICOLOGICOS
Início ao trabajo Estímulo da:
Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais geral de:  Espontaniedade.
 Resistência.  Firmeza
A velocidade de reação Arremessos Velocidade de reação A marcação às linhas de  Força (com Coragem.
 A antecipação pela Arremesso com “tiro” autocargas ou
conquista do espaço. oposição (iniciação Exigência de atitude idêntico) Desenvolvimento do
A luta de bolas sistemática) defensiva em toda a fase Domínio dos 4 factores  Velocidade. auto controlo
incontroladas. Arremesso com pouco (situação, orientação, Flexibilidade.
O transporte da bola ângulo. O ataque à bola distância e gesto) Estímulo:
 Campo visual. Importância da  Capacidade analítica.
Passar e receber sem Transporte da bola  Intercepções. As intercepções agilidade (como  Capacidade recetiva.
parar.  Jogo com jogadores Tratadas de forma qualidade complexa  Controlo emocional.
Passes longos. interiores (pivots) Controlo dos jogadores global. a trabalhar)  Capacidade de
O drible en contra Utilização da força de focalização da atenção.
ataque. passe adequada. As ajudas perante o erro
O arremesso Movimentos de jogadores
 Não saltar contra o  As fixações.
goleiro.  As fintas.
 As desmarcações.

Aspectos Colectivos Aspectos Colectivos Aspectos Colectivos Aspectos Colectivos

Equilibrio na distribuição Procedimentos táticos Não baixar ao seu posto, Procedimentos táticos
de funções ao iniciar O passe e entra A troca de adversários
Os bloqueios (geral) Organizar-se em função (tradicional)
 Luta pela bola. Os cruzamentos. das circunstâncias até se
Conquista do espaço. conseguir organizar a O deslizamento
A resolução de situações defesa.
Repartição do espaço no de vantagem 2x1, 3x2. Sistemas de jogo
transporte da bola
Os sistemas de jogo O sistema 3:2:1
Situaciones 2 x 1 e 3 x 2 Ataque 3:3.
em contra ataque  O jogo da 1ª linha Os movimentos em
Atacar no posto função da bola.
 Atacar nos postos
adjacentes  Repartição  O trabalho perante as
de espaços. transformações.
 O jogo da 2ª linha
(todos jogam em todos os
postos)
ETAPA DA APRENDIZAGEM ESPECIFICA (16 anos)(Cadetes de 2º ano)
ATAQUE RECUPERAÇÃO DEFESA ASPECTOS ASPECTOS
CONTRA ATAQUE
POSICIONAL DEFENSIVA POSICIONAL FISICOS PSICOLÓGICOS
Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais Progressão nos Progressão nos
critérios do ano critérios do ano
A velocidade de reação Arremessos As intercepções A marcação anterior. anterior.
discriminativa  Com oposição. A dissuasão. Variação da situação
O transporte da bola  A distancia de (linha de remate, linha de
 Eleição da trajetória e arremesso O controlo dos adversários passe)
força do passe.  A potência, a precisão e
Passar e receber sem a variedade  Orientação na
variar a orientação  A observação bissectriz.
corporal. Desde a posição de 
 Correr desmarcando-se. extremo. Variação do gesto.
Desenvolvimento do  A variedade e
arremesso observação Intercepções
 Que a bola saia numa Transporte da bola  Diferença entre
direcção diferente à mão.  Progressão nos estáticas e dinâmicas.
recursos de passe.
Os movimentos Iniciação às ajudas antes
 Igual + fixações em do error
menos tempo e com
menos gestos.

Aspectos Coletivos Aspectos Coletivos Aspectos Coletivos Aspectos Coletivos

Transporte da bola Procedimentos táticos  Igual ao ano anterior. Procedimentos táticos


 Distribuição equilibrada  Progressão nos  Troca de adversário
dos espaços, mas ... bloqueios (1ª e 2ª linha tradicional.
”Romper com os carris”. defensiva) Contra bloqueios.
Situações de superioridade Desenvolvimento dos
mais complexa cruzamentos Sistemas de jogo
4 x 3 ...  Aproveitamento das  Progressão no 3:2:1
fixações ao par e ao impar.
Situações de vantagem.
2 x 1
Espaços diversos
3 x 2
Situações globais
(6 x 4, 6 x 5, etc.)
Sistemas de jogo
 Ataque 3:3
 1ª linha: Repartição de
espaços  os
cruzamentos e as
permutas.
 2ª linha: Progressão
ETAPA DO APERFEIÇOAMENTO ESPECIFICO (17 años)(Juvenis de 1º ano)

ATAQUE RECUPERAÇÃO DEFESA ASPECTOS ASPECTOS


CONTRAATAQUE
POSICIONAL DEFENSIVA POSICIONAL FÍSICOS PSICOLOGICOS
Iniciação ao Progressão nos
Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais
treinamento da criterios dos anos
preparação física anteriores.
A antecipação perceptiva. Arremessos O jogo 1 x 2 defensivo em A marcação específica.
O transporte da bola  A velocidade de espaços amplos  Utilização de situações
 Exercícios com tempo execução. A faltas ao portador da intermédias. Manter ainda uma
limitado ou com regras  Gestos de reduzida bola  A distância varia em elevada
que acelerem a tomada de amplitude. função dos objetivos percentagem de
decisão.  Surpresa. (antecipar-se - esperar) preparação física
Passar com gestos  Arremesso do pivot.  Orientação na geral.
pouco amplos. Transporte da bola bissectriz.
Enganar com o olhar e  O ritmo do passe  Gestos específicos em Iníco do
com o gesto. (mudança de ritmo). função das situações. treinamento com
Desenvolvimento do  Progressão nos sobrecargas.
arremesso recursos para jogar com Intercepções
Arremessos com gestos os pivots.  Estáticas  exigências.
de pequena amplitude do Os movimentos  Dinâicas  adaptação.
braço.  Importância da Ajudas
qualidade das fixações. Perante o erro
 Progressão nas fintas e 1 x 2.
nas desmarcações.  Anteriores 
basculação e bloco.

Aspectos Coletivos Aspectos Coletivos Aspectos Coletivos Aspectos Coletivos

A organização das fases Procedimentos táticos Distribuição de funções Procedimentos táticos


de iniciação e  O aproveitamento em primeiro lugar  A troca de adversários
desenvolvimento do sistemático das fixações.  Luta por bolas em diferentes linhas.
contra ataque Progressão nos incontroladas. O contra bloqueio.
Resolução de situações bloqueios e cruzamentos  Recuperação. Sistemas de jogo
simples de igualdade  Iniciação de ecrans e Organização para  5:1 e 6:0
(2 x 2, 3 x 3) cortinas. pressionar o transporte da  Iniciação à marcação do
O passe e entra. Desenvolvimento geral bola pivot por pares.
Os cruzamentos. das situações de A organização do próprio  Defesa em inferioridade
vantagem sistema defensivo numérica.
Sistemas de jogo
 Transformações dos
sistemas
 A continuidade
(equilíbrio no ataque ao
gol – movimento da bola).
ETAPA DO APERFEIÇOAMENTO ESPECÍFICO (18 anos)(Juvenis de 2º ano)

CONTRA ATAQUE RECUPERAÇÃO DEFESA ASPECTOS ASPECTOS


ATAQUE POSICIONAL DEFENSIVA POSICIONAL FÍSICOS PSICOLOGICOS
Progressão nos Progressão nos
Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais Aspectos Individuais criterios do ano criterios do ano anterior.
anterior.
O transporte da bola. Arremessos Progressão nos conceitos A marcação Preparação específica
para o rendimento na
 Utilização de recursos  Dominio dos recursos do ano anterior  Situação: capacidade de
de passe e recepção em de arremesso (enfase dissuasão sobre o impar competição.
situações de forte sobre a surpresa)   Interagir com o atacante
oposição e com uma Velocidade+ Engano. variando distância,
limitação artificial do  Arremessos em todos orientação e gestos para
tempo. os postos específicos. evitar ajustes
O arremesso  Especialização (início).
 As habilidades para Transporte da bola Intercepções
surpreender.  A continuidade do jogo  Estáticas  exigências.
em função do sistema  Dinâmicas  adaptação
defensivo ao potencial espaço
Os movimentos Ajudas
 Trabalho genérico. Perante o erro
 Importâcia da qualidade 1 x 2.
das fixações. Antes do erro
 Colaboração no bloco.

Aspectos Colectivos Aspectos Colectivos Aspectos Colectivos Aspectos Colectivos

Estudio da fase de Procedimentos táticos  Maior exigência sobre os Procedimentos táticos


desenvolvimento  Progressão. conceitos do ano anterior  Progressão nos
A organização dos A utilização de ecrans e nas situações de maior conceitos do ano anterior.
apoios. cortinas. dificuldade. Sistemas de jogo
Formas simples para As situações de vantagem  Treinamento com  Progresisão nos
“romper os carris”  Simples  progressão. situações de dificuldade conceitos do ano anterior.
As situações de igualdade  Complexas  exigência aumentada artificialmente  A marcação ao pivot por
durante o desenvolvimento da eficácia. (duas bolas, inferioridade pares.
As situações de igualdade Os sistemas de jogo numérica, etc.)  A flutuação.
no final  A continuidade  A utilização de defesas
(6 x 6 e 5 x 5) O transporte alternativas em situações
As ações individuais especiais (individual, 4:2,
 A utilização de etc.)
movimentos coletivos.