Você está na página 1de 26

ADESPOV 04-02-19 2

A Visão da ADESPOV é de ver uma Angola de Paz e


Justiça Social, sem fome nem pobreza.

Sendo a Poreza um problema multidimensional,


ADESPOV procura no âmbito da sua estratégia de
intervenção uma abordagem integral, focada na
pessoa humana feita a imagem e semelhança de
Deus.
Os principais eixos de intervenção da ADESPOV são:
A saúde; Água, Saneamento e Higiene; Organização
e Capacitação Comunitaria; e Cidadania.

ADESPOV
• A abordagem de CLTS tem origem na
avaliação feita por Kamal Kar em
Bangladesh em finais de 1999 e 2000.

• Em Angola em Partucular na Provincia do


Huambo o STLC Está sendo implementado pela
ADESPOV e Visão Mundial desde 2010. nos
Municipio de Chijenje, Ukuma, Longonjo, Caála
e Ekunha.

ADESPOV 04-02-19 4
VANTAGENS DO STLC

Metodologia eficaz que permite às


comunidades a gir urgentemente e
tomada de decisões colectiva, ápos
avalição do terrível impacto
negativo do fecalismo ao céu
aberto e na saúde pública e em
todo o ambiente circundante.

ADESPOV 04-02-19 5
A origem do problema (1º)
A origem do problema (2º)
ADESPOV 04-02-19 9
Objectivos e ou a chave da abordagem
A MUDANÇA DE COMPORTAMENTO
COLECTIVO
 Facilitar a análise das próprias comunidades para ajudá-las
a conhecer a sua situação, visualizando-a duma forma
participativa;
 Estimular o pensamento colectivo sobre a proximidade das
comunidades com o problema de saneamento, e interiorizar
os impactos negativos de um pobre saneamento;
 Instigar um sentimento colectivo de nojo, repugnância e
vergonha;
 Gerar uma vontade colectiva de mudança de
comportamento e;
Trabalhá-la no sentido de assegurar a sustentabilidade.
Criação de uma relação com a
comunidade

• Idenficação e selecção das


comunidades

• Análise das práticas actuais de


higiene e saneamento

• Avaliação das condições físicas da


aldeia
USO DAS FERRAMENTAS
 Mapeamento Comunitário : o uso desta
ferramente é insencialmente para analise da
situação sanitaria e a identificação dos
campos fecais.
AS FERRAMENTAS

 Caminhada seguindo um trajecto


AS FERRAMENTAS
 Vias de contaminação fecal e oral
Planificação da acção Comunitária
• Criação de Planos de Acção positivos
e imediatos.
• Criação de um comité de
Saneamento , para garantir a
sustentabilidade das acções e dar
seguimento as abordagens do
saneamento e práticas de higiene.
ADESPOV 04-02-19 21
ADESPOV 04-02-19 22
ADESPOV 04-02-19 23
 DESDE 2010 A ADESPOV E VISÃO MUNDIAL
IDENTIFICOU, 266 COMUNIDADES NAS ZONAS
RURAIS

 DESTAS 188 COMUNIDADES COM ESTATUTO


DE LIVRE DE DEFECAÇÃO AO AR LIVRE (ODF)

 PARA 2017 95 COMUNIDADES IDENTIFICADAS


E DESPERTADAS, E 65 SOB O ESTADO DE
VERIFICAÇÃO.

ADESPOV 04-02-19 24
 O combate a pobreza só será suficientemente abordada se as comunidades forem
capacitadas para o efeito .
 A participação Social e a inclusão são fundamentais para a intervenção
comunitária ;
 Há necessidade de se divulgar cada vez mais certos diplomas legais existente no
nosso ordenamento jurídico com objectivo de se elevar a consciência jurídica dos
cidadãos;
 Com a escassez de financiamento externo, é imprescindível que o Estado comece a
estimular, apoiando as Organizações da Sociedade Civil, por representarem uma
das esferas que contribui positivamente para o desenvolvimento local e sustentável
das nossas comunidades;
 As boas relações estimulam a confiança, e esta confiança pode se traduzir
num trabalho conjunto com impacto social maior. ADESPOV tem o
privilegio de em 2016 ter beneficiado de um apoio financeiro da
Administração Local de Chinjenje, enquadrados no programa de combate
a fome e a pobreza, cuja acção foi direccionada nas actividades
comunitarias de educação para a saúde, usando a metodologia STLC, a
quando da epidemia da febre amarela.

ADESPOV 04-02-19 25
 Elevar os níveis de advocacia social para estreitar cada vez mais as
relações entre as comunidades e as Autoridades Locais;

 Estabelecer estratégias e parcerias concretas, formais e responsáveis com


instituições do estado e comunidades para assegurar a sustentabilidade
das acções que são implementadas nas comunidades;

 Ter comunidades cada vez mais informadas e formadas sobre seus


direitos, deveres e obrigações;

ADESPOV 04-02-19 26
Muito obrigado

ADESPOV 04-02-19 27