Você está na página 1de 26

Anteprojeto de obras

portuárias em Nova Viçosa, BA


Localização, pré-dimensionamento e
caracterização de elementos de um
porto

Trabalho da disciplina PHA2415 - portos, obras hidráulicas, fluviais e


marítimas

Turma 1, Grupo 2

São Paulo, dezembro de 2014


1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
ABRIGO;
ACESSIBILIDADE MARÍTIMA;
ÁREA DE RETROPORTO;
ACESSIBILIDADE AOS DEMAIS MODAIS DE
TRANSPORTE;
IMPACTOS E RESTRIÇÕES AMBIENTAIS.
2 | MATRIZ E ESCOLHA FINAL
3 | DIMENSIONAMENTO DOS CANAIS DE
ACESSO
4 | DIMENSIONAMENTO DAS BACIAS
5 | OBRAS DE PROTEÇÃO
6 | OBRAS RETROPORTUÁRIAS
7 | IMPACTOS AMBIENTAIS
1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
ABRIGO
1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
ABRIGO

Ondas; ventos e massas de ar.


1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
ABRIGO

Região 1: NOTA
10
Região 2: NOTA 5
Região 3: NOTA 5
1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
ACESSIBILIDADE MARÍTIMA

Profundidade para calado de 2,5m


Região1: menor profundidade está em torno de 5m
Região2: profundidades baixíssimas, menores de 1m
Região3: em torno de 6m

Localização
trecho do rio que ainda está começando a reduzir sua
largura e aumentar seus meandros.

Características geométricas
largura do canal não seria um empecilho

Região 1: NOTA 10
Região 2: NOTA 5
Região 3: NOTA 5
1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
ÁREA DE RETROPORTO

Região 1: NOTA 10
Região 2: NOTA 0
Região 3: NOTA 0
1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
ACESSIBILIDADE AOS DEMAIS MODAIS DE
TRANSPORTE

Região 1: NOTA 10
Região 2: NOTA 0
Região 3: NOTA 0
1 | ESCOLHA DA LOCALIZAÇÃO
IMPACTOS AMBIENTAIS

Região 1: NOTA 5
Região 2: NOTA 10
Região 3: NOTA 10
2 | MATRIZ E ESCOLHA FINAL

Região 1 Região 2 Região 3

Abrigo 10 5 5

Acessibilidade marítima 10 5 5

Área de retroporto 10 0 0

Acesso aos demais modais 10 0 0

Impactos ambientais 5 10 5

SOMA 45 20 15
3 | DIMENSIONAMENTO DOS CANAIS DE
ACESSO
Squat (afundamento) de 0,20m;
Efeito de onda (afundamento) de 0,60m;
Folga sobre a quilha e tolerâncias de incertezas
e dragagem de 1,20m;
Calado da embarcação tipo de 2,5m.
Para considerações sobre variação de maré,
considerando a localidade mais próxima a
Nova Viçosa com registros sendo o Porto de
Ilhéus.
Nível Médio: +1,43m;
Média das preamares de Quadratura (MHWN):
+2,00m;
Média das preamares de Sizígia (MHWS):
+2,50m;
Nível Mínimo: -0,10m.
Com esses parâmetros, podemos dimensionar
o canal utilizando, ou não, as janelas de maré:
Para operação normal, considerando o nível
médio seria necessária uma
profundidade de: 3,07m;
Para operação com a janela de maré,
considerando o nível médio das preamares
3 | DIMENSIONAMENTO DOS CANAIS DE
ACESSO

Seção Transversal do Canal


(Com Nível Médio)
0
-60 -40 -20 0 20 40 60
Largura (m)

-1
-2
-3
-4
Profundidade (m)

Seção Transversal do Canal


(Com Preamar de Quadratura)
0
-60 -40 -20 -0.5 0 20 40 60
Largura (m)

-1
-1.5
-2
-2.5
-3
-3.5
-4
Profundidade (m)
4 | DIMENSIONAMENTO DAS BACIAS

• Bacia de Espera:
o Profundidade:
 Squat: não considerado
 Calado estático: 2,5 m
 Ondas (pior caso, favor segurança):
4,0/2 = 2,0 m
 Folga líquida sob quilha (solo arenoso):
0,5 m
  Profundidade
Incertezas necessária:
do leito: 10% 5,5 m

o Dimensõe
s:
 Comprimento da maior embarcação:
40,0 m
 Cinco vezes profundidade: 5x5,5 =
27,5 m
  Diâmetro
Folga necessário:
para boa 73,0 m
tença: 5,0 m
4 | DIMENSIONAMENTO DAS BACIAS

• Bacia de Evolução:
Bacia de Evolução
o Profundidade:
 Squat: não considerado
 Calado estático: 2,5 m
 Ondas: não considerado
 Folga líquida sob quilha
(solo arenoso): 1,0 m
 Incertezas do leito: 10%
 Profundidade
necessária: 3,9
o m
Dimensõe

s:
Diâmetro de quatro vezes o
comprimento da embarcação (sem
rebocadores): 4x40 = 160, 0 m
 Diâmetro necessário: 160,0 m
4 | DIMENSIONAMENTO DAS BACIAS

• Bacia de Berço:
o Profundidade (= bacia
evolução):
 Squat: não considerado Bacia de Evolução
 Calado estático: 2,5 m
 Ondas: não considerado
 Folga líquida sob quilha
(solo arenoso): 1,0 m
 Incertezas do leito: 10%

 Profundidade
necessária: 3,9
m
o Dimensõe

s:
Largura: 1,5 x 6,0 (boca) = 9,0 m
 Comprimento: 1,5 x 40,0 (Loa) = 60,0 m

 Dimensões: 9,0 x 60,0 m


4 | DIMENSIONAMENTO DAS BACIAS

• Localização:
 Diminuir volumes dragagem: profundidades naturalmente
elevadas.
 Menores movimentações entre evolução e atracagem:
proximidade bacias evolução e berço.
Bacia de Evolução
5 | OBRAS DE PROTEÇÃO

•Cálculo do L
•Alocação do molhe
•Utilização do gráfico de Wiegel
•Representação da zona de sombra
• Pré-dimensionamento do molhe
5 | OBRAS DE PROTEÇÃO

Rumo das Ondas e alocação do molhe


5 | OBRAS DE PROTEÇÃO

Wiegel e Zona de Sombra


5 | OBRAS DE PROTEÇÃO

DETERMINAÇÃO DO COEFICIENTE DE ESTABILIDADE (K):


Unidade de enrocamento tetrápodo;
Camada com 2 unidades;
Colocação aleatória;
Onda arrebentando no cabeço da estrutura;
Inclinação do talude 1H:2V (cotg(α)=2,0).

CÁLCULO DO PESO DOS BLOCOS DA ARMADURA (P):


5 | OBRAS DE PROTEÇÃO

Espessura da Armadura:

Altura da crista:
6 | OBRAS RETROPORTUÁRIAS

Condições iniciais
Terreno plano
Muitas habitações
Espaço livre a desapropriar no lado direito do porto
Palmeiras e coqueiros a tirar
Area disponivel de 80000 m²
6 | OBRAS RETROPORTUÁRIAS
6 | OBRAS RETROPORTUÁRIAS

Um armazém geral para


cargas
Duas câmaras de estocagem
para congelados
Fábrica de gelo e silo para
gelo
Oficina
Pátio para veículos pesados
Boxes diversos
Salas para recepção dos
pescados
Mercado de peixe
Prédio da administração
Refeitório
Garagem, vestiário e posto
de combustível
7 | IMPACTOS AMBIENTAIS

A região apresenta uma grande densidade populacional nos


entornos da costa, sendo por isso a que sofreria o menor
impacto ambiental tendo em vista o meio físico e biótico.
7 | IMPACTOS AMBIENTAIS

Instalação de um novo
porto

Afetará o meio antrópico

Reformas na rede viária e de


edificações nas proximidades do
porto